Neve artificial em frente à entrada do hotel Wyndham Gramado Resort, na Serra Gaúcha
Divulgação
Neve artificial em frente à entrada do hotel Wyndham Gramado Resort, na Serra Gaúcha

A possibilidade de neve ainda em maio colocou Gramado no radar dos viajantes brasileiros um pouco mais cedo. Os flocos ainda não começaram a cair do céu, mas a cidade da Serra Gaúcha já está vivendo sua temporada de frio, mesmo faltando um mês para o começo oficial do inverno, com algumas novidades.

Uma delas é que voltou a nevar no Wyndham Gramado Resort Termas & Spa, mesmo que nenhum floco caísse no resto da cidade. Não foi magia, e sim a tecnologia da máquina de neve artificial que o hotel instalou em frente à sua entrada, para a alegria dos hóspedes.

O equipamento, que já havia deixado o lugar com cara de Lapônia no Natal de 2020, voltou a ser acionado nas noites das últimas quinta e sexta-feira (19 e 20 de maio). Segundo o hotel, a máquina, parecida com aquelas usadas para reforçar pistas de esqui mundo afora, não ficará ligada permanentemente, mas voltará a ser acionada em outros momentos do inverno.

Neve artificial em frente à entrada do hotel Wyndham Gramado Resort, na Serra Gaúcha
Divulgação
Neve artificial em frente à entrada do hotel Wyndham Gramado Resort, na Serra Gaúcha

Quem visitar a cidade ao longo de junho e julho poderá ter também uma experiência digna de "Alice no País das Maravilhas". O universo criado por Lewis Carroll em seu livro mais famoso, e adaptado para o cinema algumas vezes, de Walt Disney a Tim Burton, é a inspiração de um novo espaço temático que abrirá as portas no próximo mês em Gramado.

Batizado de Alice E O Chapeleiro, esse espaço será aberto em esquema de soft opening em junho. A ideia é oferecer uma experiência imersiva na história de Alice. Os visitantes, logo na entrada, serão recebidos pela Lagarta, e poderão explorar o ambiente, onde encontrarão outros personagens e cenários. Haverá, por exemplo, uma reprodução da mesa de chá do Chapeleiro e uma Alice de quase três metros de altura.

Entre as atrações, a cada hora serão realizados pocket shows por atores que reproduzirão cenas do texto original. No, bar os Gêmeos serão os atendentes, e também os responsáveis por intervenções. Na carta, drinques clássicos dividirão espaço com outros temáticos, inspirados nos personagens: o da Lagarta será servido num narguilé, o da Rainha, numa coroa, e o do Chapeleiro, será claro, chegará num chapéu.

Cenário do espaço temático Alice e o Chapeleiro, que será aberto em Gramado no mês de junho
Divulgação
Cenário do espaço temático Alice e o Chapeleiro, que será aberto em Gramado no mês de junho

Se houvesse algum filme nacional inspirado nas aventuras de Alice, certamente estaria presente no Museu do Festival de Cinema de Gramado, que reabriu as portas em março, após dois anos fechado por conta da pandemia. O período de inatividade serviu para que o espaço passasse por um longo processo de renovação, numa parceria da Gramado Parks, que administra o equipamento desde 2016, e a LG. Ou seja, mesmo quem já esteve no museu tem motivo para uma nova visita.

Localizado no Palácio dos Festivais, o "novo" museu está mais interativo. A empresa coreana, fabricante de eletrônicos e celulares, instalou 53 telas ao longo das salas de exposição, onde são projetadas imagens de clássicos do cinema brasileiro. Os visitantes podem apreciar também os cartazes de filmes inesquecíveis que já passaram pelo festival e até uma reprodução de madeira do Kikito, o icônico troféu entregue aos vencedores em Gramado.

Siga o perfil geral do Portal iG no Telegram. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários