Tamanho do texto

O turismo religioso em Portugal proporciona uma experiência rica em história, religiosidade, arte e arquitetura - e Alentejo reúne tudo isso

O turismo religioso em Portugal é bastante forte, principalmente dentre os viajantes cristãos. E se você está pensando em ir para lá durante as férias, talvez seja uma boa ideia circular  Alentejo no mapa.

Foto panorâmica de Évora, com a Sé de Évora se destacando no horizonte da cidade
shutterstock
O turismo religioso em Portugal se destaca num país cheio de riquezas históricas, principalmente na região de Alentejo

A maior região do país está repleta de marcos e atrações do turismo religioso em Portugal . De Évora a Sines, uma viagem de carro pode ser tudo o que você precisa para descobrir as atrações sacras de Alentejo.

Turismo religioso em Portugal: as maravilhas de Alentejo

Segundo o Turismo de Portugal, órgão oficial de turismo do país, o roteiro ideal pela região passa por oito cidades e pontos indispensáveis para quem quer passar suas férias em Alentejo com uma pegada religiosa. Veja os detalhes de cada parada:

  1. Évora
  2. Estremoz
  3. Elvas
  4. Moura
  5. Serpa
  6. Mértola
  7. Castro Verde
  8. Sines

1. Évora

Vista externa da Sé de Évora
shutterstock
A Sé de Évora dá o ponta pé inicial para a jornada de turismo religioso em Portugal na região de Alentejo

O ponto de partida do roteiro de viagem é a cidade de Évora, maior cidade de Alentejo que fica a apenas 1h30 de carro da capital do país, Lisboa.

Aqui, segundo o Turismo de Portugal, encontra-se a Sé de Évora (cujo nome verdadeiro é Basílica Sé de Nossa Senhora da Assunção), a maior catedral medieval portuguesa.

Construída em granito com elementos da transição entre o estilo românico e o gótico, a Sé de Évora conta com o crucifixo "Pai dos Cristos", bustos de São Pedro e São Paulo, uma pintura de Nossa Senhora de Assunção e um órgão do período renascentista.

A catedral fica aberta das 9h às 17h diariamente, e seu museu (que fica fechado às segundas-feiras) pode ser visitado até as 16h. Os preços para visitar a catedral vão de 2 euros até 4,50 euros, valor que inclui o museu, o claustro e a vista panorâmica.

2. Estremoz

Foto debaixo para cima da fachada do Convento dos Congregados
Divulgação
O Convento dos Congregados deixa as férias em Alentejo ainda mais interessantes para quem gosta de turismo religioso

40 minutos a nordeste de Évora fica Estremoz, cidade que abriga o Convento dos Congregados, construído no terreno que pertenceu ao palácio de Dom Constantino de Bragança ainda no século XVII.

Seu interior, decorado por belos painéis de azulejos, atualmente serve também como sede da Câmara Municipal, de uma biblioteca e de um Museu de Arte Sacra. O convento fica aberto ao público de segunda a sexta, entre às 9h e às 17h30.

3. Elvas

Foto da praça onde fica a Igreja Nossa Senhora da Assunção, com uma escultura do nome da cidade (Elvas) no meio
shutterstock
A Igreja Nossa Senhora da Assunção tem detalhes em mármore e talha dourada para enriquecer o roteiro de viagem

Para a próxima parada das suas férias em Alentejo, vale uma visita a Elvas, que fica a uma viagem para o leste de aproximadamente 40 minutos saindo de Estremoz.

Nesta cidadezinha de apenas 23 mil habitantes fica outro marco do turismo religioso em Portugal, a Igreja Nossa Senhora da Assunção. A construção que reúne os estilos barroco, neoclássico e manuelino foi concluída em 1517, e integra um museu de arte sacra ao templo com acabamentos em mármore e talha dourada.

No verão, o templo fica aberto das 10h às 12h e das 15h às 18h. Já no inverno, o horário de funcionamento passa a ser das 10h às 12h30 e das 14h30 às 17h.

4. Moura

Foto de escultura mostrando Maria e José segurando Jesus pelas mãos
Divulgação
Desde 2004, o Museu de Arte Sacra de Moura reúne vários artigos sacros que alimentam o turismo religioso em Portugal

Depois de uma viagem de mais ou menos 2h para o sul você chega a Elvas de Moura, o próximo destino do roteiro de viagem pelo  universo sacro de portugal. Nesta cidade fica o Museu de Arte Sacra de Moura, na antiga Igreja de São Pedro.

Segundo o Turismo de Portugal, o interior do edifício é revestido por azulejos que datam do século XVII. Ele funciona como museu desde 2004, exibindo centenas de peças do seu acervo que ilustram as tradições religiosas locais.

Embora fique fechado às segundas-feiras, o museu fica aberto de terça a domingo, e funciona das 10h às 13h e das 14h30 às 18h. Ao longo do ano, ele só para de funcionar no dia de Ano Novo, no Domingo de Páscoa e no dia de Natal.

5. Serpa

Foto da parte externa da Ermida Nossa Senhora de Guadalupe
Divulgação
Suas as férias em Alentejo para curtir o turismo religioso não ficarão completas sem uma ida à Ermida de Guadalupe

O próximo ponto de turismo religioso em Portugal não fica exatamente na cidade de Serpa (32 minutos ao sul de Moura), mas, sim, a uma viagem de 2 quilômetros do centro dela, em meio aos morros da Serra de São Gens.

Trata-se da Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, construção de estilo mudéjar, o qual mescla elementos estilísticos e materiais da arquitetura ibero-muçulmana com a arquitetura dos reinos cristãos que ocupavam a região entre os séculos XII e XVI.

Nela, encontra-se uma imagem da santa que é homenageada todos os anos em uma festa que inicia-se na Páscoa e dura por mais 5 dias. A Ermida também conta com lojinhas e visitas guiadas para os turistas interessados.

6. Mértola

Vista da entrada da Igreja Nossa Senhora da Anunciação do topo de uma colina
shutterstock
Outrora uma mesquita, a Igreja Nossa Senhora da Anunciação virou um polo do turismo religioso em Portugal

Mais ao sul ainda, na cidade de Mértola, fica a Igreja Nossa Senhora da Anunciação. Esta construção tem uma das histórias mais únicas que você verá nas suas férias em Alentejo.

Isso porque, de acordo com o Turismo de Portugal, ela começou, na verdade, como uma mesquita. A igreja só se tornaria de fato um templo cristão durante a Reconquista da Península Ibérica, no Século XII.

Apesar das adaptações feitas na mesquita, alguns elementos de sua arquitetura ainda refletem o estilo muçulmano original, que foi mesclado com características góticas, manuelinas e renascentistas.

7. Castro Verde

Foto de missa no interior da Basílica Real de Castro Verde mostrando seu altar em talha dourada e as paredes revestidas de azulejos
Reprodução/Flickr/Festival Terras Sem Sombra
Por dentro, a Basílica Real de Castro Verde - penúltimo destino do roteiro de viagem - é revestida com azulejos

O roteiro de viagem agora faz uma curva e segue para o oeste, rumo à cidade de Castro Verde. Lá fica a encantadora Basílica Real de Castro Verde, ou Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

Suas paredes internas são ainda mais charmosas que o exterior, pois são revestidas inteiramente pelos tradicionais azulejos portugueses. Seu altar-mor foi feito com a técnica de talha dourada, na qual a madeira é revestida em ouro após ser esculpida.

De abril a outubro, a igreja fica aberta das 10h às 12h30 e das 14h às 18h. De novembro a março, ela funciona das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h30. As missas de domingo são realizadas das 12h às 13h, e as visitas são encerradas durante o culto e outras cerimônias religiosas.

8. Sines

Foto da frente da Igreja Nossa Senhora das Salas
Reprodução/Flickr/Maria Eduarda
Para encerrar o roteiro de turismo religioso em Portugal, vale visitar a Igreja Nossa Senhora das Salas, em Sines

Por fim, suas férias em Alentejo chegam à cidade litorânea de Sines, cerca de 1h20 a noroeste de Castro verde. O ponto turístico de destaque lá, segundo o Turismo de Portugal, é a Igreja Nossa Senhora das Salas.

Ela guarda uma imagem da padroeira da cidade, e esta imagem é levada em procissão pela baía a bordo de um barco todo dia 15 de agosto. Com 500 anos de idade, a construção abriga um museu que exibe joias, vestidos da antiga nobreza e objetos de prata utilizados na missa.

A Igreja Nossa Senhora das Salas fica aberta de quarta a domingo das 10h às 12h30 e das 14h às 17h. A entrada para a visita custa 1,50 euros.

Leia também: Turismo religioso no Brasil: 5 destinos para aproveitar a Semana Santa

Após encerrar seu roteiro de turismo religioso em Portugal - pelo menos em Alentejo -, basta uma viagem de 1h15 para voltar até Lisboa e descansar ou, se preferir, embarcar em outras aventuras na terrinha.