Tamanho do texto

O homem fez uma viagem marcante para a Irlanda em 2001 e, anos depois, a filha decidiu encontrar o tal lugar das fotos para fazer a homenagem ao pai

Kailey Dominique
Reprodução/Metro.co.uk/Kailey Dominique
Kailey Dominique com as cinzas do pai

O que motiva você a viajar? No caso dessa norte-americana, prestar uma homenagem ao pai foi o que a fez embarcar em uma viagem sem nem saber o destino ao certo.

Kailey Dominique, de 34 anos, de Seattle, nos Estados Unidos, recorreu às redes sociais para encontrar um lugar que era muito especial para o seu falecido pai, Kevin O'Hearn. Isso porque o homem viajou para a Irlanda em 2001 e, agora, a filha, que nunca havia perguntado o nome do local, quer jogar suas cinzas dele por lá. 

Leia também: Galway: cidade da Irlanda que pode ser conhecida a pé 

O'Hearn morreu em julho de 2012, aos 57 anos e, desde então, Kailey sabia que gostaria de espalhar as cinzas na cidade da Irlanda pelo qual seu pai se apaixonou. Neste ano, ela finalmente organizou uma viagem até lá, mas fez todo o planejamento antes de saber, de fato, onde era o local. 

“Meu pai me criou sozinho quando eu tinha dois anos. Minha mãe ainda estava na minha vida, mas foi ele quem me criou. Ele era o homem mais gentil, engraçado, corajoso, honesto, compassivo e sem julgamentos que eu conhecia. Ele era orgulhoso de sua herança irlandesa e o St. Patrick's Day era seu dia favorito”, diz Kaily ao portal Metro.co.uk

A viagem do homem, feita com dois amigos, foi muito marcante para ele. Por conta disso, uma semana antes de ir até lá, a filha percebeu que não tinha nada a perder ao tentar achar a localização das imagens em que ele aparecia e, por conta disso, postou as fotos em um grupo de Facebook chamado Girls Love Travel para conseguir alguma informação. 

“Eu sei que isso é um tiro no escuro, mas preciso da ajuda de vocês. Estou indo para a Irlanda na próxima semana e lá tem um lugar pelo qual meu pai se encantou. Um homem chamado Clinton consertou seu carro alugado e lhe deu comida e não aceitou nenhum centavo do seu dinheiro por tudo que fez”, começa a escrever na publicação. 

Leia também: Wicklow: um passeio de bate e volta para quem está na capital da Irlanda

Em seguida, ela diz que tem três fotos do lugar, mas que não faz ideia de onde seja no país. “Alguém, por acaso, sabe onde isso pode ser? Eu adoraria espalhar suas cinzas lá. Isso significou muito para ele. Muito obrigada, pessoal”, questiona e agradece. 

Até o Tinder ajudou na busca pelo destino desconhecido

No início, ela não teve muita sorte, mas uma das garotas, identificada como Mara, logo adicionou as imagens em seu perfil do Tinder com uma mensagem perguntando se alguém conhecia aquele espaço. Em pouco tempo, um rapaz chamado Richard reconheceu o lugar: Kilmallock, no condado de Limerick. 

A investigação ainda foi além. “Uma mulher chamada Mitzy se apresentou e disse que sua família é de Kilmallock e mandaria uma mensagem para ver se eles sabiam de Clinton. A família de fato conhecia ele e sua família, os Kierans, que estendeu a mão para mim. Quando os encontrei, apenas chorei”, declara. 

“Foi emocionante porque nunca esperei encontrar a aldeia e muito menos as pessoas que causaram tanto impacto no meu pai. Parecia que eu os conhecia toda a minha vida. Eles me receberam em sua casa, me levaram para jantar, acenderam lanternas chinesas para meu pai no céu e espalharam suas cinzas comigo”, continua. 

Leia também: Homem perde carteira durante voo e a recebe de volta com uma surpresa dentro

Para deixar a história ainda mais emocionante, a mulher ainda ganhou outra surpresa. Depois de conversar com Clinton, ele disse para ela que tinha um bilhete do seu pai que guardou em sua carteira durante todo esse tempo. “Obrigado”, diz a mensagem de agradecimento por toda a ajuda recebedida durante a viagem em 2001.

    Leia tudo sobre: Facebook