Tamanho do texto

Que tal conhecer locais que Dom Pedro I passou, se hospedou e gritou o famoso "Independência ou morte"? Aproveite a data e viaje pela história

Para muitas pessoas, feriado é sinônimo de dar aquela escapadinha da capital para curtir os dias de folga na praia ou no campo. Porém, o 7 de setembro é uma data histórica para o país, pois marca o fim da colonização, quando Dom Pedro I deu o famoso grito “Independência ou morte!”. Na ocasião, o príncipe partiu junto com a tropa do Rio de Janeiro para São Paulo e agora você pode aproveitar o feriadão e reproduzir esses passos.

Leia também: Praia, interior ou passeio de balão? Saiba como curtir o 7 de setembro

Você pode curtir o feriado de Independência para visitar atrações turísticas históricas de São Paulo
shutterstock
Você pode curtir o feriado de Independência para visitar atrações turísticas históricas de São Paulo


Se você é um amante de história e está com a grana curta para sair de São Paulo, veja um roteiro com 5 pontos turísticos da cidade relacionados ao que aconteceu em 7 de setembro para conhecer neste  feriado

1. Parque da Independência

Foi na região do Parque da Independência que Dom Pedro I gritou
Divulgação/ViajaNet
Foi na região do Parque da Independência que Dom Pedro I gritou "Independência ou morte"


O roteiro começa no Parque da Independência e não é para menos. Caso não saiba, foi na Colina do Ipiranga que Dom Pedro I ergueu a espada e declarou que o Brasil seria livre de Portugal. A cena aconteceu às margens do rio que hoje leva o nome desse icônico personagem da história. Segundo a ViajaNet, o parque possui mais de 160 mil m², conta com uma grande área verde, além do Museu do Ipiranga e a Casa do Grito, com exposições de objetos reais.

2. Monumento da Independência

No Monumento da Independência tem os restos mortais de D. Pedro I e da Imperatriz Leopoldina
Divulgação/ViajaNet
No Monumento da Independência tem os restos mortais de D. Pedro I e da Imperatriz Leopoldina


Aproveitando a visita no Parque na Independência, não deixe de passar no monumento que marca o exato lugar do ocorrido. A escultura, conhecida como Altar da Pátria, foi feita pelo artista Ettore Ximenes em parceria com o arquiteto Manfredo Manfredi em 1926. Ah, e você sabia que há uma cripta acoplada à estátua com os restos mortais de Dom Pedro I, da Imperatriz Leopoldina e de Dona Amélia, a segunda Imperatriz do Brasil?

Leia também: Vai viajar no próximo feriado? Veja 5 dicas de viagens curtas pelo Brasil

3. Pateo do Collegio

Dom Pedro I ficou hospedado no Pateo do Collegio quando chegou a São Paulo
Divulgação/ViajaNet
Dom Pedro I ficou hospedado no Pateo do Collegio quando chegou a São Paulo


Outra curiosidade é que assim que desembarcou em São Paulo, Dom Pedro I se hospedou no Pateo do Collegio. Na época, também funcionava no local um teatro chamado “Casa da Ópera”. De acordo com informações da ViajaNet, após o decreto, o príncipe voltou ao salão e foi recebido por inúmeras pessoas que o aplaudiram e gritavam que ele seria o primeiro rei brasileiro.

4. Solar da Marquesa de Santos

Na casa Solar da Marquesa de Santos eram feitas muitas festas para a alta sociedade
Divulgação/ViajaNet
Na casa Solar da Marquesa de Santos eram feitas muitas festas para a alta sociedade


Dom Pedro I era casado com a Imperatriz Leopoldina, mas a história diz que ele deu uma pulada de cerca com Maria Domitila e para agradar a amante, concedeu a ela diversos títulos, como o de Marquesa de Santos. Ousada, Domitila usava a casa que possuiu de 1834 a 1867 para realizar festas luxuosas para a alta sociedade da época. Atualmente, o local é cede do Museu da Cidade de São Paulo.

Leia também: Saiba como aproveitar a folga de um dia nas principais capitais brasileiras

5. Praça Patriarca

Na Praça Patriarca há uma estátua de bronze de José Bonifácio
Divulgação/ViajaNet
Na Praça Patriarca há uma estátua de bronze de José Bonifácio


Bem no centro da cidade, pertinho do Viaduto do Chá, fica essa praça inaugurada em 1912 que leva o nome de José Bonifácio de Andrada e Silva. Para muitos historiadores, ele foi a cabeça pensante que trouxe a independência ao Brasil. Em 1972, uma estátua de bronze de Bonifácio foi arquitetada por Alfredo Ceschiatti e colocada na praça. O local encerra o roteiro histórico que você pode fazer no feriado da Independência.