Tamanho do texto

João Pessoa, a capital paraibana, foi considerada a segunda cidade mais verde do mundo. Descubra as belezas da região e saiba o que fazer por lá

Terceira cidade mais antiga do Brasil, João Pessoa já recebeu o título de segunda cidade mais verde do mundo. O belo título foi dado por causa de um cálculo que relacionava número de habitantes com as áreas verdes e foi concedido durante a ECO-92.  Na ocasião, só ficou atrás de Paris.

Vai viajar para João Pessoa? Confira oito atrações turísticas que não podem faltar no seu no seu planejamento
Prefeitura de João Pessoa/Rafael Passos
Vai viajar para João Pessoa? Confira oito atrações turísticas que não podem faltar no seu no seu planejamento

Outro apelido de João Pessoa é "Porta do Sol", já que na cidade fica a Ponta do Seixas, o ponto mais oriental das Américas. Além disso, a capital paraibana possui muitas belezas naturais.  Além das belas praias urbanas, como Tambaú, Manaíra e Cabo Branco, tem nos seus arredores praias famosas. É o caso de Tambaba, a cerca de 50 quilômetros do centro da cidade, “meca” do  naturismo no Brasil.

Confira as principais atrações de João Pessoa

Casa da Pólvora, em João Pessoa, está entre os destinos turísticos da cidade; veja as outras atrações
Prefeitura de João Pessoa/Cornélio Felipe
Casa da Pólvora, em João Pessoa, está entre os destinos turísticos da cidade; veja as outras atrações

1. Basílica de Nossa Senhora das Neves

A atual construção não é a primeira igreja que há no local. A primeira foi construída em 1586. Suas torres e telhados podem ser vistos através da torre do sino da Igreja de São Francisco, que fica próxima.

2. Farol do Cabo Branco

Inaugurado em 21 de abril de 1972, o Farol fica na praia do Cabo Branco e possui quarenta metros de altura em relação ao nível do mar. De acordo com o arquiteto Pedro Dieb, ele representa uma forma estilizada do sisal.

Do local se tem vista para uma das mais  belas paisagens da cidade. Lá do alto, é possível ver a Ponta do Seixas, o extremo oriental das Américas. Nesse local, o sol nasce primeiro.

3. Casa da Pólvora

João Pessoa possuía pelo menos três Casas da Pólvora, mas duas foram destruídas pelo tempo. Merece uma visita a que restou e que fica na primeira rua da cidade. Concluída em 1710, a casa oferece vista para o rio e para a várzea paraibana.

Atualmente, lá funciona o Museu Fotográfico Walfredo Rodrigues, com exposição permanente de fotos antigas da cidade.

4. Fonte do Tambiá

Fonte natural que fica localizada no Parque Arruda Câmara. Foi urbanizada no século 18 e é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1941.

5. Igreja da Misericórdia

Bela representante da arquitetura colonial da Paraíba , a igreja foi construída em 1612 e reformada duas vezes. É a mais antiga igreja da cidade e foi sua matriz até 1671. Apesar de não ostentar muitos objetos decorativos, a igreja chama a atenção por causa de seus grandes paredões de pedra calcária e argamassa.

6. Ilha de Areia Vermelha

Banco de areia que emerge na maré baixa nas praias do Poço e Camboinha, em Cabedelo, que faz limite com João Pessoa. No local há estrutura para os turistas, com bares e restaurantes.

7. Mosteiro de São Bento

Construído em homenagem a Nossa Senhora do Monte Serrat, faz parte de um conjunto maior que inclui ainda a igreja. Segundo o Instituto Patrimônio Histórico e Artístico da Paraíba, esse conjunto é um dos monumentos mais importantes do Brasil.

8. Palácio da Redenção

Construído em 1586 pelos Jesuítas, primeiros missionários a chegarem à Paraíba, com Martim Leitão. Servia antes como  casa desses Inacianos, assim também chamados por pertencerem a Companhia de Jesus, fundada em 1540 por Inácio de Loyola. Hoje em dia, o local em João Pessoa abriga vários setores administrativos e é ainda a sede do Governo, mesmo havendo o Palácio dos Despachos. Foi tombado em 1980.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.