Réveillon em Copacabana, 2019
Gabriel Monteiro/SECOM
Réveillon em Copacabana, 2019


Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 no Brasil, surge a esperança e a expectativa de voltar a aglomerar sem maiores riscos. Muitos eventos e festas nacionais foram canceladas devido à pandemia, como o Carnaval, por exemplo. Outra data que a população sente muita falta de festejar com várias pessoas ao redor é o Réveillon; no último dia de dezembro, capitais e cidades de vários estados promovem grandes eventos para comemorar a chegada de um novo ano, mas a necessidade do isolamento frustrou os planos.

Porém, com os cronogramas de imunização a todo vapor, a possibilidade de pular as famosas sete ondas e curtir a passagem de ano em eventos lotados voltou a ser discutida. Cidades como Salvador e Rio de Janeiro já começaram os preparativos para o Réveillon 2022. Na cidade nordestina, o prefeito Bruno Reis disse que as atrações devem contemplar cinco dias de festas, já na capital carioca, a expectativa é que 13 palcos sejam montados para a virada. 

Visto do Cristo Redentor durante o Réveillon do Rio
Fernando Maia/Riotur
Visto do Cristo Redentor durante o Réveillon do Rio


O Réveillon em Copacabana é considerado o mais bonito do mundo e a melhor opção, principalmente pela questão do deslocamento, é se hospedar em Copacabana mesmo, pois o trânsito é bloqueado no início da tarde antes do começo do evento. Estando hospedado em outro bairro, só é possível chegar até lá de metrô se comprar um cartão especial, vendido apenas presencialmente e que costuma esgotar antes do dia 30. Para uma programação mais econômica, é interessante: 

  1. Chegar até o dia 28
  2. Se hospedar em Botafogo ou no Largo do Machado, próximo ao metrô
  3. Comprar o cartão especial do metrô para o Réveillon na estação Carioca (o preço dos cartões é o mesmo do dia a dia: R$ 4,60)

Você viu?


Já Recife, Salvador e Vitória costumam ter uma hotelaria mais em conta nesse período do ano, e o motivo é simples: as cidades não são consideradas “destinos de praia” porque quem pensa em praia vai para vilarejos e resorts próximos (como Porto de Galinhas e Guarapari, por exemplo), pagando o triplo. 

A confirmação para festas, porém, depende das condições epidemiológicas devido à pandemia. Ainda assim, alguns locais já estão com a programação completa e vendendo ingressos para o evento, como é o caso da Praia do Forte, localizada no município de Mata de São João, na Bahia. O line-up divulgou o roteiro completo da festa mais esperada do ano, que acontecerá de 28 a 31 de dezembro:

  • Dia 28: show de Pedro Sampaio, Barões da Pisadinha e Tuca Fernandes
  • Dia 29: show de Léo Santana, Raí Saia Rodada e Dubdogz
  • Dia 30: apresentação de Vintage Culture e Ashibah
  • Dia 31: participação de Bell Marques, Durval Lelys e Ralk
Praia do Forte, Bahia
Gleidson Santos/MTUR
Praia do Forte, Bahia


Os eventos do dia 28 ao dia 30 são para maiores de 16 anos (a entrada de pessoas menores de 16 é permitida apenas com acompanhamento dos pais ou responsáveis), e a programação do dia 31 é para maiores de 18 anos (a entrada de menores de idade também só será liberada com o acompanhamento dos pais ou responsáveis).  O passaporte para os três dias de festa mais a noite do Réveillon com mesas exclusivas sai por R$ 1,9 mil (mais R$ 152 de taxa). 

Lugar na mesa para 10 pessoas dia 31 com serviço All Inclusive custa R$ 1750 e  mesa completa e exclusiva com 10 lugares para a virada, também com serviço All Inclusive está disponível por R$ 17,5 mil. Todos os pacotes e ingressos incluem o serviço transfer até o local do evento e os quatro pontos de encontro na Praia do Forte serão divulgados em uma data mais próxima ao evento. A organização do evento diz estar comprometida integralmente com as condições sanitárias e protocolos de proteção a serem divulgados pelas autoridades responsáveis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários