Não tem jeito: a piscina é uma das áreas dos hotéis mais queridas e requisitadas pelos turista. Com a retomada do setor turístico , que tem adaptado espaços e criado protocolos para voltar a receber pessoas com segurança, algumas prefeituras brasileiras já estão permitindo o uso delas.


Distanciamento físico e segregação de público são alguns cuidados que devem ser tomado pelo turista e pelo hotel na área da piscina
shutterstock
Distanciamento físico e segregação de público são alguns cuidados que devem ser tomado pelo turista e pelo hotel na área da piscina


Contudo como esse uso da piscina deve ser realizado dentro do “novo normal” e de que maneira os hóspedes podem continuar desfrutando do espaço em dias ensolarados de descanso?

De acordo com Carlos Bernardo, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-SP) e diretor regional de operações Midscale & Econômico Brasil da rede Accor, a chave para manter a diversão é, simplesmente, se atentar ao distanciamento social — seja dentro da piscina ou em áreas de convivência ao redor dela.

Para evitar que pessoas desconhecidas se aproximem, é preciso manter distância entre espreguiçadeiras, mesas e esteiras. No entanto, os hotéis já estão pensando em soluções para famílias ou grupos maiores.

Você viu?

“A gente tem visto muita necessidade de segregar tripulações que viajam nas aeronaves e, quando estão dentro do hotel , querem entretenimento. Então essas pessoas precisam ter um local determinado para poder ficar”, explica Bernardo.

Caso duas pessoas desconhecidas tenham contato, é preciso que ambas estejam usando máscara .

E entrar na piscina, é seguro?

Segundo o vice-presidente da ABIH, os turistas podem desfrutar da piscina desde que ela seja de base clorada. Desta maneira, é possível inativar o vírus e garantir segurança para todos os banhistas.

Ele explica ainda que, caso a piscina tenha cloro, o turista não precisa ter medo de mergulhar na piscina

Bernardo reforça que, por parte dos hotéis, é importante que um comunicado esteja a disposição das áreas para que os turistas saibam como agir. As áreas da piscina também precisam ter fiscais que possam supervisionar e orientar o distanciamento e o uso de máscara

O uso de máscara na piscina não deve ser feito por quem está dentro da água, mas na parte exterior. "Só é preciso usar ao circular pelos espaços que tiverem concentração de pessoas, e isto é nas áreas ao redor da piscina", afirma. Mesmo assim, é ideal que os turistas mantenham o  distanciamento físico entre pessoas desconhecidas dentro da água.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários