A Terra do Fogo, no  extremo sul do continente americano, abriga um dos destinos mais singulares que você poderá visitar: trata-se de Ushuaia, a cidade mais ao sul do mundo. E não falta o que fazer em Ushuaia, seja na parte urbana ou nas montanhas que as cercam.    

undefined
shutterstock
Achar o que fazer em Ushuaia te levará a uma jornada por belas geleiras e até pelo estreito onde Charles Darwin passou

Mas não deixe o isolamento geográfico, já que a cidade fica a quase 2 mil km de distância de Buenos Aires, te enganar. Além de ter muito o que fazer em Ushuaia , você pode se admirar com a infraestrutura do local. 

"Nos surpreendemos com o tamanho da cidade, bem maior do que esperávamos, e também com sua estrutura turística", comentam Adriano e Silvia Bolzani, do site "Suas Próximas Viagens".

Adriano e Silvia passaram pela cidade recentemente em sua Expedição Cone Sul, uma viagem de carro pela América do Sul. Eles listam o que de melhor há para fazer no destino: 

O que fazer em Ushuaia 

  1. Passear e fazer compras em Ushuaia
  2. Embarcar no Trem do Fim do Mundo
  3. Explorar o Glaciar Martial
  4. Vislumbrar a Laguna Esmeralda
  5. Escalar o Glaciar Vinciguerra
  6. Esquiar no Cerro Castor
  7. Navegar pelo Estreito de Beagle
  8. Admirar a natureza no Parque Nacional da Terra do Fogo

1. Passear e fazer compras em Ushuaia

undefined
shutterstock
O que fazer em Ushuaia: ir às compras é indispensável, principalmente para aproveitar as lojas sem imposto local

Depois de chegar lá, é indispensável que você faça um tour para conhecer a história local, já que a cidade que começou sua história como um presídio está cheia de mistérios para você descobrir.

Segundo o site oficial de turismo do governo da Terra do Fogo, existem tours em ônibus de dois andares para quem quer passeios em Ushuaia. Outra opção é uma visita ao Museu do Fim do Mundo, cujas galerias mostram a vida dos primeiros exploradores da região antártica do planeta.

Caso queira algo além de conhecer a história da região, você pode fazer compras por lá também. Segundo o Travel Argentina, site oficial de turismo da Argentina, os turistas podem encontrar de souvenirs a eletrônicos nas ruas da cidade.

A principal área para compras é a região nos arredores da rua San Martín, onde você encontrará roupas e equipamentos que poderão ser úteis em suas excursões pelas geleiras e montanhas da região.

Quem gosta de artesanato pode aproveitar os meses de outubro a março para passar pelas feiras no porto. Outros itens de destaque para quem faz compras na viagem para Ushuaia são chocolates, queijos e vinhos.

2. Embarcar no Trem do Fim do Mundo

undefined
shutterstock
O que fazer em Ushuaia: o Trem do Fim do Mundo é um dos passeios em Ushuaia que irá te levar a pontos pitorescos de lá

Se você está a procura de o que fazer em Ushuaia, e não tem medo de se distanciar um pouco da cidade, uma viagem no Trem do Fim do Mundo deve cair como uma luva na sua programação.

De acordo com o site oficial da atração, esta locomotiva a vapor percorre os 7 km finais dos presidiários que eram levados da prisão ao Monte Susana, onde eles trabalhavam nos campos de trabalho forçado.

Como bônus, você passará por uma parte do Parque Nacional da Terra do Fogo que é inacessível de outras formas, como um cemitério de árvores derrubadas pelos prisioneiros, e trechos do Rio Pipo.

3. Explorar o Glaciar Martial

undefined
shutterstock
O que fazer em Ushuaia: além de oferecer belas vistas no verão, o Glaciar Martial serve de pista de esqui no inverno

As geleiras também não podem ficar de fora do seu roteiro de viagem para Ushuaia. Um deles, o Glaciar Martial, fica a 7 km da cidade, e funciona como centro de esqui durante o inverno.

Desde 2015, há uma alternativa instalada pelo Instituto Fueguino de Turismo, que permite que as crianças dêem seus primeiros passos nos esportes de inverno.

Se você prefere apreciar as paisagens, uma ida no verão permitirá que você suba a pista até a base da geleira, de onde você terá uma vista panorâmica da cidade e do Estreito de Beagle. Lá também ficam pontos de táxi, de tirolesa e várias opções de restaurantes.

4. Vislumbrar a Laguna Esmeralda

undefined
shutterstock
O que fazer em Ushuaia: acessível por uma trilha de quase 10 km, a Laguna Esmeralda faz o esforço valer a pena

Para os mais aventureiros a procura de o que fazer em Ushuaia, vale também se arriscar na trilha até a Laguna Esmeralda. No TripAdvisor, você pode encontrar várias opções de trekking entre a cidade e esta lagoa de cor azul esverdeada.

O percurso de quase 10 km pode ser complicado, principalmente no inverno, e pode durar cerca de 4 horas - dessa forma, um guia turístico experiente é indispensável. "Apesar de não ser um caminho difícil, estava tudo cheio de lama e escorregadia. Muitos desistiram na metade do trajeto", lembra Adriano Bolzani.

No entanto, como lembra Silvia, a lagoa "tem um visual maravilhoso, e recompensa a trilha até encontrá-la".

Leia também: 9 bairros de Buenos Aires para você explorar durante sua próxima viagem

5. Escalar o Glaciar Vinciguerra

undefined
shutterstock
O que fazer em Ushuaia%3 quem quiser encarar o Glaciar Vinciguerra deve se preparar para 13 km de muito esforço

Embora não seja a maior geleira da região, o Glaciar Vinciguerra é considerado um dos mais importantes. As áreas ao seu redor entraram para a Convenção de Ramsar (que estabeleceu diretrizes para os países participantes criarem programas de conservação das áreas ricas em recursos hídricos e naturais) em 2009, e é a mais ao sul de todas do tipo.

Chegar a este colosso com até 1,3 mil metros de altura, no entanto, não é simples. "É necessário percorrer uma trilha de 13 km, mas com 800 m de subida e alto grau de dificuldade", lembra Adriano a respeito da geleira, que ele e a esposa não puderam subir porque o roteiro exige preparo físico especial.

O quinto dos passeios em Ushuaia também permite que os turistas vislumbrem aves como o pedreiro-dos-Andes, as narcejas, e mamíferos como a raposa colorada, o guanaco e o castor.

6. Esquiar no Cerro Castor

undefined
shutterstock
O Cerro Castor é um dos principais pontos de esportes de inverno para quem procura o que fazer em Ushuaia

Outra atração imperdível numa viagem para Ushuaia é o Cerro Castor. Assim como o Glaciar Martial, este pico vira um centro de esqui para os aficionados por esportes de inverno entre os meses de junho e agosto - mas fica um pouco mais distante da cidade, a cerca de 26 km do centro.

De acordo com o Travel Argentina, o Cerro Castor oferece aos turistas 34 pistas de esqui, com neve de excelente qualidade devido à inclinação e localização da montanha.

Além de ser o centro de esqui mais ao sul do mundo, ele é o maior parque de neve na América do Sul, e conta com 7 restaurantes, 15 cabines de hospedagem, escola e até creche - então não tenha receio de levar a família toda.

7. Navegar pelo Estreito de Beagle

undefined
shutterstock
Um dos passeios em Ushuaia mais interessantes é navegar pelo Estreito de Beagle e seguir o percurso de Charles Darwin

O Estreito de Beagle é bastante conhecido por ser um dos locais por onde Charles Darwin passou em sua viagem a bordo do HMS Beagle, entre dezembro de 1831 e outubro de 1836.

E quem procura o que fazer em Ushuaia pode percorrer este mesmo trecho da viagem de um dos grandes visionários do evolucionismo durante sua passagem por lá.

Segundo o Travel Argentina, lá você se encontrará com o farol Les Eclaireurs, um marco que norteia o retorno à cidade que é banhada pelas águas do estreito que liga os oceanos Atlântico e Pacífico na Terra do Fogo.

As opções de como explorar o estreito não se limitam a rotas: dependendo do tipo de barco e da época do ano, você poderá chegar a diferentes ilhas, como a Isla de Los Lobos, a Isla de los Pájaros, o farol Les Eclaireurs, as Ilhas Bridges etc.

8. Admirar a natureza no Parque Nacional da Terra do Fogo

undefined
shutterstock
O que fazer em Ushuaia: o Parque Nacional da Terra do Fogo tem vistas de tirar o fôlego, seja pela fauna ou pela flora

O último dos passeios em Ushuaia pode se provar o mais enriquecedor de todos. Nele, você poderá explorar boa parte da natureza que viu de longe no Trem do Fim do Mundo.

A 12 km da cidade, o Parque Nacional da Terra do Fogo é um santuário para a fauna e a flora nativas, e abriga diversos marcos turísticos importantes da região, como a Rota 3, uma das mais icônicas da Argentina.

Lá, você poderá explorar as florestas de faias do sul, vegetação típica do hemisfério sul, a exemplo da Nothofagus pumilio e da Nothofagus antarctica e da Nothofagus betuloides.

A flora também consiste de empetrum-negro (a famosa blackberry), espécies de berberis e krummholz, árvores que apresentam deformidades decorrentes da constante exposição a ventos fortes e gelados.

Quanto à fauna, a variedade também vai te surpreender. De gansos que só existem naquela região a pica-paus da Patagônia e condores, passando por pinguins e albatrozes, as aves são protagonistas neste Parque Nacional.

Em terra, ratos-almiscarados, castores, raposas cinzentas e coelhos foram introduzidos pelos colonizadores europeus, as quais se proliferaram e danificaram o ecossistema - mas que também vão encantar sua visita ao local.

Leia também: Veja dicas de passeios em Buenos Aires para todos os gostos durante o outono

Qual a melhor época paa viajar para Ushuaia?



Em Ushuaia, a alta temporada vai de dezembro a janeiro e a baixa temporada, de junho a agosto. Pode parecer contraditório num primeiro momento, mas a razão para a alta temporada ser durante o verão são as temperaturas mais amenas, que ficam em torno dos 9˚C.

Já durante o inverno, que corresponde à baixa temporada, as temperaturas podem chegar a congelantes -20˚C. No termômetro, a média fica na casa de -1˚C. "Este é um ponto importante: o clima é bastante instável, e oscila muito rapidamente", lembra Adriano.

Além disso, durante o inverno, o tempo médio de luz do dia, por mês, fica entre 42 e 83 horas. Como contraponto, esse número salta para entre 147 e 167 horas no verão, o que permite que os turistas aproveitem mais as atrações. Mas isso não é garantia de sol a pino.

Com a lista de o que fazer em Ushuaia em mãos e sabendo de todos os detalhes das temperaturas do local, basta programar sua próxima viagem para explorar esse extremo do nosso continente. 

    Veja Também

      Mostrar mais