Veja como aproveitar um feriado de 4 dias em Porto Seguro
Alô Alô Bahia
Veja como aproveitar um feriado de 4 dias em Porto Seguro

Já fez os planos para relaxar no feriado prolongado? Muitas pessoas devem aproveitar a emenda para fazer viagens breves com o intuito de espairecer e recarregar as energias. Uma das apostas dos brasileiro é a cidade de Porto Seguro, na Bahia.

De acordo com a ferramenta de buscas Kayak, as buscas para conhecer a cidade no feriado de Independência do Brasil, no próximo 7 de setembro, cresceram 1.133%. O buscador aponta que a alta demanda fez crescer o preço das passagens aéreas, que custam em média de R$ 3,5 mil ida e volta, saindo de São Paulo.

Porto Seguro é considerada como uma das cidades mais históricas do Brasil. Isso porque a cidade foi a primeira a receber os portugueses no ano de 1500, portanto foi lá que o Brasil como é conhecido hoje começou a surgir. Por isso, a cidade reúne diversos pontos históricos que foram preservados ao longo dos séculos.

Além disso, o destino é ótimo para quem quer conhecer a biodiversidade e se reconectar com a natureza. Seja em praias ou em parques, o pilar natural sempre está presente e dá o ar da graça em diversos passeios. Tudo isso torna Porto Seguro o lugar perfeito para quem ama história, lazer, natureza e diversão.

O iG Turismo conversou com a agência de viagens CVC para montar um roteiro de quatro dias ideal para quem quer conhecer as  principais atrações para os turistas em Porto Seguro no próximo feriadão. O cronograma foi pensado para turistas que chegarem à cidade baiana na noite de sexta-feira ou manhã de sábado e regressarem na noite de terça-feira ou manhã de quarta-feira.

Dia 1 em Porto Seguro


Comece o primeiro dia na cidade com um passeio de chalana pelo Rio João de Tiba, localizado no município de Santa Cruz Cabrália, próximo de Porto Seguro. O local coloca o visitante em contato com a exuberância da natureza local. Em meio aos manguezais, é comum encontrar garças-azuis, caranguejos e aratus. O preço médio cobrado pelos serviços de chalana é de R$ 40 por pessoa.

Com dez minutos de passeio é possível chegar à Praia de Santo André. A praia é ideal para quem está em busca de serenidade, já que é tranquila e possui diversos trechos vazios, conferindo privacidade ao viajante. A pesca é muito comum na região, o que torna recorrente a visita dos barcos de pescadores. Tire boa parte deste dia para se banhar nas águas do mar e relaxar na areia fofinha.

Dia 2 em Porto Seguro

Depois de receber as boas vindas no melhor estilo e descansar, conheça a Cidade Histórica de Porto Seguro. Também conhecida como Cidade Alta, o local é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco por reunir um conjunto arquitetônico e paisagístico histórico. O local é considerado o início da nação brasileira.

O monumento do Marco do Descobrimento, de 1506, que consiste em uma pedra portuguesa que reafirmava que as terras pertenciam à Portugal. Hoje, o monumento é protegido por uma cúpula de vidro para sua preservação.

Também estão lá as Igrejas Nossa Senhora da Pena, uma das primeiras do país dedicadas a Maria, mães de Jesus; e Nossa Senhora da Misericórdia, igreja de arquitetura barroca e rústica que guarda raridades da época Brasil Colônia, incluindo uma imagem barroca de Cristo crucificado e outra de Nosso Senhor dos Passos com olhos de vidro, dentes de marfim e sangue com rubi. Há ainda a Casa da Câmara e Cadeia, considerado o primeiro prédio administrativo e de justiça do Brasil.

Depois, aproveite para passar na Praia de Taperapuã para pegar um solzinho na areia branca e curtir as águas azuis e mornas; além de um paraíso visual com diversos cantinhos para sintonizar o viajante com a natureza.

A praia possui ótima infraestrutura para receber turistas, sendo o principal ponto a Barraca de Praia Tôa Tôa, um complexo de lazer que reúne restaurantes e espaços de lazer para todas as idades, além de promover luais e shows e disponibilizar passeios e atividades pela praia. O cardápio do local oferece o melhor da culinária baiana para que a visita seja ainda mais deliciosa.

Dia 3 em Porto Seguro


Você viu?

Reserve o terceiro dia para aproveitar o melhor que a biodiversidade porto-segurense pode oferecer. Passe o dia no Parque Marinho de Recife de Fora, considerado o terceiro centro de preservação da biodiversidade marinha de todo país.

A chegada até lá já é um passeio à parte: é preciso embarcar em uma escuna que sai do píer municipal de Porto Seguro. Ao longo do caminho, se a maré estiver baixa, é possível ver peixes, moluscos e tartarugas no mar. O custo médio da escuna é de R$ 70. Tente chegar cedo, já que, por motivos de preservação, o local permite apenas a entrada de 400 pessoas por dia.

Recife de Fora possui cerca de 17 mil m² de área de corais, dos quais apenas 3% são visitáveis, o que não torna o passeio menos impressionante. A região é perfeita para quem quer conhecer as mais de 18 espécies de corais que estão por lá, que podem ser vistas em mergulhos. As águas bem claras favorecem a visibilidade da vida marinha. Além disso, o parque tem muitas piscinas naturais para relaxar. Vale a pena aproveitar cada pedacinho desse paraíso.

Dia 4 em Porto Seguro

A 7 km de Porto Seguro está o distrito de Arraial d'Ajuda . Lá está localizado o Arraial d'Ajuda Eco Parque, parque aquático considerado como o 4º maior parque de diversão do mundo. Tirolesas de até 144 metros de altura, toboáguas cheios de curvas e programações culturais fazem parte do local.

A região tem ligação com as faixas de areia da Praia do Mucugê, que reúne boa infraestrutura, piscinas naturais e mar tranquilo. As pedras no fundo são um detalhe à parte e embelezam ainda mais a vista ao horizonte do turista.

Em Arraial d’Ajuda também pode-se voar de parapente pelas praias, cujos voos precisam ser agendados e custam em torno de R$ 250 por 15 minutos; ver o Mirante das Fitas, um dos pontos mais intagramáveis da cidade por reunir as fitas do Senhor do Bonfim; e, no fim do dia, ir ao Rio Buranhém para curtir o espetáculo natural do pôr do sol para encerrar a estadia com chave de ouro.

Onde se hospedar em Porto Seguro?


Considerado um dos melhores hotéis de Porto Seguro, o Casablanca Park oferece boas acomodações para famílias e possui uma vasta área de lazer que conta com sauna, piscinas e salas de jogo. Localizado no centro, o hotel fica a 7 km do Arraial d'Ajuda Eco Parque e a 2 km do Memorial da Epopéia do Descobrimento, que consiste em uma réplica de um dos navios portugueses a chegar ao Brasil. É possível conseguir um quarto a partir de R$ 135 por diária.

Se preferir um resort, o Porto Seguro Praia Resort fica na Praia de Curuípe e oferece aos hóspedes uma experiência All Inclusive — o que justifica os preços da diária a partir de R$ 350. O resort fica a 15 minutos do Aeroporto Internacional de Porto Seguro e a 3 km do centro; além de facilitar o acesso a outros pontos turísticos, como a Passarela do Álcool, repleto de casas coloridas, bares e restaurantes; e o complexo de lazer Axé Moi.

Na Praia do Mundaí, há ainda o Portal Beach. Com diárias de R$ 204 a R$ 680, o hotel oferece ainda alguns pacotes de passeios que podem ajudar o turista que quer se aventurar na cidade. Além disso, há acomodações adequadas para até cinco pessoas e áreas de lazer completas.

Se quiser um pouco de distanciamento da cidade, considere o Baía Cabrália Hotel. Com uma diária média de R$ 208, o hotel está localizado em frente à exótica Praia de Arakakaí e é contemplado por diversos bares e restaurantes de gastronomia refinada.

Onde comer em Porto Seguro?


Localizada na Passarela do Álcool, a Pizzaria Sabor & Art é conhecida por pizzas bastante saborosas, bom atendimento e preço acessível. O local cai bem para um jantar confortável em uma das localizações mais charmosas de Porto Seguro. A média de preços do local é de R$ 35 a R$ 70.

Na região do centro, o destaque fica para dois restaurantes: o primeiro deles é o Rabanete, que oferece pratos variados em uma atmosfera caseira e aconchegante. Além da culinária típica, é muito elogiado pelas sobremesas. O segundo é o Desfrutte, que serve variedade de sanduíches, pratos balanceados e também funciona no esquema self-service. As sobremesas de açaí também são especialidade da casa.

Próximo da Praia de Taperapuã está o Restaurante Colher de Pau. A culinária à base de frutos do mar, os drinks variados e a visão paradisíaca do local é o combo que torna essa experiência inesquecível. Aqui, o turista pode degustar moquecas, lagostas e porções de camarão empanado.

*Preço da passagem aérea consultado no dia 26 de agosto de 2021.
**Preços de atrações, hospedagem e restaurantes consultados nas plataformas TripAdvisor, Booking e Hoteis.com.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários