Para celebrar a vida e a obra do pintor austríaco, inúmeros eventos e homenagens estão programadas pela capital austríaca

Em 2012, as cores de Gustav Klimt (1862-1918) reluzem por toda parte em Viena. No ano em que se comemora um século e meio do nascimento de um dos mais importantes artistas austríacos, a capital do país - e terra natal do pintor - festeja com inúmeras exposições, musical e diferentes homenagens ao autor do famoso quadro “O Beijo” (1907/1908).

Mais:
- Viaje pela Viena moderna, sem perder o charme clássico 

A obra mais conhecida de Klimt está exposta no museu Belvedere, que abriga a maior coleção de pinturas do artista. Além de “O Beijo”, lá, o público também poderá admirar o retrato de “Judith I” (1901) e algumas telas não terminadas, que acabam revelando como era a técnica e a coerência da pintura de Klimt.

No Leopold Museum, o foco é a vida pessoal do artista que nunca se casou, mas teve muitas mulheres, a maioria modelos que posavam em seu ateliê. Após sua morte, em 1918, apareceram pelos menos 14 possíveis filhos bastardos, no entanto, durante a vida, ele assumiu apenas três crianças de duas mulheres diferentes. Nas salas do Leopold é possível perder a noção do tempo durante a deliciosa leitura dos cartões postais que ele mandava para seu grande amor platônico, a dona de butique Emilie Flöge. Com textos curtos e provocativos, Klimt chegava a enviar vários postais por dia a Emile quando se ausentava de Viena. A amizade, que começou em 1902, após pintar um retrato dela, perdurou até a morte de Klimt e não há comprovação de que eles tiveram um romance de fato. Aliás, alguns austríacos acreditam que a relação entre eles não passava de uma troca intelectual já que a preferência sexual de Emilie era pelas mulheres.

A homenagem a Gustav Klimt não se restringe aos museus de Viena. Uma chocolateria, por exemplo, reproduziu na vitrine uma obra do artista feita com chocolate, e a famosa marca de cristais Swarovski fez uma instalação de móbile em sua loja no centro, inspirada no quadro “Expectation” (1905). A trajetória de um dos pioneiros do Modernismo que amava as mulheres também ganhou encenação no palco. Em 1º de setembro, estreou na cidade “Gustav Klimt - O Musical”.

Leia também:
- Relaxe nos melhores cafés vienenses
- Faça um tour comunista por Budapeste 



Serviço:

Belvedere Palace (Schloss Belvedere)
Prinz-Eugen-Strasse 27

Gustav Klimt – O Musical
De 1º de setembro a 17 de outubro de 2012

Leopold Museum
Museumsplatz 1

Swarovski
Kärtner Strasse, 24

* A jornalista viajou a convite do departamento de Turismo de Viena


Acompanhe as novidades do iG Turismo também pelo Twitter .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.