Guia: montanhismo para iniciantes
Unsplash
Guia: montanhismo para iniciantes




Montanhismo é uma modalidade esportiva que consiste em subir montanhas, seja escalando, pedalando ou fazendo longas caminhadas por trilhas. Diferente do alpinismo, atividade realizada nos Alpes, o montanhismo limita-se à subida em montanhas médias, de até 2500 m de altitude. Apesar de ser um esporte prazeroso para quem pratica, é necessário preparo físico, principalmente para os iniciantes.

As origens do montanhismo datam do século 18, quando o geólogo Horace-Bénédict de Saussure, considerado o pai do alpinismo, realizou uma série de escaladas na França. Desde então, as técnicas para escalar montanhas foram se aprimorando. Mas foi apenas em 1953 que uma pessoa chegou ao topo de uma montanha pela primeira vez. Edmund Hilary e seu companheiro Tensing Norgay, alcançaram o topo do Monte Everest, a montanha mais alta do mundo. 

No Brasil, há diversas opções para os praticantes de montanhismo, em diferentes graus de dificuldade. Quem nunca se aventurou na modalidade esportiva, é recomendável que vá acompanhado de uma pessoa experiente. 

As modalidades do Montanhismo

O Montanhismo reúne diversas práticas esportivas com características distintas, sendo as mais populares trekking, hiking, escalada e rapel. O primeiro consiste em uma atividade de caminhada na natureza, assim como o hiking. A diferença entre os dois está no tempo de duração. Enquanto o trekking pode durar mais de um dia, o hiking é mais rápido, apenas tempo de ida e volta da trilha.

Na escalada, existem várias opções a se escolher. No entanto, a mais indicada para iniciantes é a escalada esportiva. Essa vertente oferece um grau maior de segurança, já que para praticá-la é preciso adquirir um seguro obrigatório, além de uma carta de montanhista  na Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada (CBME). O rapel, por outro lado, é uma atividade radical que se utiliza de equipamentos adequados, para realizar a descida vertical em paredões e vãos livres. 

Você viu?


Equipamentos

Em caminhadas, os itens básicos a serem utilizados são: 

  • Tênis ou botas
  • Barraca
  • Mochila
  • Saco de dormir
  • Lanternas
  • Canivetes
  • Kits de primeiros socorros

Para atividades radicais, como rapel ou escalada, além dos itens citados acima também são necessários outros específicos:

  • Sapatilha (cadarço, velcro, slipper)
  • Cordas
  • Capacete
  • Fita solteira
  • Mosquetões
  • Cadeirinhas
  • Freio

Algumas trilhas no Brasil para iniciantes no montanhismo:

Serra do Lopo - Minas Gerais

A Serra do Lopo, localizada em Extrema, município de Minas Gerais, é um conjunto de montanhas que integram a Serra da Mantiqueira. Fica a aproximadamente 110 km de São Paulo, e o Pico do Lopo, ponto mais alto da Serra, possui mais de 1.750 m de altitude.

A trilha de acesso possui nível médio de dificuldade e existem sinalizações durante todo o trajeto. Na cidade também há guias turísticos locais, além de ser cobrada uma taxa de manutenção para realizar as trilhas. 

Morro Araçatuba - Paraná

A montanha, situada na cidade de Tijucas do Sul, tem 1673 m de altitude. A vegetação é totalmente descampada, diferente de outros montes que possuem mata fechada. Além disso, é uma boa opção para iniciantes porque tem uma trilha relativamente curta, de 3,5 km.

Pedra do Baú - São Paulo

No município de São Bento de Sapucaí, a aproximadamente 209 km da capital paulista, é um conjunto de rochas que também fazem parte da Serra da Mantiqueira. A Pedra do Baú é o ponto mais alto de um complexo de morros formado pelo Bauzinho, Pedra do Baú e Ana Chata. 

Do alto da serra o montanhista ainda tem a vista privilegiada de São Bento do Sapucaí, Campos do Jordão, algumas cidades do Vale do Paraíba, da Serra da Mantiqueira e da divisa com Minas Gerais. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários