Tamanho do texto

Em entrevista a um portal de notícias da Inglaterra, o chefe de operações chamado Nick Brasier trouxe os motivos por trás dessa inusitada novidade

A  companhia aérea  britânica está levantando a possibilidade de pesar os passageiros antes da realização de seus voos. A verificação do peso seria feita por meio de uma discreta plataforma de pressão, durante o check-in.

Passageiros de avião
shutterstock
Passageiros podem ser pesados antes do embarque para evitar o desperdício de combustível por parte das aeronaves

Leia também: Comissário de bordo revela item que passageiros não podem esquecer na viagem

Essa verificação do peso dos passageiros seria feita para obter uma medida mais precisa da quantidade necessária de combustível para o avião. Isso reduziria os custos, bem como reduziria as emissões de carbono.

Atualmente, as companhias aéreas usam um peso médio estimado de um homem, uma mulher ou uma criança para calcular suas necessidades de combustível. No entanto, os técnicos alegam que este cálculo impreciso resulta em desperdício de combustível.

Leia também: 7 segredos que os pilotos de avião não compartilham com os passageiros

Chefe de operações fala sobre a possibilidade de pesar os passageiros

Passageiros aéreos em seus assentos
shutterstock
A medida de pesar os passageiros antes do embarque tem, como objetivo, diminuir o desperdício de combustível

Em entrevista ao portal de notícias britânico Mirror ,  o chefe de operações Nick Brasier aponta que a maioria dos voos transporta cerca de 1% a mais de combustível do que precisam. Brasier declara: "Não estamos dizendo para que as pessoas ficarem de pé numa balança, mas os aeroportos poderiam comportar almofadas de pressão na área de entrega de malas". 

Leia também: Piloto cita atitude que os passageiros jamais devem ter durante o voo

O chefe de operações ainda completa: “Depois que a bolsa foi despachada, o sistema pode perguntar: 'Você está em pé na almofada de pressão?' Se os passageiros tocarem em 'Sim', o peso pode ser registrado e passado confidencialmente para a companhia aérea."