Anguilla vai isentar taxa de entrada de visitantes vacinados; veja o que fazer na ilha caribenha
Divulgação
Anguilla vai isentar taxa de entrada de visitantes vacinados; veja o que fazer na ilha caribenha


Conhecer uma das mais famosas e paradisíacas  ilhas do Caribe ficou ainda mais barato para quem já se vacinou contra a Covid-19. A partir do dia 1º de julho, o governo de Anguilla decretou que turistas totalmente vacinados não precisarão pagar uma taxa de entrada à ilha. Sem essa obrigação, o custo da viagem para o local ganha R$ 1,5 mil de desconto.

A taxa de US$ 300 foi decretada pelo governo local durante a fase mais intensa da pandemia do novo coronavírus. As fronteiras foram reabertas em maio de 2021 e, além da isenção do valor, os turistas totalmente vacinados não terão restrições de movimentação pela ilha, devolvendo autonomia aos visitantes durante a viagem.

Com apenas 91 km², a ilha de Anguilla é considerada a melhor do Caribe. Localizada ao nordeste, o local está próximo da ilha de Porto Rico e da região dos Países Baixos e é considerado um território britânico ultramarino. Anguilla é um arquipélago e sua região abriga seis outras ilhas pequenas: Scrub Island, Sombrero, Dog Island, Sandy Island, Prickly Pear e Anguillita.

A região ficou conhecida por transmitir tranquilidade e por conta de seu clima tranquilo e ameno, além de oferecer exclusividade aos visitantes. Por estar fora da rota de cruzeiros, Anguilla garante privacidade e exclusividade para os seus viajantes. As praias e pontos turísticos não tendem a ser lotados, o que garante mais tranquilidade para passear.

Além disso, a ilha possui baixos níveis de chuva no ano, o que dispensa imprevistos em relação às condições climáticas. Ao todo, Anguilla possui 33 praias de areias claras e águas azuis, sendo que algumas delas foram votadas como as mais bonitas do mundo, casos de Little Bay, Shoal Bay e Rendezvous Bay Beach. 

Como conseguir a isenção da taxa?

O governo de Anguilla exige que o turista tenha recebido todas as doses da vacina contra a Covid-19. Ainda é preciso apresentar um teste RT-PCR negativo realizado de três a cinco dias de antecedência da chegada. Outros tipos de testes para detectar a doença não são aceitos. Por isso, o visitante não precisará ser testado ao chegar no local.

Mesmo com a liberação, todos os viajantes ainda precisam realizar um cadastro prévio no site oficial do Conselho de Turismo de Anguilla . Além disso, é preciso ter em mãos o comprovante de vacinação, que será apresentado na entrada da ilha. Por outro lado, o país não solicita mais comprovantes de seguro.

Pessoas não elegíveis para tomar a vacina poderão circular livremente pela ilha, assim como os turistas vacinados, e também devem apresentar um teste RT-PCR realizado de três a cinco dias antes da chegada. No entanto, esses viajantes deverão ser submetidos a testes na chegada à ilha e após a estadia. Cada teste realizado em Anguilla está sujeito a uma taxa.

Para a confirmação de não contaminação ou de vacinação, não serão aceitos os seguintes documentos:

  • Testes feitos há mais de cinco dias ou até dois dias antes da chegada;
  • Testes rápidos de PCR ou antígenos (teste de swab inclusos);
  • Testes de anticorpos;
  • Testes caseiros;
  • Testes autoadministrados;
  • Laudos médicos com o intuito de substituir o resultado negativo do teste.

O que fazer em Anguilla


A efervescência turística do local fica na região de West End. É lá onde estão localizados a maioria dos resorts cinco estrelas, restaurantes famosos e algumas das praias mais fabulosas do local. Entre elas estão Meads Bay, Rendezvous Bay, Maundays Bay, Barnes Bay, Long Bay e Cove Bay.

Essas praias formam um arco de areia cintilante e muito macia, arrematada por um mar azul sem igual. Às margens do mar fica um impressionante arco de pedra, fazendo com que a paisagem natural seja ainda mais única.

Uma alternativa a West End é a East End, que vem se desenvolvendo como a região mais tranquila e amena da ilha. A principal atração dessa ponta é a praia de Shoal Bay, uma praia quase que desértica que garante privacidade e descompressão aos visitantes.

A região de East End é a que mais possui opções de hospedagens, além de restaurantes e bares famosos e badalados. Para pegar carona no clima tranquilo do local, é possível encontrar diversos spas.

Para aproveitar o clima marítimo e tropical, existem empresas de turismo que oferecem atividades subaquáticas, como snorkeling, mergulhos no mar e passeios para observação de animais locais, programas que podem agradar os turistas mais aventureiros.

O distrito de Island Harbor também é uma das opções de visita em Anguilla. O local, que fica no extremo leste da ilha, é uma vila de pescadores locais agraciada pelas paisagens de barcos coloridos e um píer de pesca rodeado de conchas que aponta em direção à ilha vizinha de Scilly Cay. É possível visitar Scilly Cay ao pegar um bote em Island Harbor, onde o turista poderá desfrutar de um almoço típico e experimentar um ponche de rum.

Também é em Island Harbor onde acontece o Festival del Mar aos fins de semana da Páscoa, em que acontecem festivais de frutos do mar, torneios de natação e pesca e competições culinárias. Além de shows musicais, também é organizada uma corrida de barcos, considerado o passatempo preferido dos locais.

Você viu?


Culinária é uma das principais atrações

As praias e os cenários paradisíacos dividem espaço com a culinária local. O cardápio de Anguilla é muito variado e a ilha possui diversos restaurantes típicos. A sopa do Miss Mabel é uma das mais desfrutadas em Anguilla. O turista não pode ir embora sem experimentar o típico guisado de cabrito.

Mesmo com seus pratos locais, Anguilla também apresenta variedades e oferece pratos de fruto do mar, lagostas, anchovas e peixes. A ilha é repleta de bares e restaurantes que oferecem cardápio variado e vistas deslumbrantes das praias.

O churrasco de costelas suínas do Ken’s Pork BBQ também formam filas e é uma das principais atrações gastronômicas do local. Outra opção imperdível e romântica para os turistas que amam comer é o almoço em restaurantes na praia de Ocean Echo.

Transporte em Anguilla

Como sua extensão é pequena, é possível cruzar a ilha de ponta a ponta em 45 minutos de carro. No entanto, é importante lembrar que, por se tratar de um território britânico, vale ressaltar que a mão do local é inglesa (ou seja, o banco do motorista fica do lado direito). A ilha é plana e, por isso, também é possível alugar quadriciclos e bicicletas para explorar o local com facilidade. Há serviços de táxi disponíveis.

Onde ficar em Anguilla


A ilha de Anguilla possui opções de estadia para diversas faixas de preço. Os principais tipos de acomodação são as vilas, que oferecem privacidade e luxo; os hotéis boutique, que são charmosos e estão inseridos no alto luxo da ilha; e os resorts, com serviços de alto nível e diversas atividades, além de estarem localizados nas melhores praias.

A atmosfera das vilas propicia um clima de romantismo, mas também de curtição, o que pode atrair tanto casais como grupos de amigos. As vilas mais buscadas são as que estão mais próximas da praia, mas também há acomodações em decks gigantes e até em penhascos com vista para o mar — como é o caso das acomodações da ÀNI Villas.

Localizadas em cima de um penhasco, as 10 vilas do resort ÀNI estão incluídas em um roteiro luxuoso que inclui massagens, refeições e bebidas. O hotel garante uma experiência privativa e única aos visitantes. De todos os cantos da vila e das áreas comuns, é possível admirar a ilha e o mar. De acordo com o site oficial das acomodações, as estadias custam de R$ 9,8 mil e podem chegar a R$ 25,6 mil.

Os hotéis boutique são intimistas e oferecem ao turista uma boa vista do azul turquesa do mar. Além disso, a arquitetura dessas acomodações impressionam e fazem com que a acomodação se torne um lugar instagramável . O Manoah Boutique Hotel é um dos hotéis boutiques mais famosos e buscados de Anguilla. Localizado em Shoal Bay, o local oferece passeios de mergulho no mar e garante uma experiência de paz e tranquilidade. Com pouco mais de R$ 3 mil, é possível conseguir uma diária por lá.

Já os resorts possuem instalações de spas, oferecem refeições gourmets e um design que remete ao luxo. Dois dos resorts de Anguilla já foram considerados os melhores do mundo. O Frangipani Beach Resort, em Meads Bay, é um dos 100 melhores do mundo e um dos 25 melhores do Caribe. O resort tem praias privativas e casas de arquiteturas sofisticadas para tornar o passeio mais bonito. Uma diária por lá fica em média R$ 2,3 mil.

O Belmond Cap Juluca, também um dos 25 melhores resorts do Caribe, é considerado como um “retiro dos sonhos” por oferecer áreas externas relaxantes, vistas apaixonantes e spas que contam com serviços como banho de sal e tratamentos corporais. A diária sai em torno de R$ 5,3 mil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários