Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa de 2016
Reprodução/dezanove.pt
Marcha do Orgulho LGBT de Lisboa de 2016


Lisboa, capital de Portugal, endossou que apoia a declaração do Parlamento da União Europeia como "Zona de Liberdade LGBT". Segundo informações do canal Time Out, a capital do país europeu se manifestou sobre o assunto na última reunião pública da Câmara Municipal, que ocorreu em 18 de março.

No último dia 12, representantes do partido Lei e Justiça, da Polônia, votaram contra a proclamação da União Europeia. Segundo informações divulgadas pela imprensa polonesa, o país possui vários municípios "anti-LGBT" que visam banir a igualdade de direitos da comunidade. 

Segundo os vereadores Manuel Grilo e Paula Marques, a iniciativa foi uma forma de repudiar a criação de "zonas livres de cidadãos LGBTIQ na Polônia e na Hungria". "Queremos uma cidade que respeita os valores do respeito pela dignidade humana, da liberdade, da democracia, da igualdade, do Estado de Direito e do respeito pelos direitos humanos”, disse Grilo em seu Twitter.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários