Já imaginou viajar de avião deitado numa cama? Essa “mordomia” será testada pela companhia aérea Air New Zealand, da Nova Zelândia, nas classes econômicas de voos comerciais.

camas arrow-options
Divulgação
A Air New Zealand está pensando no conforto dos passageiros em voos de longa duração

Leia também: 10 dicas para você virar especialista em aeroportos

A rota sorteada para o teste das camas beliche no avião será Auckland - Nova York. O trecho tem duração de 16 horas e deve ser uma ajuda para os passageiros. Mas o melhor é: os viajantes devem pagar o valor normal da classe econômica, sem adicionais pelo conforto.

Chamado de Economy Skynest, o projeto conta com camas de 1,90 metros equipadas com cobertor, lençol, travesseiro e protetor de ouvido. Até uma cortina será instalada para separar um passageiro do outro. Se der certo, os aviões da Air New Zealand terão um espaço reservado para as beliches.

Segundo Nikki Goodman, diretor de experiência do cliente da companhia aérea, detalhes devem ser definidos nos próximos meses. “Queremos que as pessoas possam descansar no voo. Ainda há trabalho a ser feito em design e também em como vamos comercializar o produto para os passageiros ”, disse em nota oficial.

camas arrow-options
Divulgação
As camas estarão equipadas de lençol, cobertor e travesseiro, além de cortinas se separam os passageiros

Leia também: O que você precisa saber antes de viajar numa low cost?

O preço da passagem aérea que incluirá o serviço de beliches ainda não foi divulgado. A companhia espera definir os valores até outubro. A expectativa é que as camas possam ser reservadas por períodos, possibilitando que um número maior de passageiros possa aproveitar o serviço. Gostou da ideia?

    Veja Também

      Mostrar mais