Tamanho do texto

Mulher conta ao iG Turismo perrengue que viveu durante viagem para NY

Você já passou por alguma situação incomum durante uma viagem – seja nacional ou internacional? A reportagem do iG Turismo contou as  histórias de quatro brasileiros que passaram por perrengues durante suas viagens e, agora, traz mais um caso inusitado ocorrido durante um passeio em Nova York, nos Estados Unidos.

New York
shutterstock
Uma jornalista conta que, durante uma viagem a Nova York, em junho do ano passado, ficou trancada em um banheiro

A história da vez aconteceu com a jornalista M. S., de 25 anos, que preferiu não ter a identidade revelada. A mulher conta que, em junho do ano passado, viajou para Nova York com o namorado pela primeira vez. O casal permaneceu na cidade por dez dias – e um deles ficou registrado nos mínimos detalhes em sua memória.

Ela ressalta que, dias antes da viagem acabar, os dois foram para um outlet fazer algumas compras para amigos e familiares. Durante o passeio, ela sentiu vontade de ir ao banheiro e, no caminho de volta, iria passar por uma daquelas máquinas que vendem água, por isso estava com algumas moedas no bolso.

Após usar o sanitário, ela percebeu que havia ficado trancada. “Tentei abrir a fechadura por diversas vezes. Acredito que fiquei mais de 15 minutos tentando girá-la e nada acontecia. Fiquei com vergonha de pedir ajuda e explicar toda a situação em outro idioma . Estava envergonhada e nervosa”, ressalta.

Em seguida, a jovem pensou em como iria sair dali. “Por sorte, estava tranquilo. Esperei o local ficar completamente vazio e saí rastejando por baixo da porta . Felizmente, a abertura embaixo era alta e dava para passar sem se preocupar em ficar presa. Só fiquei com nojo de me rastejar pelo chão. Minhas moedas também caíram durante a ‘fuga’”, afirma.

Depois que passou por baixo da porta, a jornalista agradeceu por ninguém ter visto a cena. “Imagina a vergonha que eu ia passar se alguém tivesse presenciado isso?”, questiona. Depois, só restou ir até a pia e lavar as mãos e os braços - com muita água e sabão - para conseguir eliminar a sujeira.

Por fim, ela relatou a situação ao namorado, que começou a rir. “Ele não acreditava”, brinca. Em seguida, a jovem ainda precisou fazer as últimas compras em Nova York antes de ir embora de metrô. “Tudo que eu queria era chegar no hotel e poder tomar um banho. Também fico pensando até hoje se alguém conseguiu destrancar o banheiro por fora”, finaliza.