Laghetto Château é o 1º hotel boutique em modelo multipropriedade do Brasil.
Matheus Zanchet
Laghetto Château é o 1º hotel boutique em modelo multipropriedade do Brasil.

O Laghetto Château é o primeiro hotel boutique em modelo multipropiedade do Brasil, inaugurado em Gramado, no Rio Grande do Sul, formato este que permite que o estabelecimento tenha mais de um dono, e cada um tem direito a usufruir do espaço por um determinado tempo ao longo do ano. No caso do Château, 100% das suítes já foram vendidas, o que demonstra o sucesso desse novo tipo de negócio. O selo de hotel boutique se dá pelo seu tamanho, alto atendimento personalizado e entrega de atmosfera exclusiva para o público de alto padrão. 

“Este é um hotel único na região e passa a ser referência nacional quando falamos em hotel boutique e é um marco para o segmento de multipropriedades. Os serviços que o Château passa a ofertar estão entre o que de melhor podemos encontrar no país hoje”, destaca o CEO do Laghetto Golden Multipropriedades, Ênio Almeida.

O empreendimento do grupo Laghetto Golden Multipropriedades, que reúne as empresas Laghetto Hotéis, WAM, Athivabrasil, ABL Prime, Construtora PRG e Wert Estada & Co, recebeu um investimento de R$ 50 milhões para a consolidação do espaço que funcionava em soft open desde o começo de junho.

Localizado próximo ao centro de Gramado, as obras iniciaram em janeiro de 2020 em plena pandemia e a entrega ocorreu um ano antes do prazo prometido, em apenas 19 meses. Hoje, o local ocupa um antigo espaço utilizado para a prática de asa-delta, em um terreno de 10 mil m² e área construída de 7.140 m².

Por ser um hotel boutique, que tem como prioridade não atender muitas pessoas, o que pode retirar a qualidade do atendimento, o Laghetto Château conta somente com  56 suítes decoradas em dois ambientes: a sala de estar com a minicopa integrada e o quarto. As suítes térreas possuem 72 m² com um deck privativo e as demais têm 41 m². Há ainda wi-fi gratuito em todas dependências do hotel e algumas obras da arquiteta e artista local Ana Paula Alcover  compõem o ambiente. O hotel é dividido em duas torres A e B que são interligadas pelos halls. 

Todas as suítes são equipadas com cama king size, enxoval 300 fios, roupões e amenities (artigos de higiene pessoal) da marca Trousseau, menu de travesseiros, sala de estar com lareira a álcool, cafeteira Nespresso, TVs LED de 43 polegadas, frigobar, ar-condicionado, cofre e hidromassagem.

O atendimento é exclusivo e personalizado pelo time de concierges, guest relations e agentes de experiências. Além disso, a hospedagem inclui welcome drink, café da manhã servido das 7h às 11h, room service das 12h às 23h, brunch aos domingos até às 15h, serviço de boa noite e estacionamento com manobrista. O late check out ocorre de acordo com a disponibilidade do hóspede.

O hotel conta também com sala de cinema, espaço kids com monitores de entretenimento, playground, sala de jogos com vídeo games e board games, academia, saunas seca e úmida e o Mahalo Aqua SPA, que oferece terapias holísticas realizadas com produtos veganos. Os espaços funcionam todos os dias das 8h às 22h, mas é preciso agendar alguns serviços, como o SPA.

Das piscinas aquecidas ao ar livre, para adultos e crianças, também é possível admirar a vista para o Vale do Quilombo, que cerca grande parte do hotel, sendo possível escolher suítes com vistas diretas para o Vale. Outro diferencial que o Château oferece é o Tour das Estrelas , que propõe a observação dos astros pelas lentes de um telescópio Celestron de última geração.

Alta gastronomia

Na área da gastronomia, o Château possui dois restaurantes comandados pelo selo Cravo & Canela dos empresários Débora e Paulo Leonhardt e com gastronomia assinada pelos chefs Filipe Ehlers, Roberta Reck e Fernanda Schoeler.

Débora e Paulo Leonhardt tiveram por 20 anos em Canela, no Rio Grande do Sul, uma pousada de mesmo nome que precisou ser fechada devido à pandemia em 2020. Entretanto, ressurge em parceria com o Laghetto Château, com a outra empresa que possuem na área de Gastronomia e Eventos, que terceiriza as atividades de A&B (Alimentos e Bebidas) para hotéis e pousadas.

O primeiro restaurante mais intimista e com uma proposta slow food, se inspira na gastronomia do norte da Itália, com a presença de risotos, massas frescas, uma variedade de queijos e charcutarias locais para apresentar as especialidades da casa: as Carnes Nobres e o Cheese Fondue. Já o segundo, possui um menu mediterrâneo, com pratos típicos e autorais dessa culinária, assim como a cozinha funcional, vegana e vegetariana, para atender a todas as necessidades.

Para complementar o cenário, o deck panorâmico e Wine Garden é perfeito para degustar os vinhos da Serra Gaúcha e usufruir de um piquenique oferecido pelo estabelecimento. Embora o hotel funcione no modelo de multipropriedadade, é possível realizar reservas de hóspedes comuns, mas é preciso consultar a disponibilidade. Os preços médios da diária giram em torno de R$ 1,5 mil.

O grupo Laghetto Hotéis tem outros 11 empreendimentos em Gramado, sendo: Laghetto Stilo Borges , Laghetto Resort Golden Gramado, Laghetto Siena, Laghetto Toscana, Laghetto Viale, Hotel Laghetto Gramado, Laghetto Fratello, Laghetto Stilo Vita, Laghetto Premio e o Laghetto Pedras Altas. 

Acompanhe o iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

** Julio Cesar Ferreira é estudante de Jornalismo na PUC-SP. Venceu o 13.º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão com a pauta “Brasil sob a fumaça da desinformação”. Em seus interesses estão Diretos Humanos, Cultura, Moda, Política, Cultura Pop e Entretenimento. Enquanto estagiário no iG, já passou pelas editorias de Último Segundo/Saúde, Delas/Receitas, e atualmente está em Queer/Pet/Turismo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários