Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s
Reprodução/TripAdvisor
Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s

Escolher um resort  para passar as férias ou curtir um fim de semana exige bastante pesquisa para saber qual é o melhor lugar para hospedar-se e, quando o turista é uma pessoa com deficiência (PcD), isso se torna uma luta ainda maior, pois poucos locais atendem às demandas ou estão adequados para receber esses viajantes.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que 8,4% da população brasileira acima de dois anos tem algum tipo de deficiência e grande parcela desse índice é de idosos (49,4%). No total, há 17,3 milhões de pessoas com deficiência no país, de acordo com as informações que fazem parte também da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019.

Pensando em incluir essa população, que também precisa de momentos de relaxamento, férias e lazer, há alguns resorts no Brasil que apostam em adotar medidas adequadas para pessoas com deficiência que querem aproveitar tudo que um resort oferece.

Para uma melhor experiência, todos os  resorts listados são All Inclusive, ou seja, já vêm com tudo incluso na hospedagem, desde a alimentação até momentos de lazer que propõem aos hóspedes. Além disso, todos estão localizados no Brasil.

Confira a lista completa dos resorts que prometem acessibilidade e uma boa experiência para pessoas com deficiência.

Serhs Natal Grand Hotel & Resort  - Natal, RN


Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s
Reprodução/TripAdvisor
Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s

O Serhs Natal Grand Hotel é um resort à beira-mar localizado entre as praias de Ponta Negra e Areia Preta. O espaço conta com quatro piscinas, três bares, cinco restaurantes, uma variedade de refeições, bebidas e opções de entretenimento.

Ele possui total acessibilidade para cadeirantes, todas as áreas do hotel têm acesso via elevadores e rampas, além das escadas. Também há quartos adaptados espaçosos com todos os itens necessários para o conforto e segurança do PcD, inclusive o banheiro.

Os quartos são arejados e possuem uma varanda com vista frontal ou lateral do mar, ar-condicionado, TV de tela plana a cabo, frigobar, mesa de trabalho, telefone e cofre. Os banheiros privativos têm chuveiro, produtos de banho de cortesia e secador de cabelo. Algumas suítes superiores possuem banheira de hidromassagem ou piscina privativa na varanda.

Para relaxar, o viajante pode usufruir da sauna, banheira de hidromassagem e de várias terapias oferecidas no spa. O café da manhã está incluído na diária. O hotel tem 16 salas de reuniões, recepção 24 horas e um estacionamento privativo gratuito.

Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa - Mata de São João, BA

Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s
Reprodução/TripAdvisor
Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s


Em toda a estrutura do Grand Palladium Imbassaí há rampas, elevadores e corrimões de segurança. O resort tem quartos e banheiros adaptados, onde os vasos sanitários têm barras de apoio acessível para cadeiras de rodas e há ainda boias anfíbias para que a pessoa PcD possa ficar na água.

As suítes têm sacada, banheira de hidromassagem e sala de estar com sofá-cama. Todas as acomodações oferecem Wi-Fi gratuito, TV com tela plana e dock station para iPod.

Leia Também

Estão inclusos o estacionamento, as refeições e bebidas servidas nos seis restaurantes (com opções de culinária mediterrânea e japonesa) e 13 bares. O resort conta com praia particular e piscinas com deck. Também há um spa com piscina coberta e banheira de hidromassagem externa. Sala de jogos e espaço de recreação são algumas das outras comodidades. 

Leia Também

La Torre Resort All Inclusive - Porto Seguro, BA

Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s
Reprodução/La Torre Resort All Inclusive
Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s


A estrutura de acessibilidade do La Torre é muito boa, pois há funcionários treinados para comunicação em libras. O resort possui quartos e banheiros adaptados, cadeira de banho, rampas de acesso e espaços amplos para facilitar a circulação de cadeiras de rodas. O clube de praia também oferece acessibilidade total, com rampas e banheiros adaptados, além de cadeira anfíbia para acesso à praia.

Os quartos sóbrios têm piso frio, TV com tela plana e frigobar. Os quartos e suítes de categoria mais alta incluem área de estar, bar interno e sacada com rede. Os apartamentos em estilo rústico-moderno contam com minicozinha. Algumas acomodações oferecem vista para o mar. Também há casas separadas com três quartos, cozinha, jardim e piscina privativa.

Refeições e drinks estão inclusos e são servidos em cinco restaurantes e seis bares, sendo algumas opções luxuosas e à beira-mar. Também há praia privativa com serviço de bar e entretenimento noturno, seis piscinas, spa, academia e espaço de recreação.

Jurerê Beach Village - Florianópolis, SC

Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s
Reprodução/TripAdvisor
Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s







A acessibilidade é desde o início, pois o hotel está de frente para o mar e a rampa que dá acesso à praia fica próximo às piscinas. O espaço também oferece cadeira anfíbia para entrar na água. O resort conta com elevador para acessar os quartos e o térreo é todo plano, além de ter sempre algum funcionário para auxiliar a pessoa ao longo do espaço.

Este hotel tem acesso direto à praia de Jurerê e os quartos arejados têm minicozinha, Wi-Fi gratuito e TV com tela plana, além de varanda. Alguns têm vista para o mar. As suítes têm cozinha completa e sala de estar separada com sofá-cama. Os apartamentos são no estilo flat, e alguns banheiros possuem banheira.

Há estacionamento e café da manhã de cortesia. Há dois restaurantes disponíveis: um contemporâneo e outro self-service casual. Outras comodidades incluem sala de ginástica, saunas e piscina externa com banheira de hidromassagem e bar, além de uma sala de jogos e espaço de recreação.

Malai Manso Resort Yacht Convention & Spa - Chapada dos Guimarães, MT

Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s
Reprodução/Malai Manso Resort Yacht Convention & Spa
Resorts apostam em acessibilidade para PCD’s


O Malai conta com 256 unidades habitacionais, entre eles apartamentos adaptados para PcD, bangalôs e casas boutiques. As áreas comuns do resort também são acessíveis com rampas e elevadores.

As suítes simples têm minicozinha, varanda, duas TVs com tela plana, frigobar e Wi-Fi. Os chalés modernos e arejados incluem cozinha, varanda e churrasqueira.

O resort oferece um restaurante self-service e uma piscina externa com bar e área para crianças, além de um café ao ar livre que serve pizzas, hambúrgueres e sorvetes. Há também uma piscina coberta, um spa, uma academia, um heliporto e uma marina.

** Julio Cesar Ferreira é estudante de Jornalismo na PUC-SP. Venceu o 13º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão com a pauta “Brasil sob a fumaça da desinformação”. Em seus interesses estão Diretos Humanos, Cultura, Moda, Política, Cultura Pop e Entreterimento. No iG, é estagiário de Último Segundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários