Tamanho do texto

"Tivemos sorte que tudo isso tenha acontecido no aeroporto e não quando estávamos voando", diz um dos passageiros que presenciou as agressões

Um passageiro que estava em um avião na Rússia e não teve a identidade revelada deve ficar preso por seis anos após ter um ataque de raiva dentro da aeronave antes da decolagem. De acordo com informações do site East2west , o rapaz estava bêbado e atacou a tripulação do voo SU1307, da companhia Aeroflot.

Leia também: Mulher é retirada de voo e presa após reclamar de vômito no assento da filha

Aeroflot
shutterstock
Um passageiro da Aeroflot teve um ataque de raiva ao embarcar no voo; ele agrediu os pilotos e machucou um funcionário

Segundo o jornal britânico  Mirror , o homem ainda tentou “esmagar o rosto” de uma comissária de bordo após iniciar uma discussão com a mulher. “Ele empurrou a aeromoça para dentro da cabine de pilotagem e, em seguida, bateu nos pilotos e em outros profissionais”, diz uma fonte policial ao East2west .

Ao Express.co.uk , outro veículo britânico, a Aeroflot se pronunciou: “Um passageiro embarcou em estado de embriaguez, tentou entrar na cabine e agrediu verbalmente e fisicamente a equipe e outros passageiros. Um dos nosso funcionários quebrou a perna. A polícia chegou e o retirou do voo, que atrasou 20 minutos.”

Leia também: Passageira é barrada em voo por causa de traje "inapropriado"

A empresa ainda diz que “irá colocar esse passageiro na lista negra pelo período máximo de tempo permitido pela lei russa." O homem agora enfrenta uma série de acusações relacionadas a vandalismo aéreo e violência contra policiais, uma vez que também tentou atacá-los quando estava sendo retirado do voo .

Leia também: Homem causa pânico em voo após tentar abrir porta de emergência durante trajeto

"Tivemos sorte que tudo isso tenha acontecido no aeroporto e não quando estávamos voando", diz um passageiro que testemunhou a cena ao Mirror . "Você pode imaginar o terror se ele tivesse enlouquecido durante o voo?", questiona outro.