Slow Travel: tendência de viagem que evita aglomerações
Unsplash
Slow Travel: tendência de viagem que evita aglomerações




Nos últimos anos, o estilo de viagem Slow Travel se tornou uma opção muito procurada pelos turistas que buscam uma experiência mais calma e desacelerada. O termo é uma junção das palavras do inglês “slow” (lento) e “travel” (viagem).

Dessa forma, a “viagem lenta” se refere às viagens em que as pessoas aproveitam a estadia sem tanta pressa, priorizando a qualidade do passeio em vez da quantidade de atrações visitadas e das publicações nas redes sociais, por exemplo.


Após o surgimento da pandemia, o medo de aglomerações se fez presente na vida dos turistas. Mesmo com o avanço da vacinação em todo o globo, muitos países ainda apresentam medidas rígidas para evitar a disseminação do vírus. Por isso, o Slow Travel pode ser uma ótima opção para quem deseja estar seguro, mas sem deixar de viajar. 

Sem pressa

No Slow Travel as viagens são feitas com calma, muitas vezes em praias vazias ou vilarejos. Essa é a principal diferença com uma viagem tradicional: o viajante não visita tantas cidades, museus ou realiza muitas compras. Em contrapartida, ele vai observar os detalhes do lugar em que está hospedado, entrando em contato profundo com a cultura e tradições locais. 

A ansiedade causada pelo uso excessivo das redes sociais também é deixada de lado. No Slow Travel, quanto menos o turista utiliza o celular, melhor. Além disso, pode ser uma escolha mais barata, já que é possível se hospedar em acomodações em bairros mais afastados, comer em restaurantes menores, no lugar de grandes franquias e descarta agências que oferecem pacotes com várias atrações.

Você viu?


Sustentabilidade

Outro fator para se atentar no Slow Travel é a questão da sustentabilidade. Segundo o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU), ações humanas foram responsáveis por aumentar 1,07°C na temperatura do planeta, ou seja, cada vez mais as pessoas se preocupam em deixar suas atividades rotineiras menos agressivas ao meio ambiente e o segmento do turismo não poderia fugir disso. 

Para organizar sua viagem pensando no Slow Travel, existem alguns caminhos a se seguir. O primeiro passo é definir o destino com antecedência, para que não sejam feitas compras de pacotes caros. Nesse estilo de viagem o turista pode optar por escolher suas próprias acomodações e serviços de transportes, de acordo com as suas necessidades. 

Conheça dois destinos no Brasil para se realizar Slow Travel


Chapada Diamantina - Bahia

A região da Chapada Diamantina se estende por aproximadamente 38 mil km² de uma extensa área verde.
Reprodução
A região da Chapada Diamantina se estende por aproximadamente 38 mil km² de uma extensa área verde.


A região da Chapada Diamantina se estende por aproximadamente 38 mil km² de uma extensa área verde. Dentro dela, fica o Parque Nacional da Chapada Diamantina. Para visitar o local, é preciso entrar pela cidade de Lençóis, localizada a 430 km de Salvador. Outras cidades também oferecem estadia para os visitantes, como Mucugê, Vale do Capão e Igatu.

O lugar é ideal para os amantes de aventura e natureza. Além da bela paisagem, o turista irá aproveitar as cachoeiras, poços de águas transparentes, grutas, formações rochosas e inúmeras trilhas. Vale também visitar as cidades ao redor, com atrações históricas e gastronomia típica.

Bonito - Mato Grosso do Sul

Slow Travel: tendência de viagem que evita aglomerações
Reprodução
Slow Travel: tendência de viagem que evita aglomerações


Localizada a 300 km da capital Campo Grande, Bonito é uma cidade pacata e aconchegante, que guarda inúmeras belezas naturais. O turismo local realiza um forte incentivo à preservação da natureza, por isso a cidade é um dos principais destinos de Ecoturismo no Brasil.

Distante 135 km da fronteira com o Paraguai, sofre muita influência da cultura do país vizinho. Também é próxima do Pantanal e possui uma vegetação que transita entre áreas da Mata Atlântica e do Cerrado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários