Praça do Comércio, um dos principais pontos turísticos do centro de Lisboa, em Portugal
Felipe Carvalho
Praça do Comércio, um dos principais pontos turísticos do centro de Lisboa, em Portugal









Você viu?


O Ministério do Interior de Portugal anunciou neste sábado, 13, a prorrogação da suspensão de voos que partem do Brasil e o Reino Unido até 1º de março, a fim de conter os números alarmantes de casos de coronavírus no país. O país lusitano já havia rejeitado os passageiros brasileiros no fim de janeiro devido ao aumento dos casos e devido à detecção de novas cepas do coronavírus.

A variante da Covid-19 brasileira, que surgiu em Manaus, foi detectada pela primeira vez em Portugal na última quarta-feira, enquanto que a nova cepa inglesa já havia sido registrada no final do ano passado, que pode ter sido o fator principal do aumento dos casos no país e que levou a rede hospitalar ao caos.


Para os brasileiros que são residentes europeus, o governo pede que seja apresentado um teste negativo para coronavírus com, no máximo, 72 horas de antecedência, e fazer uma quarentena de 14 dias ao chegar ao país. 

O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, também prorrogou a proibição de voos vindos do Brasil por conta da variante do coronavírus. Segundo ele, a luta contra a pandemia não para e a difusão das variantes impõe ao país prudência máxima.

"Por isso, acabei de assinar a prorrogação das limitações de entrada de viajantes provenientes do Brasil, admitindo a entrada apenas para quem tem a residência na Itália ou para casos excepcionais", afirmou.

    Leia tudo sobre:

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários