Projeto da maior roda-gigante da América Latina, em São Paulo
Divulgação/Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente
Projeto da maior roda-gigante da América Latina, em São Paulo

A cidade de São Paulo está prestes a ganhar uma roda-gigante de 91 metros que está sendo instalada no Parque Candido Portinari, ao lado do Parque Villa-Lobos. A atração será a maior da América Latina, superando as instaladas em cidades como Paris, Toronto e Chicago, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) do Estado de São Paulo.

Com previsão de inauguração para junho deste ano, a roda-gigante terá 42 cabines de observação com capacidade para até dez pessoas, ar-condicionado, monitoramento por câmeras, interfones e wi-fi, além de iluminação cênica, projetada para interagir com a cidade. A São Paulo Big Wheel (SPBW), empresa responsável pela montagem, manutenção e gerenciamento da estrutura, diz que a estrutura tem mais de mil toneladas e, para enguer, será utilizado o maior guindaste rodoviário disponível no Brasil.

A montagem da Roda São Paulo conta com 200 trabalhadores e, quando concluída, deverá gerar 160 empregos diretos e indiretos. A expectativa é de que a atração traga ao local entre 600 mil e um milhão de visitantes por ano, cerca de 10% do atual público frequentador dos parques Candido Portinari e Villa-Lobos.

Os recursos para a construção e montagem da roda-gigante são totalmente privados, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, mas a SPBW precisa considerar aspectos sociais e inclusivos, de modo que o responsável deverá fornecer ingressos para escolas públicas e para a comunidade do entorno.

Leia Também

Além de São Paulo, Balneário Camboriú também tem uma roda-gigante que foi inaugurada em dezembro de 2020 e tem sido um grande sucesso em Santa Catarina. Somente no ano passado, mesmo com a pandemia, a atração recebeu mais de 500 mil visitantes e agora a empresa acredita que em São Paulo não deva ser diferente.

"Da mesma forma, esperamos trazer isso para São Paulo, a exemplo de grandes centros urbanos como Londres, Las Vegas, Dubai. Acima de tudo, queremos resgatar o que é uma roda-gigante, deixar uma memória afetiva e uma imagem muito agradável de descontração na cidade", disse o diretor de operações da Roda São Paulo da SPBW, Marcelo Mugnaini.

Ainda segundo o projeto, o empreendimento terá uma área de convivência integrada ao Cândido Portinari, assinada pelo escritório Levisky Arquitetos Estratégia Urbana. Construída com materiais sustentáveis, pavimentos permeáveis, soluções de reuso de água e acessibilidade para pessoas com deficiência e dificuldade de mobilidade. A área vai ocupar apenas 3% do parque e receberá enriquecimento arbóreo, favorecendo a biodiversidade nas margens do rio Pinheiros. Será ainda permitida a visitação de pets no local.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários