Tamanho do texto

O Japão chama muita atenção de turistas por suas diferenças culturais. Nesta semana, o viajante e colunista do iG Turismo Roberto Rodrigues traz dicas de como aproveitar melhor o exótico país; confira

Um dos lugares do mundo que tenho muita vontade de conhecer é Tóquio: pela sua cultura, tecnologia, personagens urbanos, belezas naturais e pelo povo incrível. Enquanto isso não acontece, trouxe a digital influencer Bruna Nakano, que reside no Japão há cinco anos, para contar com exclusividade como é viver nessa grande metrópole que é Tóquio.

Leia também: Veja 5 dicas de viagens curtas pelo Brasil

O Japão atrai turistas do mundo todo
Arquivo pessoal
O Japão atrai turistas do mundo todo

Experiência de Bruna Nakano

Eu poderia ficar horas escrevendo e contando sobre o Japão. Afinal, morei cinco anos nesse universo paralelo onde tudo é extremamente diferente. A língua, a comida e a cultura são os principais fatores pelos quais o país me atrai tanto! Eu sou do tipo de turista que experimenta de tudo, pesquisa mil lugares para visitar a cada viagem. Com o Japão, não poderia ser diferente.

Morando no país, tive a oportunidade de vivenciar todas as estações bem definidas e todas as festas sazonais de lá. Minha maior dificuldade sempre foi a língua. Dificilmente você vai encontrar um japonês falando inglês fluentemente e eu sempre precisava de um tsuyaku (tradutor) quando o assunto era mais sério.

A educação é sensacional! Não vi igual em nenhum outro país que já visitei! A limpeza do país também é algo de se admirar! 

Bruna Nakano morou no Japão por cinco anos
Arquivo pessoal
Bruna Nakano morou no Japão por cinco anos

Leia também: Que tal uma viagem para Fernando de Noronha? 5 dicas para aproveitar a ilha

E sobre a comida, não se preocupem porque tem de tudo! Desde as comidas mais tradicionais japonesas até as americanizadas e abrasileiradas. Indico que vocês experimentem comidas bem regionais, como sukiya, yoshinoya, coco curry, lamen, sushi, onigiri... São opções baratíssimas; com $ 10 dólares (entre R$ 30 e R$ 40) você come horrores! Não deixe de visitar um yakiniku, o famoso restaurante de churrasco japonês em que você paga por uma hora e come à vontade. Na mesa há uma grelha e você mesmo prepara o seu churrasco.

Sobre onde ir, se jogue em Tóquio ! Lá você vai encontrar de tudo. Conheça Shibuya e a rua mais famosa do mundo (aquela de Velozes e Furiosos), a moda japonesa com uma modelagem extremamente pequena; a estátua do famoso Hatchiko (o cãozinho que esperava seu dono na estação de Shibuya), o Seibu cheio de marcas de mercado de luxo, e a Condomania, uma loja com as camisinhas mais bizarras que você vai ver na vida. Aproveite também para subir no Starbucks e no Hikarie para fotografar a rua mais famosa do mundo.

Bruna Nakano no Bairro Shibuya
Arquivo pessoal
Bruna Nakano no Bairro Shibuya

Harajuku tem cheiro de crepe doce, garotas vestidas de anime por todos os lados e também dá para fazer compras. Há muitas lojas com promoções e coisas que você só encontra por lá. É lei passar pela rua Takeshita-dori para essas comprinhas! Akihabara, o paraíso nerd, cheio de eletrônicos e mangás em que você encontra MUITAS opções de eletrônicos. Vale visitar o sexshop de cinco andares perto da estação: ele tem um andar só de calcinhas usadas à venda. Bizarro! Não deixe de passar por Roppongi e se jogar nas baladas japonesas ( que de japonesas não têm nada, são a cara da América). Também indico a antiga Gaspani, que agora se chama Line.

Leia também: Veja dicas para aproveitar Juquehy no litoral norte de SP

Se tiver um tempinho, visite um templo, eles são bem tradicionais e você não vai se arrepender! Se for no inverno, não deixe de conhecer um onsen, são os famosos banhos super quentes. Aproveite  também para fazer snowboard.

A minha dica é a de que, antes de viajar, você tente conhecer ao máximo a cultura do Japão para não cometer nenhuma gafe. De resto, se jogue e aproveite ao máximo! Quer mais dicas de viagens? Acompanhe a coluna do Roberto Rodrigues  no iG Turismo.