Antes da mudança, faça  um bom planejamento e pesquise os preços com calma
shutterstock
Antes da mudança, faça um bom planejamento e pesquise os preços com calma

Ir embora de sua terra natal para tentar a vida em um novo país exige uma boa dose de planejamento e inúmeras pesquisas. Mas o que devemos fazer, na prática, para atenuar o impacto dessa mudança?

Para responder essa pergunta, o iG Turismo buscou algumas dicas com a Elite International Realty, de Miami, nos Estados Unidos, que esclarecem desde as dúvidas relacionadas a obtenção do visto até como se posicionar no mercado de trabalho.

Segundo dados divulgados pelo Consulado Brasileiro (Itamaraty) em 2018, mais de 1 milhão de brasileiros vivem no país norte-americano e aproximadamente 300 mil apenas no estado da Flórida.

Tendo em vista a globalização e com ela a mobilidade internacional, seja ela por motivos profissionais ou pessoais, quanto mais preparado você estiver, menos preocupações vai aparecer antes e depois da mudança.

Confira as nossas principais dicas para te ajudar nesse processo árduo e evitar grandes transtornos, fazer uma mudança tranquila, segura e ter em mente o que será exigido para morar nos Estados Unidos.

Tipos de visto

Para começar, o candidato precisa saber se possui o perfil necessário para as  várias categorias de vistos para quem está de mudança para os Estados Unidos. Para isso, esteja atento às leis e procedimentos necessários para saber se corresponde ao enquadramento exigido para cada um deles. Para trabalho, por exemplo, os mais comuns são: o H-1B e o L-1 .

O H-1B , é destinado principalmente para a área técnica, normalmente custeado pela empresa que oferece a oportunidade de emprego. Para obter esse visto é necessário estar licenciado em qualquer carreira e ter diploma, que pode ser requerido pela empresa. Este tipo tem uma duração média de três anos e pode ser estendido em um limite de até seis anos. Já o visto L-1 permite que colaboradores de empresas estrangeiras, que possuem filial nos EUA, entrem para trabalhar no país.

O EB-5  concede o green card - um visto permanente de imigração concedido pelas autoridades do país -, e serve para quem fizer um aporte mínimo de US$ 900 mil [o equivalente a R$ 4,9 milhões em valores atuais], a serem aplicados em negócios novos, projetos aprovados pelo governo norte-americano (como hospital ou asilo em área carente, por exemplo), que tenha capacidade para gerar ao menos 10 empregos no país.

Escolha da residência nos EUA

O país possui uma grande variedade de lugares para todos os gostos e bolsos, em grandes, pequenas e médias cidades. Os estrangeiros, de maneira geral, preferem os EUA como destino principal para investir em moradia. Entre os principais motivos se destaca a infraestrutura consolidada e sempre atual, como: segurança pública, limpeza, organização da sociedade, escolas, universidades reconhecidas internacionalmente, medicina e hospitais modernos (lembrando que lá não há hospitais públicos, como acontece no Brasil, por exemplo), entre outras.

Você viu?

Nas últimas décadas, a Flórida, especialmente Miami, tem sido o grande centro de negócios para os brasileiros, já que se tornou o lugar de possível moradia, para compras e vendas de imóveis. A região oferece também diversos serviços especializados, como assistência jurídica, consultoria, educação, contabilidade e finanças. Morar ou investir em Miami pode ser muito interessante e lucrativo para qualquer cidadão.

Seleção da escola para os filhos

Quando a família se muda para o país, a principal dúvida é a escolha da escola para matricular os filhos. Assim como no Brasil, os Estados Unidos têm escolas públicas e particulares. Vale lembrar que para matricular os filhos na escola é necessário residir no mesmo distrito onde a escola está localizada.

O site GreatSchools (uma organização sem fins lucrativos) registra uma avaliação para cada escola e é dividido por idade escolar, sendo: Elementary School correspondente até a 6ª série; Middle School da 6ª a 8ª série e High School da 9ª a 12ª série, o equivalente ao Ensino Médio brasileiro. Vale a pena conferir a nota de cada escola antes de fazer essa escolha tão importante!

Áreas profissionais para investir e trabalhar

Nos Estados Unidos muitas profissões estão em alta e os brasileiros estão em algumas das posições de destaque. Entre as mais requisitadas estão: medicina e enfermagem, tecnologia da informação, engenharia civil e pessoas que atuam na área de alimentação (como bares e restaurantes, por exemplo).

Programa para momentos de lazer

Quando as partes mais burocráticas da mudança e da adaptação estiverem resolvidas, vale também investir no lazer, com passeios que o levem para novas experiências e aventuras.

Orlando é o centro dos parques de diversão, é lá que estão os parques da Disney , Universal Studios , Aquatica Orlando , Epcot , Islands of Adventure , Legoland , Magic Kingdom , Discovery Cove , Animal Kingdom , Sea World e Hollywood Studios . Há também shoppings de varejo, com ofertas imperdíveis! É uma região bem localizada e perto dos principais pontos turísticos.  Miami oferece um clima muito favorável para praticar esportes náuticos, barcos, jet ski, jogar golfe ou assistir a eventos esportivos como tênis, basquete, futebol americano e diversos outros.

As opções de lazer são para todos os gostos
shutterstock
As opções de lazer são para todos os gostos

Gostou das dicas? É de total importância estar com todos os documentos necessários organizados e se manter atualizado sobre os procedimentos de entrada nos EUA.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários