Tamanho do texto

Listamos três opções de roteiros para curtir em um feriado prolongado

Quem procura  o que fazer em Bonito pode se preparar para encontrar muita riqueza natural, e passeios cheios de aventura para fazer com a família, com os amigos ou a sós. E isso não depende do tamanho da viagem - uma viagem de final de semana pode proporcionar uma experiência inesquecível na região.

Foto do Lago Azul, que fica dentro da Gruta do Lago Azul
Divulgação/Bonitour Viagens
De cavernas a rapel em cachoeiras, há muito o que fazer em Bonito, mesmo que você só passe três dias por lá

No entanto, mesmo que sua viagem vá durar apenas três dias, todo planejamento é pouco - afinal, mesmo durante a baixa temporada, Bonito é um destino muito procurado pelos turistas brasileiros que procuram um oásis que os leve para longe do tumulto do dia a dia.

Segundo Sue Lizzie Viana Coutinho, analista de vendas da agência de turismo Bonitour Viagens, o ideal para panejar sua viagem é agendar tudo com três meses de antecedência durante a alta temporada, ou um mês de antecipação durante a baixa temporada.

"Aqui em Bonito todos os passeios têm limite de visitas no dia e por horário - é controlado pela Prefeitura. Então é necessário fazer a reserva com antecedência e garantir seu voucher", orienta ela sobre a importância de se planejar na hora de encontrar o que fazer em Bonito .

Qual a melhor época para ir a Bonito?

Quanto à duração da alta e da baixa temporada, a analista de vendas lembra que, em Bonito, não existe uma divisão muito precisa, como no caso de cidades como Campos do Jordão ou Gramado, que recebem maior número de turistas durante os meses mais frios do ano.

Segundo ela, alguns feriados podem inflar o fluxo de visitantes, independentemente da época do ano. "Bonito tem a alta temporada de verão e férias escolares [meio e final do ano], um fluxo médio nos meses seguintes, mas cai bastante em maio e junho", observa Sue a respeito dos meses com mais e menos movimento na cidade e nos hotéis em Bonito .

Outra coisa para se ter em mente quanto aos passeios em Bonito é que, devido à distância deles da cidade (a maioria fica a, no mínimo, 7 km do centro), você provavelmente só conseguirá aproveitar duas atrações turísticas por dia.

Com isto em mente, é hora de ver os principais roteiros com o que fazer em Bonito em três dias, bem como algumas dicas de como aproveitá-los. Os roteiros são sugestões tanto da Prefeitura de Bonito quanto da Bonitour Viagens.

Opções de roteiros para fazer em até três dias em Bonito

  1. Roteiro tradicional por Bonito
  2. Pantanal
  3. Serra da Bodoquena

1. Roteiro tradicional por Bonito

Foto das águas cristalinas do Aquário Natural de Bonito
Divulgação/Bonitour Viagens
O que fazer em Bonito: em um dos roteiros mais tradicionais da cidade, você pode conhecer o belo aquário natural

A sugestão da Bonitour, segundo Sue, é um dos mais tradicionais roteiros para quem procura passeios em Bonito e passa por alguns dos mais famosos pontos turísticos da região. O roteiro inclui dois dias de passeios. 

No primeiro dia, os turistas podem desfrutar das belezas naturais da Gruta do Lago Azul, cuja área, que abrange a gruta e um lago de 80 m de profundidade, foi transformada em Monumento Natural para garantir sua preservação, segundo o site oficial da Secretaria de Turismo da cidade.

Em seguida, o roteiro te leva para o Aquário Natural de Bonito, na Baía Bonita. Segundo informações do site da Prefeitura da cidade, o aquário abriga mais de 30 espécies diferentes de peixes, além de loja de artesanato, museu de história natural e várias espécies nativas do pantanal, como emas, jacarés e lobos-guarás.

Entrando no segundo dia, o roteiro te leva ao Rio Sucuri. Lá, quem procura o que fazer em Bonito irá se deparar com a rica biodiversidade da região, especialmente dentro d'água.

Após completar as trilhas pelo Rio Sucuri, você poderá se divertir com a família praticando Boia Cross no Parque Ecológico Rio Formoso. O passeio te levará por um percurso de 1,2 km e oito corredeiras.

Por fim, no último dia dos passeios em Bonito pela Bonitour, você passará todo o dia na trilha da  Cachoeira Boca da Onça, a maior queda d'água do Mato Grosso do Sul, com 156 m de altura. Quem gosta de adrenalina, também pode fazer um rapel com 90 metros de altura. 

2. Vislumbrar a riqueza do Pantanal

Foto do Pantanal, com várias garças e cegonhas voando sobre a área inundada
shutterstock
O que fazer em Bonito: o Pantanal é outro roteiro cheio de riquezas que pode ser explorado em três dias de viagem

Uma das sugestões da Secretaria de Turismo da cidade para quem não se importaria de ir muito longe dos hotéis de Bonito é um roteiro turístico pelo Pantanal, a maior planície de terra inundada do mundo.

Os roteiros, segundo a Secretaria, são oferecidos pelas agências locais e também há opções que podem ser feitas em apenas três dias. Neles, os turistas poderão realizar, por exemplo, verdadeiros safáris pela região.

A melhor época para ver a fauna local é a seca, entre abril setembro. Durante esses meses, os animais terrestres começam a popular as planícies que não estão mais tão inundadas e as aves começam seus rituais para atrair parceiros, exibindo plumagens exuberantes.

As árvores também passam a substituir a folhagem pelas flores, como no caso dos ipês rosas, que atingem o ápice de transformação durante uma semana no fim de julho ou começo de agosto. Depois, o para-tudo dá uma coloração amarelada ao Pantanal.

Por outro lado, se você gostaria de contemplar a beleza da região inundada, os passeios em Bonito para o Pantanal durante os meses entre outubro e março são ideais.

Durante essa época, as partes mais baixas da planície são inundadas e formam um espelho d'água, onde jacarés, peixes, cegonhas e patos substituem os mamíferos terrestres, que se abrigam em regiões mais baixas.

3. Se aventurar na Serra da Bodoquena

Foto da Serra da Bodoquena a partir de uma estrada
Reprodução/Flickr/Valdemir Delmondes
O que fazer em Bonito: dividida em duas partes, a Serra da Bodoquena só pode ser visitada por grupos de ecoturismo

Quem procura o que fazer em Bonito também pode optar pelos roteiros no Parque Nacional da Serra da Bodoquena, cujos mais de 76 mil hectares são decorados ao com montanhas de rocha calcária, campos alagados e cerrados.

A serra é dividida em dois trechos: o leste e o oeste, cada qual com suas próprias características. Segundo o site da Secretaria de Turismo de Bonito, o primeiro apresenta morros e encostas suaves, formados por rochas carbonáticas.

Já o segundo trecho traz encostas íngremes e irregulares. A formação rochosa da região é conhecida como carste, criado pela dissolução química das rochas, e facilitou o surgimento de cavernas e sumidouros.

No entanto, o parque não está aberto à visitação pública e fica restrito a atividades ecoturísticas como observação de flora e fauna e esportes radicais. Próxima da cidade, a Serra da Bodoquena favorece quem escolhe ficar nos hotéis em Bonito durante a viagem.

Dicas para saber o que fazer em Bonito e aproveitar 3 dias ao máximo

Casal pensando na sua próxima viagem
shutterstock
Se você quer embarcar nos passeios em Bonito para sua próxima viagem de fim de semana, essas dicas podem ajudar

Além de saber os roteiros que você pode fazer na região de Bonito, é preciso ter em mente algumas dicas. Estas são as principais para você não ter problemas durante sua viagem.

  1. Garanta reservas antecipadas - todos os passeios requerem agendamento, já que as vagas para cada atração são limitadas. Segundo Sue Lizzie, da Bonitour, quanto antes você planejar sua viagem, mais folga terá para escolher horários e pontos turísticos;
  2. Preste atenção nos valores - embora o movimento seja relativamente constante ao longo do ano, os valores das coisas continuam mudando entre a alta e a baixa temporada, a exemplo dos preços das reservas dos hotéis em Bonito;
  3. Não use GPS na viagem - segundo Sue, boa parte dos turistas se perde quando usam um GPS na região. Ela lembra - assim como a Secretaria de Turismo de Bonito - que as agências oferecem guias turísticos e horários predeterminados para os passeios;
  4. Flexibilize sua locomoção - se quiser passear pela redondeza, sem cumprir um roteiro em algum dos dias de sua viagem, você pode alugar um carro na cidade, ou então contratar táxis ou vans de transporte compartilhado para chegar onde precisa;
  5. Não perca seu voucher - como lembra Sue, todos os passeios requerem vouchers para que você possa entrar neles. E apenas as agências autorizadas pela Prefeitura podem emiti-los - então não se esqueça de fazer sua reserva e deixar o voucher a vista para a hora da viagem.

Leia também: 5 destinos para você conhecer durante um final de semana

Seguindo essas dicas, você terá uma vantagem a mais na hora de descobrir o que fazer em Bonito , e poderá aproveitar os três dias de viagem sem se preocupar com imprevistos no meio do caminho.