Uma dica importante para quem está planejando uma viagem é não confiar em tudo que se vê na internet. E a analista fiscal Alline Santos sabe bem disso. Ela planejou uma viagem de carnaval com os colegas de trabalho e, quando chegou ao destino, acabou descobrindo que a hospedagem não parecia nem um pouco com as fotos usadas no anúncio feito em um site de reservas.

Casa mal-assombrada
Creative Commons
É preciso ter cuidado na hora de escolher uma hospedagem pela internet


A história de Alline faz parte da série do iG Turismo “Meu perrengue de viagem”, que conta situações complicadas vividas por viajantes. Já teve  turista mirando no Caribe e se hospedando em uma oca, uma  brasileira que se casou com um “cafetão” holandês e um jovem que  ficou preso no destino após o carro quebrar e ele perder o RG. Desta vez, o perrengue foi em pleno carnaval e a pergunta é: será que você teria coragem de passar a noite nesta casa? Confira:   

“Eu e alguns amigos da empresa onde trabalhava alugamos pela internet uma casa para passar o carnaval em Ubatuba-SP. A foto da casa era maravilhosa, mas quando chegamos ao local, por volta de 2h da manhã, tivemos uma surpresa.

O condomínio onde ela ficava era lindo, era um imóvel mais lindo que o outro, mas quando chegamos à casa que alugamos: socorro! Parecia uma casa mal-assombrada, fora que a parede de entrada estava coberta de lagartixas, era tanta, mais tanta lagartixa que elas andavam uma por cima da outra e caiam no chão por falta de equilíbrio.


Tivemos que passar a noite lá por conta do horário e porque estávamos muito cansados. Dormimos todos juntos em dois colchões infláveis de tanto medo daquele lugar. Resumindo, foi horrível!

No outro dia, nos arrumamos para irmos embora, era o fim do nosso carnaval. Antes de voltar, passamos em um mercadinho para comprar pão para comermos no caminho de volta e lá tinha um anuncio de apartamento para alugar que ainda estava disponível, então decidimos fechar negócio e salvamos nossa viagem.”

    Veja Também

      Mostrar mais