O Cicloturismo utiliza a bicicleta como principal veículo de transporte
Divulgação/Airbnb
O Cicloturismo utiliza a bicicleta como principal veículo de transporte




Os amantes de viagem precisam pensar em vários pontos antes de pegar a estrada. Para onde ir, o que levar, quais são os gastos, documentos necessários e muitos outros. Além disso, uma parte importante do planejamento é escolher como chegar ao destino escolhido. Existem pessoas que preferem viajar de avião, por exemplo, alguns preferem carros ou ônibus e, é claro, há aqueles que optam por unir duas paixões: pedalar e conhecer lugares novos. Ao fazerem isso, elas estão praticando o cicloturismo.

O cicloturismo nada mais é do que viagens longas, em que a bicicleta é o principal transporte. Trata-se de uma modalidade reconhecida pelo Ministério do Turismo e o Brasil tem diversas estradas para quem deseja se aventurar pedalando. Aliás, o segmento não é restrito à viagens domésticas, apenas em território nacional. Pelo contrário, muitas pessoas atravessam fronteiras sobre as bikes. 

É o caso de Karla Silva que, de 2012 a 2015, percorreu 41 países (contando com o Brasil) pedalando. Ela conta que o principal motivo que a levou tomar essa decisão foi uma tentativa de fuga da metrópole. “Eu morava em São Paulo e estava muito cansada da cidade grande, principalmente uma tão agressiva. Eu queria sair da capital justamente para ver se o mundo não se resumia a trabalhar e ganhar dinheiro”, diz ao iG Turismo. 

Ter a oportunidade de apreciar a paisagem, conhecer novas culturas e estar em contato com a natureza são apenas alguns dos benefícios de se praticar o cicloturismo. “A bicicleta nos coloca em um lugar de pertencimento. Se chegamos em um lugar de avião, por exemplo, não temos acesso às pessoas, mas a um sistema. Quando vamos de bicicleta, é tudo mais aberto. Nós somos muito bem recebidos pelas pessoas, há um forte sentimento de empatia”, explica Karla.

Você viu?

Preparação

Como são viagens de longas durações, o preparo físico é fundamental. É importante muito treino, além de uma proximidade com o ciclismo. Depois, é necessário calcular a distância que irá percorrer e verificar se a bicicleta está preparada para aguentar grandes trajetos. Também é preciso estar atento às condições das estradas: se são de terra, se possuem montanhas, se têm lugares para alimentação e hospedagem. Cuidado ao viajar sozinho, pois o indicado é procurar um grupo de ciclismo ou uma agência. No Brasil, existem empresas especializadas em prestar suporte para o cicloturismo. 

Equipamentos

Elementos essenciais para viajar com segurança:

  • Capacete;
  • Luvas de proteção;
  • Roupas de ciclismo adequadas;
  • Roupas que condizem com o clima;
  • Utensílios básicos para cozinhar;
  • Óculos escuros;
  • Lanterna;
  • Sinalização na bicicleta;
  • Mochila com água e alimentos;
  • Uma barraca leve;
  • Kits com ferramentas e reparos para câmaras de ar;

Viagens internacionais

Para viajar fora do Brasil, é preciso se atentar com os tópicos listados acima e com os trâmites burocráticos específicos de cada país. Veja se é necessário visto, pesquise a cultura e os hábitos do local, para evitar infringir alguma lei ou regra, se as estradas são perigosas, etc. 

Principais estradas de Cicloturismo no Brasil

Caminho da Fé (SP e MG) 

A maior rota de peregrinação do Brasil, passa pelo interior de Minas Gerais e São Paulo, com destino a Aparecida. Seu percurso varia de 300 a 500 km, dependendo de onde iniciar. Como ela recebe milhares de pessoas por ano, há muitas opções de alimentação e hospedagem.

Estrada Real (SP, MG e RJ) 

Vários caminhos levam à Estrada Real, mas o mais tradicional é o Caminho Velho, que possui 710 km. Começando em Paraty, no Rio de Janeiro, vai para Ouro Preto, São João Del Rei e Tiradentes, cidades históricas de Minas Gerais. 

Serra da Canastra (MG)

O local é famoso por ser um grande produtor de queijos no Brasil. O trajeto liga cascatas, mirantes e vilarejos. A Serra da Canastra é também um parque nacional, em que nasce o Rio São Francisco e abriga uma área extensa de natureza preservada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários