Tamanho do texto

Roteiro inclui Florença, passeios por vinícolas e um tour por Livorno

Entre os estilos arquitetônicos únicos de cidades como Florença e as vinícolas no interior, um roteiro pela Toscana pode ser ao mesmo tempo uma viagem pelo cenário de um filme e uma aventura romântica para quem gosta de impressionar a cara metade.

Leia também: Misturando sofisticação e história, o turismo em Milão promete te surpreender

Casa de fazenda ao longe durante o pôr do sol na Toscana arrow-options
shutterstock
Um roteiro pela Toscana oferece o melhor da cultura e do vinho que essa região da Itália tem a oferecer

Como descreve a influenciadora digital e fashion specialist Mariana de Moraes Sales Vieira, a região é "magnífica! É como ver uma pintura ao vivo". E para você preparar seu próprio roteiro pela Toscana , ela separou algumas dicas que irão ajudá-lo a evitar imprevistos e a otimizar a sua viagem. Você pode ver quais são elas no infográfico abaixo:

Mas as dicas só valem se você souber para onde ir nessa região da Itália . Pensando nisso, o iG Turismo preparou um roteiro de três dias com algumas sugestões tanto da influenciadora como do portal de turismo oficial da Toscana.

Roteiro pela Toscana, dia 1: Florença

Para inaugurar sua viagem pela região da Toscana , nada é melhor do que passar um dia em Florença. A dica é começar cedo e otimizar o seu roteiro para ver apenas os principais pontos  turísticos. 

Segundo Mariana, um dos lugares que não pode ficar de fora do seu roteiro na cidade é o Duomo de Florença, na Catedral de Santa Maria del Fiore, principalmente por causa da cúpula projetada por Filippo Brunelleschi. Segundo o Visit Tuscany, portal de turismo oficial da Toscana, o tempo ideal para esse passeio é de 2h30min.

Outros pontos recomendados pelo Visit Tuscany são o Mercado de San Lorenzo, a Piazza della Signoria, a Biblioteca delle Oblate, a Ponte Vecchio e a Piazzale Michelangelo. Todos eles são roteiros de 30 min a 1h30min, então programe-se bem para não ficar sem tempo.

Leia também: Pedaço da Itália na Serra Gaúcha: explore roteiros por Flores da Cunha

Roteiro pela Toscana, dia 2: Chianti e San Gimignano

Uma das melhores formas de conhecer essa região da Itália é de carro, principalmente com uma pequena viagem nos campos entre Florença e San Gimignano. As estradas são cercadas por vinícolas, castelos medievais e fazendas, rendendo paisagens inesquecíveis para guardar na memória.

E apostar em alguns pit-stops pelas vinícolas de Chianti é exatamente o que você deve fazer para começar seu segundo dia do roteiro pela Toscana.

Além disso, o destaque, para Mariana, é a comuna de Greve in Chianti, que tem cerca de 12 mil habitantes e fica a menos de 1h de carro de Florença. "Ali foi possível entender toda a essência da região", afirma. 

A área dessa comuna, segundo o Visit Tuscany, está dentre as mais antigas produtoras de vinho da região da Toscana e seus produtos são marcados pelo "Gallo Nero", a imagem de um galo preto, em seus rótulos.

Após a parada em Greve in Chianti, o roteiro segue para San Gimignano, uma pequena vila medieval que se manteve quase que inalterada ao longo dos séculos.

"Ela é muito pequena. O atrativo turístico é conhecer a cidade medieval mesmo", diz a influenciadora. Mas San Gimignano tem uma atração que se destaca em sua praça principal, segundo Mariana: a Gelateria Dondoli, dona do melhor sorvete do mundo.

Roteiro pela Toscana, dia 3: Livorno

Depois do seu dia no interior dessa região da Itália, é hora de ir até o litoral para encerrar o roteiro pela Toscana em Livorno. Os principais pontos da cidade podem ser explorados em um dia, e o Visit Tuscany inclusive sugere uma maneira diferenciada de conhecê-los: num passeio de bicicleta.

Independentemente de qual meio de locomoção você use para explorar Livorno, vale começar pelo Monumento dei Quattro Mori, considerado o símbolo da cidade. Quem consegue ver os narizes dos quatro mouros ao mesmo tempo, segundo o portal de turismo oficial da região, terá boa sorte.

Também vale uma passagem pelo Mercato delle Vettovaglie, um mercado coberto que surgiu dentro de um palácio do século XVIII. Nas redondezas dele, você poderá aproveitar o melhor da comida de rua em Livorno e da região da Toscana - uma boa parada para um lanche se você estiver pedalando.

O bairro veneziano da cidade também é uma paisagem que não pode ficar de fora do seu roteiro. Enquanto contornar os canais, aproveite para visitar a Fortezza Nuova e a Igreja de Santa Caterina.

Leia também: 8 tipos de hotéis na Itália fora do comum para aproveitar novas experiências

E quando o pôr do sol estiver chegando para encerrar seu roteiro pela Toscana , vá para o Terrazza Mascagni, uma praça a beira-mar que garante uma vista única - e romântica - do litoral para fechar a viagem com chave de ouro.