Os aviões são considerados os meios mais seguros de viagem, mas ainda assim existem muitos riscos envolvidos em voos. Por isso, a tripulação tem uma lista de códigos que a os passageiros não consigam entender e o site Express.co divulgou parte dessa lista.


tripulação
Unplash/Blake Guidry
Da próxima vez que estiver em um avião e ouvir o termo "pax" saiba que estão falando sobre algum passageiro e pode ser você


Como aviões são locais fechados e pequenos, conversas entre os funcionários costumam ser ouvidas por outras pessoas. Comissários de bordo, então, criaram um tipo de linguagem própria, com alguns códigos, que usam para avisar ao outro quando algo está acontecendo ou pode acontecer.

O termo “bolsas de ar” é utilizado para dizer que o voo provavelmente passará por turbulências.

Outro termo usado, que os passageiros estão passando a entender recentemente é o “Code Bravo” que se refere a um alerta de segurança geral em aeroportos ou voos. Geralmente algum tripulante dirá o termo bem alto e isso quer dizer que todos devem ficar parados por uns instantes. Assim, fica mais fácil de localizar e identificar a causa da ameaça ou problema.

Agora, um termo menos comum e divulgado é o “the sin bin”, que é usado na cabine de pilotagem. Um piloto diz isso para o outro para falar sobre uma área na pista em que o avião espera para poder decolar. Isso geralmente ocorre se o voo está atrasado ou se a pista está muito movimentada.

“Pax” é o termo que a tripulação usa para dizer “passageiros”. É uma abreviação simples, mas comos os funcionários a utilizam muito, é mais prático para eles. Também facilita para que os comissários possam falar de um passageiro em específico sem que ele note.

    Veja Também

      Mostrar mais