A baixa no movimento do mercado de turismo por conta da pandemia do novo coronavírus resultou em diversas promoções de pacotes oferecidos por companhias aéreas e empresas de hospedagem, mas é preciso ter calma e tomar cuidado com a empolgação ao se deparar com essas promoções.


mulher no aeroporto
Freepik/reprodução
Considere a instabilidade do momento em que vivemos antes de investir em uma viagem nos próximos meses

Para que você não caia em roubadas, o iG Turismo separou algumas dicas para te ajudar a entender se as promoções são confiáveis e se valem o investimento.

Considere a possível falência de empresas de turismo

Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), 82 mil brasileiros foram demitidos nos últimos meses. Algumas empresas de voos e hospedagem estão sendo diretamente afetadas pela crise e correm risco de irem à falência. Portanto, lembre-se de considerar que o dinheiro gasto agora, mesmo que reduzido por conta de promoções, pode ser perdido.

Pesquise bem sobre viagens internacionais

Se o plano de viajar na pós-pandemia é sair do país, planeje a viagem para o segundo semestre de 2021 e se mantenha atualizado sobre o seu destino. Como ele está sendo afetado pela pandemia? Como está a política de entrada para brasileiros nesse país? Vale a pena o gasto a mais por conta da alta do dólar e do euro?

Viagens nacionais são mais certas nesse momento

As empresas do ramo, como a CVC, projetam a volta de viagens domésticas para esse segundo semestre de 2020. A maioria dos pacotes oferecidos são para depois de outubro, para pessoas que ficaram em isolamento durante meses e querem aproveitar os últimos feriados do ano. 

Se informe sobre o reembolso

Ao comprar ou até cotar passagens e reservas de hotéis, se informe com as empresas sobre a política de reembolso. Muitas estão optando pela política de remarcação por enquanto, pense no quanto isso vale a pena para a sua realidade.

Confira se as promoções são confiáveis

Por fim, fique atento para não cair em nenhum tipo de golpe. Cheque o histórico do site onde viu as promoções e de todas as empresas envolvidas. Pesquise os nomes das companhias no site Reclame Aqui! e sempre busque uma forma de conversar com alguém da empresa por telefone.

    Veja Também

      Mostrar mais