Dubai
Unsplash
Dubai

Dubai é uma famosa cidade dos Emirados Árabes Unidos muito conhecida pelos turistas devido aos shoppings de luxo, arquitetura ultramoderna e vida noturna bastante badalada. Entre os principais cartões-postais, há o Burj Khalifa, uma torre de 830 metros de altura que se destaca na paisagem cheia de arranha-céus. Na base dele está a Fonte de Dubai, com jatos de água e luzes totalmente coreografadas ao som de músicas.

Para os amantes de viagem, esse destino popular e de alto custo é apenas um sonho distante, mas é possível aproveitar alguns dias em Dubai gastando menos sem deixar de lado toda diversão e as belas paisagens. O iG Turismo separou algumas dicas que podem tornar a estadia em Dubai mais leve no bolso e ainda assim bastante proveitosa. 

A hospedagem

A escolha da hospedagem é um dos pontos principais para economizar durante a viagem. A cidade conta com vários hotéis bastante caros, como o Burj Al Arab e o Atlantis – R$ 11 mil a R$ 3 mil a diária, respectivamente. Fora esses, há hotéis bem localizados, próximos ao metrô – o que para os turistas é uma vantagem e tanto – que possuem diárias mais em conta. 

Um deles é o Ibis, que está localizado em vários bairros e normalmente oferece boa conexão com o transporte público. Há o Ibis Mall of Emirates, perto do metrô e a poucas estações do Dubai Mall, por em média R$ 400 por dia. 

E na hora de comer?

O custo de alimentação também pode ser reduzido se o viajante estiver disposto a deixar de lado os badalados restaurantes. Para comer gastando menos, a melhor opção é recorrer às redes de fast food, como McDonald’s, Pizza Hut e KFC, por exemplo, facilmente encontrados no Dubai Mall – entre outras franquias. As famosas lojas de conveniência também são uma possibilidade. Elas ficam espalhadas pela cidade e é possível comprar bebidas não alcoólicas e snacks para matar temporariamente a fome.

Leia Também

(Continue a leitura logo abaixo) 

Leia Também

Onde comprar lembrancinhas?

Algo que todos os viajantes amam são as lembrancinhas, tanto para si mesmos como forma de recordar os bons momentos da viagem quanto para dar de presente a parentes e amigos. O Dubai Mall é o melhor local para buscar por esse tipo de item.

O metrô

O metrô de Dubai passa por praticamente todas as regiões da cidade, incluindo o aeroporto e os shoppings, então dá para ir a todos os lugares sem gastar muito com transporte. O único ponto importante para manter-se atento é que o metrô não funciona durante a madrugada, então é sempre bom conferir o horário que ele fecha. 

Passeios gratuitos

Em Dubai, nem todos os bons passeios são pagos, então incluir atrações gratuitas no roteiro é algo mais que bem-vindo. Entre elas, há algumas idas a souks – mercados a céu aberto espalhados pela cidade, nos quais é possível comprar de tudo, desde lembranças a temperos. Um deles – e o mais famoso – é o Mercado de Ouro, “Gold Souk”,  mas há outros bem interessantes também, como o Spice Souk.

O próprio Dubai Mall também já vale uma boa visita. Há uma grande quantidade e variedade de lojas e atrações que valem a pena conferir. Os que puderem pagar para conhecer o aquário ou a pista de patinação no gelo, vale muito a pena este passeio, mas apenas bater perna por lá já é um bom programa. Neste mesmo complexo, perto do Burj Khalifa, é onde acontece o show de jatos d’água e luzes, o qual se pode assistir gratuitamente.

Para fechar, ir à praia Jumeirah com vista para o Burj Al Arab – “Torre das Arábias” –, que tem suíte luxuosas com janelas que vão do chão ao teto com vista tanto para o golfo quanto para a cidade.

** Estagiário das editorias Queer, Canal do Pet e Turismo desde 2021, Miguel Trombini já passou pelas editorias Delas e Receitas. Produz majoritariamente para a página LGBTQIAP+ do iG e utiliza um pouco da experiência como homem trans e gay para oferecer o conteúdo mais completo possível acerca da diversidade sexual e de gênero.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários