Londres é a melhor cidade para fazer intercâmbio em 2022; veja ranking

Cidade lidera pelo terceiro ano consecutivo a lista de melhores destinos do órgão responsável pela QS World University Rankings

Londres é a melhor cidade do mundo para fazer intercâmbio em 2022
Foto: Unsplash
Londres é a melhor cidade do mundo para fazer intercâmbio em 2022

Todos os anos, a empresa britânica Quacquarelli Symonds, responsável por avaliar instituições de ensino superior ao redor do mundo, realiza um ranking de melhores cidades para estudar no mundo todo. Responsável pela lista QS World University Rankings, as avaliações podem auxiliar pessoas interessadas em fazer um intercâmbio a escolher o destino ideal.

Pelo terceiro ano consecutivo em que a lista foi realizada (não há dados dos anos de 2020 e 2021), Londres , na Inglaterra, liderou a lista das 10 melhores cidades para intercambistas. Para fazer a avaliação, a Quacquarelli Symonds pontua cada cidade levando em consideração fatores como: opinião dos estudantes atuais, acessibilidade, popularidade e quantidade de universidades bem rankeadas no local.

1- Londres, Inglaterra

Foto: Unsplash
Londres, Inglaterra

O território da cidade possui diversas universidades com boas pontuações, como o Imperial College London, King's College London e a University College London (UCL). Cerca de 18 universidades prestigiadas pelo QS World University Rankings estão por lá, o que torna a cidade um importante e cobiçado centro acadêmico.

Londres também é muito buscada por ser uma cidade multicultural, o que pode ser ótimo no momento de conhecer novas pessoas e culturas. O mesmo vale para as diversas opções de museus, vida noturna e restaurantes. A entidade também afirma que, apesar de ser uma cidade urbana, Londres coloca o visitante em contato com áreas verdes o tempo todo, o que pode ser um fator determinante para muitas pessoas.

2- Munique, Alemanha

Foto: Reprodução
Munique, Alemanha

Em comparação aos últimos anos, Munique tem se destacado com seu potencial para os estudos, ultrapassando a cidade de Berlim, que era a mais buscada da Alemanha para intercâmbios. Um dos fatores determinantes para isso é que Munique tem um custo de vida mais baixo se comparado a outros destinos badalados europeus, além de ter pontos por acessibilidade, qualidade de vida, noitada agitada e clima amigável.

A entidade também destaca que Munique é uma bela cidade para se viver e sua biodiversidade invejável, já que o local coloca o visitante em contato direto com os Alpes, reservas naturais, florestas e lagos. Munique também está entre as principais cidades no quesito empregabilidade. A cidade tem um setor econômico bastante agitado.

3- Seul, Coreia do Sul

Foto: Unsplash
Seul, Coreia do Sul

O alto patamar de desenvolvimento de sul coreanos e estrangeiros em  Seul é um marcador importante que alçou a cidade como uma das melhores para fazer intercâmbio. No quesito empregabilidade, ela ocupa a terceira posição no mundo todo. Além disso, cerca de 21 das universidades da cidade têm pontuações notáveis. A popularidade do destino também ajudou a destacar a cidade em uma alta posição.

Entre os motivos para estudar em Seul estão o clima relaxante e zen da cidade (existem diversos templos budistas, saunas e spas espalhados por lá), a segurança das ruas, a cultura diversa e o fato da capital ser uma cidade que nunca dorme. A cidade é uma ótima aposta para quem quer trabalhar com tecnologia e inovação, já que há muitas vagas de emprego nesses setores.

4- Tóquio, Japão

Foto: Unsplash
Tóquio, Japão

Tóquio  é considerado como o ponto mais badalado da Ásia por ser um polo urbano, populoso e com uma cultura totalmente imersiva. Cerca de 12 universidades renomadas estão situadas na capital japonesa. Por ter o terceiro centro econômico mais importante do mundo (ao lado de Londres e Nova York), as oportunidades de emprego podem ser mais favoráveis no setor financeiro.

A popularidade e a qualidade de vida de Tóquio também ajudam a colocar a cidade em uma posição mais elevada e de prestígio. A entidade destaca ainda a culinária local, que é diversificada e saborosa; ótimos padrões de vida; e recepção bondosa por parte dos locais.

5- Berlim, Alemanha

Foto: Divulgação
Berlim, Alemanha

A acessibilidade do idioma é o que faz com que  Berlim seja tão buscado; isso porque as universidades comumente oferecem cursos em inglês, principalmente as pós-graduações. As oportunidades de emprego são mais favoráveis nas áreas de TI, engenharia e saúde.

Apesar de não ter tanta força acadêmica, o destino é popular e recomendável por seu custo de vida mais em conta, a diversidade cultural dos estudantes, boa qualidade de vida e ótima perspectiva de emprego. Do ponto de vista cultural, Berlim é vista como uma cidade urbana de mente aberta, com ótima cena musical e artística; além das badaladas festas noturnas.

6- Melbourne, Austrália

Foto: shutterstock
Melbourne, Austrália

De acordo com o órgão, Melbourne é dona da comunidade de estudantes mais diversa do mundo, o que demonstra o nível de acolhimento da cidade. Além disso, é destacada por alunos atuais como uma cidade acolhedora e muito amigável; além de ser dona de uma cultura vibrante.

Também são destacadas as experiências relacionadas à acessibilidade, em que é possível se locomover facilmente usando apenas o transporte público, e alimentação, adepta da cultura do brunch. Belas praias, celebrações, vida noturna ativa e artes estão entre as atrações da cidade. Outra facilidade é que pessoas com visto de estudante podem trabalhar até 40 horas por semana em cidades da Austrália .

7- Zurique, Suíça

Foto: Divulgação/Rail Europe
Zurique, Suíça

Zurique  é renomada por sua prosperidade, taxas baixas e por uma atmosfera de ordem, o que torna o destino popular e de custos acessíveis. A cidade também possui ótimas projeções de criação de empregos em diversas áreas, como negócios e finanças, engenharia, saúde, arquitetura, mídia e educação.

O bom nível de educação e a ótima avaliação das universidades também colocam Zurique no mapa do intercâmbio. A atmosfera da cidade é bela pelos ares pitorescos e por paisagens naturais marcantes, propiciada principalmente pela proximidade com os Alpes Suíços.

8- Sydney, Austrália

Foto: Reprodução
Sydney, Austrália

Segunda representante da Austrália no ranking, Sydney, assim como Melbourne, tem uma comunidade estudantil bastante diversa e também é marcada pela atmosfera acolhedora. Os belos cenários da cidade contribuem com o aumento da popularidade: afinal, as memórias dos estudantes têm como pano de fundo píers, diversos espaços verdes, praias e, principalmente, o cartão postal da cidade, o Sydney Opera House.

Sydney também se destaca nos quesitos de acessibilidade e cultura vibrante. Estudantes que queiram se aprofundar em áreas como ciência, tecnologia, turismo, saúde, indústria e agricultura podem se beneficiar das vagas de emprego da cidade.

9- Boston, Estados Unidos

Foto: Unsplash
Boston, Estados Unidos

A Universidade de Harvard e o Massachusetts Institute of Technology (MIT) são apenas duas das mais importantes universidades situadas em Boston , o que indica a vida universitária pulsante do local. Boston também é uma grande metrópole que reúne a efervescência das artes, cultura e política. Estudantes também apontam que a cidade é acolhedora e de fácil circulação.

A cidade também agrada por contar com eventos de diversos segmentos, como teatro, esporte, música, dança e artes. Os museus também são reconhecidos pela diversidade de abordagens. As áreas de ciências humanas, biotecnologia e manufatura estão em alta no quesito geração de empregos.

10- Montreal, Canadá

Foto: Arquivo pessoal
Montreal, Canadá

A pluralidade de  Montreal já se percebe na diversidade da língua, já que a cidade possui partes em que se fala francês e outras, em inglês. Mais do que isso, a cidade tem pontos altos em todos os quesitos avaliados pela entidade, o que fortalece a boa reputação da cidade canadense. A cidade é reconhecida por sua multiculturalidade, boa qualidade de vida, um estilo de vida bastante relaxado e descontraído.

Cerca de 50 universidades bem ranqueadas estão nesta localidade, o que indica que há uma boa comunidade estudantil e um forte centro acadêmico. A cidade também consegue mesclar bem o contemporâneo ao antigo em sua arquitetura, o que torna o clima ainda mais encantador. Isso também se destaca na cultura da cidade, desde a sólida cultura dos cafés até a vida noturna badalada.