Imagine poder ter de volta parte do valor gasto em compras on-line no seu programa de milhagem e pagar menos na sua próxima viagem. Segundo Rodrigo Goes, autor do livro “O mapa para acumular um milhão de milhas” isso já é possível. Basta usar seus pontos acumulados nos programas de cashback para trocar por milhas ou utilizá-los nas promoções de companhias aéreas e agências de viagem. 

O especialista posa na piscina do Copacabana Palace
Arquivo pessoal/Rodrigo Goes
Rodrigo Goes na posa na piscina do Copacabana Palace, onde se hospedou combinando cashback e milhas

Para quem não conhece, os programas de cashback permitem que o cliente tenha um retorno na forma de crédito ou dinheiro após efetuar uma compra com cartão de crédito. Hoje, já existem sites conhecidos que só fazem isso, como o Méliuz e Ame Digital. Os créditos acumulados podem ser utilizados em diversos, de livrarias on-line a lojas de departamento. O que poucas pessoas sabem é que dá pra trocar esses pontos por milhas ou mesmo em compras de pacotes de viagens e realizar aquela tão sonhada viagem mais econômica.

 “No começo deste ano comprei um pacote com passagem ida e volta mais quatro diárias para duas pessoas em Orlando no valor de R$ 5.088 no site de uma agência de viagens. Ganhei 10 pontos por real gasto. Utilizando esses pontos e as minhas que tinha em um programa consegui reduzir o valor em 32%, uma economia de R$ 1.660”, conta.

Aprenda a ver enxergar as oportunidades para aproveitar suas milhas

O especialista explica que quando você compra sua passagem ou pacote em um site parceiro de uma plataforma de cashback utilizando cartão de crédito e é inscrito em um programa de milhagem você já está acumulando milhas. Entre as oportunidades que já conseguiu aproveitar, Goes destaca uma promoção em que conseguiu ficar hospedado no Copacabana Palace pagando menos de R$ 80 na diária. “Paguei menos na hospedagem que no valor de um drink na piscina do hotel”, diz.

 O segredo para aproveitar ainda mais os benefícios, diz ele, é ficar de olho nas promoções (geralmente enviadas por e-mail) do seu programa de milhas. Dessa forma você pode transferir os pontos do cashback para ele, aumentando a quantidade de milhas que já possuía. Aí é só usa-las para o resgate de passagens e diárias em hoteis. 

 “Muitas vezes a pessoa vê o e-mail, mas não enxerga a promoção porque não sabe o potencial que tem se combinar esses dois tipos de programa”, diz o especialista, que ensina em seus cursos e em sua conta no Instagram esse e outros recursos que as pessoas podem utilizar para baratear sua viagens.

    Veja Também

      Mostrar mais