Tamanho do texto

Em Ilha Grande ou na Ilha da Gipóia, há passeios para todos os gostos

Angra dos Reis fica a 157 km do Rio de Janeiro e uma viagem de carro para lá dura cerca de duas horas. Com isso, a cidade se torna uma ótima opção para um  bate e volta e também para curtir uma folga ou feriado. E os passeios em Angra dos Reis vão agradar os amantes de sol, praia e mar. 

Angra dos Reis
shutterstock
Passeios de barco são uma ótima forma de explorar Angra dos Reis

Leia também: 10 passeios bate e volta saindo do Rio

Entre as sugestões de passeios em Angra dos Reis estão conhecer ilhas que pertencem ao município, como Ilha da Gipóia ou Ilha Grande. E, para isso, vale pegar um barco ou uma lancha e curtir o mar e a paisagem. 

Os passeios de barco normalmente contemplam praias da Ilha Grande como Abraão e Lopes Mendes, considerada uma das mais bonitas do país, além da Lagoa Azul, com águas de cores fortes que formam um grande aquário natural, além dos que saem para a Ilha da Gipóia

Os passeios começam entre 11h e meio-dia e vão até 18h30. Os preços ficam em torno de R$ 50* por pessoa, sem refeições incluídas.

Uma outra opção para grupos reduzidos é fazer um passeio de lancha , que leva menos de 20 pessoas. São cerca de seis horas de passeio, por R$ 120 por pessoa, pela agência Doce Angra. O roteiro inclui a Ilha Botinas, a Ponta da Piedade e as praias da Fazenda, do Dentista e das Flechas. 

Ambas as sugestões são ideias para quem busca um bate volta para relaxar no mar. 

Um tour pela Ilha da Gipóia

Se tiver mais tempo, entretanto, a sugestão é explorar mais o destino, como conhecendo alguns pontos da Ilha da Gipóia, uma das maiores praias de Angra dos Reis . Por lá há locais para praticar esportes, curtir com as crianças ou simplesmente contemplar a natureza, aproveitando o mar de águas cristalinas.

Vista aérea de Angra dos Reis
shutterstock
Angra dos Reis é sinônimo de cenário paradisíaco

Já na Praia do Vitorino, o restaurante Canto das Canoas é uma das principais paradas das escunas que circulam pela região. Instalados há 25 anos no local, os irmãos Andrade dirigem o negócio que recebe centenas de turistas todos os dias.

Muitas pessoas vão lá apenas para degustar pratos como a panelinha de frutos do mar (R$ 216), que alimenta facilmente quatro pessoas, apesar de ser indicada para duas. São opções que tem peixes e crustáceos em diferentes versões, mas há pratos com frango e carne bovina ou opções vegetarianas. Leva-se meia hora de barco entre o continente e a praia.

"Recebemos muitas famílias todos os dias", conta Rosana Andrade, de 59 anos, uma das proprietárias do Canto das Canoas. "Até mesmo nas festas de final de ano, quando fazemos um grande réveillon. O mar calmo e a chance de fazer boas caminhadas chamam a atenção na Ilha da Gipóia".

A ideia é relaxar, curtir a natureza e comer vieiras? Explore a Ilha Grande

Vista de Angra dos Reis
shutterstock
Passeios em Angra dos Reis fazem a alegria dos turistas

Se a ideia é fugir do agito, o caminho é a partir outro pedaço de Angra dos Reis. Que tal uma pousada com poucos hóspedes, cercada pelo verde, ideal para curtir em família? Você ainda pode se aventurar em aulas de mergulho e conhecer a fazenda de peixes, onde são criados beijupirás, espécie nativa da região, e vieiras, mundialmente conhecidas como Coquilles Saint-Jacques. O paraíso fica na pequena Praia de Jaconema, uma das 113 faixas de areia que formam a Ilha Grande.

Estamos falanda da pousada e do restaurante Nautilus, que existem há 25 anos e foram criados pelo casal Hiroko e Zakuo Tonaki. São apartamentos e chales à beira-mar, em torno de um restaurante. Nos últimos 15 anos, o negócio se diversificou, e o casal decidiu criar uma fazenda de peixes.

A opção encontrada foi reproduzir a espécie beijupirá, que pode chegar a quatro quilos, e as vieiras. A maricultura vem se desenvolvendo na região, que já agrega 18 produtores.

As vieiras são vendidas na própria pousada, ao preço de R$ 130 a dúzia (servidas no restaurante) ou a R$ 70 para quem quiser levar para casa. A produção também é vendida para estabelecimentos de outras cidades.

A visita à chamada fazenda marítima é guiada pelos oceanógrafos Beatriz Mattiuzzo, de 24 anos, e Lucas Gonçalves, de 27. Eles apresentam os criadouros, explicam como é feita a produção e convidam os visitantes a alimentarem os peixes e a entenderem como é a reprodução de vieiras.

Tudo isso pode incluir ainda aulas de mergulho, passeios de caiaques e visitas a outras praias de Angra dos Reis. Para completar, uma refeição no restaurante com frutos do mar ou mesmo comida japonesa. A área funciona de forma sustentável, com uso de painéis solares para captação de energia, controle do lixo e cuidados com animais marinhos que circulam abundantemente pela praia.

Se preferir ficar na costa e apenas visitar Jaconema ou outras praias da Baía de Ilha Grande, são muitas as opções no continente que podem garantir ótimos dias de lazer e serviços especiais.

Uma boa dica é a Pousada Angra Bella, na beira da Praia Grande, a cerca de cinco quilômetros do centro do município. Há possibilidade de se organizar passeios de lanchas, aulas de mergulho, entre outras atividades.

Outro bom lugar para ficar em família é o Hotel do Bosque Eco Resort, em Mambucaba, a três quilômetros da praia, dentro de uma reserva natural de 300 mil metros quadrados de áreas preservadas.

Dicas para aproveitar Angra dos Reis ao máximo

Vista de Angra dos Reis
shutterstock
Angra dos Reis oferece cenários inesquecíveis

As praias de Angra dos Reis contam, no geral, com águas calmas, mas sempre é bom ter prudência ao encarar um mergulho ou um passeio de lancha em alto mar. 

Para evitar problemas, principalmente nos períodos de alta temporada, quando o número de turistas e embarcações aumenta, a prefeitura de Angra vem desenvolvendo o projeto Nado Livre, que consiste no cercamento de praias com uma barreira de boias, evitando a entrada de pequenas embarcações motorizadas ou jet skis.

Leia também: Ilhas localizadas no Norte do Brasil são destinos tranquilos; conheça cinco

Apenas os banhistas podem ficar na área demarcada. Em breve, a movimentada Praia do Abraão, onde chegam as barcas que ligam Mangaratiba ou o centro do município à Ilha Grande, será uma das beneficiadas pelo projeto.

A medida, que deve ser levada a outras praias ao longo do ano, visa a garantir a segurança dos banhistas. Na Ilha da Gipóia, por exemplo, a Praia Jurubaíba (conhecida também como praia do Dentista), já recebeu a barreira de boias e virou uma ótima alternativa para se curtir sem medo.

Muitas praias com cercamento estão incluídas em roteiros de passeios com escunas ou lanchas. Dá para ver as áreas separadas por boias flutuantes amarelas. O projeto também já está funcionando nas ilhas Botinas e Cataguás, na Freguesia de Santana, na Ilha Grande e nas praias Grande, da Biscaia e das Gordas, no litoral de Angra dos Reis.

Então, um alerta: se estiver em um dos passeios de barco, nem tente avançar sobre uma área demarcada com boias amarelas. E se for turista, não insista em pedir ao barqueiro que o deixe na praia.

Leia também: Cinco ilhas para visitar no Sudeste do Brasil

Guia de serviços de Angra dos Reis

Vista aérea de Angra dos Reis
shutterstock
Angra dos Reis


Onde ficar 

  • Hotel do Bosque Eco Resort. Diárias a partir de R$ 500 por pessoa, com pensão completa (hoteldobosque.com.br).
  • Pousada Angra Bella. Diárias para casal, com café da manhã, a partir de R$ 300 (angrabella.com.br).
  • Mercure. Diárias para casal, com café da manhã, a partir de R$ 300 (accor.com/pt-br).

Onde comer

  • Pousada e Restaurante Nautilus. Preços para hospedagem sob consulta. Há um tour pela fazenda de peixes e aulas de mergulho (nautilusilhagrande.com.br).
  • Restaurante Canto das Canoas (cantodascanoas.com.br).

O que fazer em Angra dos Reis

  • Doce Angra Turismo. Passeio de escuna e de lancha, saídas diárias com diferentes roteiros. Há opção de sair da cidade do Rio, de Copacabana, de van (doceangraturismo.com)
  • Angra dos Reis Turismo. Oferece diferentes passeios de barco. Preços sob consulta (angradosreisturismo.com.br)

Aplicativo

Disponível nos sistemas iOS e Android, o aplicativo “Ilha Grande e Angra dos Reis app” apresenta os pontos turísticos e as melhores opções de atrações nos feriados e em outras datas festivas. Também permite agendar passeios em Angra dos Reis .

*Os preços informados ao longo do texto foram consultados em 3 de abril de 2019