Baleias migram para águas quentes do sul catarinense para conseguirem dar à luz
LGF Press
Baleias migram para águas quentes do sul catarinense para conseguirem dar à luz

O litoral Sul de Santa Catarina, a cerca de 70 quilômetros da capital Florianópolis, dá as boas-vindas à temporada da baleia-franca, que está oficialmente aberta, e segue até outubro, oferecendo um verdadeiro show da natureza.

Isso porque, nesta época do ano, a região recebe a visita de centenas de baleias-franca na chamada "Rota da Baleia-Franca", que compreende as praias de Laguna, Garopaba e Imbituba – esta última, inclusive, registra o maior índice de presença da espécie no Brasil, e é a única onde é possível avistar as baleias da praia.

No total, são mais de 150 mil hectares e 130 quilômetros de costa marítima, em uma APA (Área de Proteção Ambiental), criada em 2000, e que protege a enseada e áreas terrestres com muita natureza, ecoturismo, história, cultura, além de uma variada gastronomia e infraestrutura hoteleira com cerca de 450 empreendimentos, entre hotéis e pousadas para diferentes gostos e perfis de públicos.

Por que as baleias escolhem Santa Catarina?

As baleias-franca chegam no litoral sul catarinense depois do fim do verão no hemisfério sul, em busca de águas mais quentes, tranquilas e rasas, perfeitas para acasalar, parir e amamentar os filhotes. Ao passar pelo inverno e parte da primavera, com os filhotes mais fortes, elas fazem o caminho de volta para a Antártida.

A baleia-franca fêmea e adulta pode chegar até 18 metros e pesar até 60 toneladas, enquanto o macho mede, em média, 16 metros. O período de gestação é de um ano e o filho, em geral, nasce com quatro toneladas e quatro metros, mamando 200 litros de leite e engordando 50 quilos por dia logo nas primeiras semanas de vida.

De natureza dócil, a baleia franca está protegida da caça há pelo menos 50 anos. Embora recente, a proibição tem permitido a retomada das baleias, que chegaram a ser consideradas extintas em águas brasileiras. Em setembro de 2021, foram avistadas 120 baleias.


Roteiros selecionados

Entre os roteiros oferecidos na rota da baleia-franca está a Praia do Rosa, que integra o seleto grupo das 40 baías mais bonitas do mundo, com uma paisagem natural rústica e exuberante.

Entre as inúmeras opções, uma das mais procuradas é o "Final de Semana na Praia do Rosa e Rota da Baleia Franca 3 dias e 2 noites" que oferece hospedagem, transfer e passeios, em um roteiro que inclui o Safári Baleia, para conferir de perto os animais que estão na região, e a visita ao Santuário dos Botos Pescadores.

A chegada na sexta-feira tem check-in a partir das 14h, em quartos com camas de casal e mais uma de solteiro, com hospedagens que variam entre R$ 70,00 (hostels e albergues) até R$ 1.200,00 (pousadas de luxo, casas ou chalés pé na areia). Como a variedade é ampla, as opções estão reunidas no  site oficial.

No sábado, o Safari Baleia é realizado integralmente acompanhado por um guia. O roteiro inclui apresentação e vivência de experiências no destino, gastronomia típica, contemplação da natureza e, claro, avistamento de baleias (com raras exceções, uma vez que é um fenômeno da natureza), e visitação ao Instituto Australis/Projeto Pró-Franca , que é responsável pelo monitoramento da vida marinha e apoio à preservação da baleia franca.


Com duração de um dia inteiro, os preços são a partir de R$ 250,00 por pessoa, para adultos, e incluem almoço (exceto bebidas e sobremesas). Bebês e crianças de até cinco anos não pagam. A partir de 5 e até 12 anos pagam R$ 220,00.

Já no domingo é dia de visitar o Santuário dos Botos Pescadores, uma interação com pescadores que permite avistamento de botos e muita integração com a natureza de Laguna. O passeio inclui a visitação em uma praia quase deserta e que esconde um "mistério": a Pedra do Frade.

Trata-se de um monumento natural de mais de 20 metros de altura e 5 metros de diâmetro, inclinada e com uma formação curiosa (uma rocha sobre outra rocha), o que lhe garante muitas histórias, lendas e especulações sobre como e por qual razão ela foi parar ali. Este roteiro começa às 9h e termina às 13h, com preços a partir de R$ 160,00 por pessoa e por adulto (crianças entre 5 e 12 anos pagam R$ 120,00 e bebês e crianças de até cinco anos não pagam).

Considerando este roteiro sugerido pela Ao Sul Natural, um casal gastará, em média R$ 900,00, sem aéreo e hospedagem, que deve ser acrescentada a partir de sua escolha no site. Já uma família com dois filhos, sendo um deles menor de cinco anos, gastará, em média R$ 1.160,00 (também sem aéreo e hospedagem). Mais informações são disponibilizadas pelo telefone e WhatsApp (48) 9-9144 1352 ou pelo email  preserve@aosulnatural.com.br .

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários