Tamanho do texto

O turismo em Milão não é só para os fãs de artes, e as dicas da designer de moda Luiza D'Angelo são prova de que a cidade tem muito a oferecer

A capital da região da Lombardia, no noroeste da Itália, não é nenhuma estranha para os turistas, seja para passar uma semana ou para passar um dia em Milão . Apenas em 2017, segundo o levantamento Mastercard's Global Destination Cities Index, o turismo em Milão atraiu 8,8 milhões de estrangeiros ao longo do ano, colocando-a em 15º lugar na lista.

Duomo de Milão e a Piazza del Duomo durante o anoitecer arrow-options
shutterstock
Misturando história, cultura, diversão, gastronomia e arte o turismo em Milão tem opções para todos os gostos

E não são apenas os eventos de design e de moda, como a Milan Fashion Week, que reúnem tantas pessoas anualmente nessa metrópole. Como prova disso, a designer de moda Luiza D'Angelo, que elegeu a cidade como um de seus destinos europeus favoritos, separou os principais atrativos do turismo em Milão .

"Fiquei fascinada por Milão e seus encantos. A cidade é rica em cultura, referência no mundo do design e da moda, cada cantinho tem seu charme", observa sobre a cidade de Milão.

De praças e castelos a galerias e bairros que dão vida à cidade durante a noite, você encontrará muito o que fazer em Milão . "E, claro, não deixem de experimentar a comida italiana e o vinho quando tiverem a oportunidade de viajar para lá", completa a designer de moda.

4 dicas de turismo em Milão de Luiza D'Angelo

Além de seus destinos favoritos na Capital da Moda , Luiza também compartilhou algumas dicas de como aproveitar a cidade melhor, as quais você pode conferir no infográfico acima - basta clicar na seta azul à direita para navegar pelos conselhos da designer de moda.

E se você estiver curioso para saber quais os pontos turísticos de Milão  que ela recomenda visitar para aproveitar ao máximo a cidade, confira a lista abaixo.

Destino de turismo em Milão #1: Piazza del Duomo

Turistas passeando pela Piazza del Uomo, passando pela estátua de Vittorio Emanuele II e pelo Duomo de Milão arrow-options
shutterstock
Turismo em Milão: a Piazza del Duomo reúne vários atrativos turísticos da cidade, desde monumentos até lojas

A Piazza del Duomo, segundo o Guia Della Citta, o guia oficial de turismo em Milão, é o centro da cidade tanto na história como na geografia. Ela é o resultado de várias expansões, que foram feitas ao longo dos séculos.

Hoje em dia, ela é cercada por cafés e lojas e abriga o Duomo de Milão, catedral que é um dos pontos turísticos de Milão mais conhecidos. "Sugiro também um almoço do terraço da Terrazza Aperol, um restaurante que tem vista para a catedral", completa Luiza.

Destino de turismo em Milão #2: Galeria Vittorio Emanuele II

Panorâmica do interior da Galleria Vittorio Emanuele II com o mosaico de touro no chão e o teto de vidro e ferro arrow-options
shutterstock
Turismo em Milão: a Vittorio Emanuele II é famosa tanto por suas lojas de grife como por seu mosaico de touro

Esta galeria, localizada na própria Piazza del Duomo, começou a ser construída em 1865, e seu teto feito em ferro e vidro serve de abrigo para diversos cafés e restaurantes históricos de Milão até os dias de hoje, segundo a designer de moda.

Na Vittorio Emanuele II também estão lojas de marcas importantes como Gucci e Louis Vuitton. "A dica é atravessar a galeria sem pressa, prestando atenção em cada detalhe", recomenda.

Outro atrativo desse ponto turístico é seu touro de mosaico que pavimenta o chão da galeria. Diz a lenda, segundo Luiza, que aqueles que pisarem na figura terão sorte. "As pessoas fazem fila e dão três voltas inteiras na figura com o calcanhar do pé direito encostado nele", relata.

Leia também: Empresa cria hospedagem com decorações de unicórnio em Milão

Destino de turismo em Milão #3: Castello Sforzesco

Muralhas e torre central do Castello Sforzesco, em Milão arrow-options
shutterstock
Turismo em Milão: o Castello Sforzesco é um ótimo exemplar da arquitetura e das artes medieval e renascentista

O Castello Sforzesco, na forma em que se encontra atualmente, foi obra de Antonio Averulino, mais conhecido como Filarete. De acordo com o Guia Della Citta, Filarete transformou o forte num palácio para o Duque Francesco Sforza no século XV. 

O trabalho havia sido começado por Galeazzo II Visconti em 1368, e o Castello Sforzesco serviria como lar para os lordes de Milão até o século XVI, quando ele voltou a servir para fins militares.

Se você procura o que fazer em Milão e é um entusiasta da arquitetura e das artes medieval e renascentista da itália, pode se surpreender com o castelo e seus jardins e seus museus, que abrigam obras primas como a Pietá Rondanini de Michelangelo.

"Para quem não tiver tempo de visitar os museus dentro do castelo, vale admirar a sua estrutura, os pátios internos e depois ir descansar no Parque Sempione, que fica atrás da fortificação", propõe a designer de moda.

Destino de turismo em Milão #4: Bairro Navigli

Barcos navegando pelo canal do Navigli e pessoas sentadas em mesas à beira do canal durante a noite arrow-options
shutterstock
Turismo em Milão: ir à a noite nos bares e restaurantes do Navigli é uma opção para quem procura o que fazer em Milão

Quem gosta de agito durante as noites não pode deixar de visitar o Navigli, bairro próximo à Piazza Ventiquattro Maggio. Este é um dos lugares mais divertidos da metrópole, com galerias, lojas e bares que reúnem gente de todas as tribos para enriquecer a experiência de turismo em Milão.

Seu estilo, segundo Luiza, lembra um pouco a cidade de Veneza. "Parece uma versão menor de Veneza, com restaurantes e bares coloridos em volta do canal. Aproveite para tomar um drink no Yard Hotel, um dos hotéis mais cool e lindos de Milão", aconselha.

Destino de turismo em Milão #5: Bvlgari Hotel

Jardim interno do Bvlgari Hotel Milano arrow-options
Divulgação/Bvlgari Hotel Milano
Turismo em Milão: o jardim do Bvlgari Hotel Milano é ideal para apreciar um bom vinho ou o seu drink favorito

Localizado no Brera, bairro frequentado pela boemia da Capital da Moda, o Bvlgari Hotel se destaca com sua decoração elegante e belo jardim interno, que a designer de moda define como um lugar "perfeito para degustar um drink ou um vinho no fim da tarde, ainda mais no verão, curtindo a atmosfera chique e contemporânea".

Destino de turismo em Milão #6: Galleria Vik Milano e Vikissimo Restaurant

Mesa na janela do Vikissimo Restaruant, com vista para o interior da Galleria Vittorio Emanuele II arrow-options
Reprodução/Facebook
Turismo em Milão: o Vikissimo, restaurante do Galleria Vik Milano, é um dos destaques gastronômicos da cidade

Para a designer de moda, o principal atrativo do hotel Galleria Vik Milano, que fica dentro da Vittorio Emanuele II, é seu restaurante, o Vikissimo Restaurant. "O hotel é super novo e cool, moderno, e a comida do restaurante é maravilhosa", atesta.

Leia também: Revista americana elege os melhores hotéis do mundo; veja a lista

Além disso, o restaurante tem vista para o interior de um dos principais pontos turísticos de Milão, então procure sentar-se próximo às janelas quando for lá comer e apreciar as melhores coisas que o turismo em Milão tem a oferecer: sofisticação, culinária e história.