Confira lugares onde santos nasceram ou apareceram para praticar turismo religioso
Reprodução/Quinta Dellarte
Confira lugares onde santos nasceram ou apareceram para praticar turismo religioso

Fiéis de todos os lugares do mundo estão sempre se mobilizando para conhecer locais que foram importantes para a formação de suas religiões. O próprio Brasil possui diversos destinos para se praticar turismo religioso , que chega a movimentar R$ 15 bilhões no país, de acordo com o Ministério do Turismo.

No mundo todo, há diversas regiões que são conhecidas por terem sido berço de diversas figuras que, mais tarde, foram canonizadas e se tornaram santos. Mais místicos ainda são os locais onde imagens de santidades apareceram e, assim, ganharam uma legião de devotos.

O iG Turismo selecionou sete santos e seus lugares de nascimento ou de aparecimento, que estão relacionados por suas nomenclaturas dentro do cristianismo e seus nomes de orixá, maneira como são citados nas religiões de matriz africana.

1- Nossa Senhora Aparecida / Oxum

A santa, conhecida também como rainha da água doce e dona dos rios e cachoeiras, é considerada a padroeira do Brasil por ter sido descoberta aqui. A famosa história diz que, em 1717, três pescadores apanharam a imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul, no interior de São Paulo. Não era temporada de pesca, mas após o aparecimento da imagem, muitos peixes foram pescados.

O episódio ficou conhecido como um milagre e não demorou até que a região se tornasse bastante conhecida e visitada por devotos. Em 1745, foi criada a pequena capela que, anos depois, daria origem à criação da cidade de Aparecida, uma das cidades turísticas mais procuradas e visitadas no estado de São Paulo.

O local reúne diversas igrejas, capelas, museus, memoriais e construções arquitetônicas, como o Santuário Nacional de Aparecida. Em algumas delas, fiéis cumprem rituais e fazem promessas para a santa.

A réplica da primeira capela construída para Nossa Senhora Aparecida está no Memorial da Devoção na cidade. De barco, é possível visitar o trecho exato em que a santa apareceu no século 18. O trajeto é feito pela companhia Rio Santo e dura em torno de 20 minutos. O valor é de R$ 15.

2- Santo Antônio / Ogum

Santo casamenteiro e orixá associado à guerra e ao fogo, sabe-se que Santo Antônio nasceu em Lisboa, no fim do século 12. Ele e os pais eram frequentadores da Catedral de Lisboa, também conhecida como Sé de Lisboa, construção barroca famosa que foi erguida após a cidade ser conquistada pelos Mouros.

Registros históricos alegam que Santo Antônio nasceu no Largo da Sé, a 200 metros da Catedral, onde hoje fica localizada a Igreja de Santo Antônio de Lisboa. O local é conhecido como seu santuário e recebe fiéis todos os anos.

(Continue lendo logo abaixo)

Leia Também

3- São Jorge da Capadócia / Ogum


Leia Também

Leia Também

Também associado a Ogum nas religiões de matriz africana, São Jorge tem como origem a região da Turquia que era conhecida como Capadócia. Apesar de não usar mais esse nome, a Capadócia é muito buscada pelos famosos passeios de balão , que permitem avistar toda região de cima.

A principal região da Capadócia atribuída a São Jorge é o Museu a Céu Aberto de Göreme, que é um Patrimônio da Humanidade pela Unesco. O local possui diversos tipos de esculturas arquitetônicas em rochas gigantes. A obra mais buscada é justamente o afresco que replica a construção em que São Jorge vivia — e onde mais tarde foi canonizado.

4- Santa Joana

Figura emblemática na história, Santa Joana é ninguém menos que Joana d'Arc, a jovem camponesa que lutou na Guerra dos Cem Anos por instruções, segundo ela, do arcanjo Miguel, de Santa Margarida e Santa Catarina. O objetivo era livrar a França do domínio da Inglaterra.

Santa Joana nasceu no vilarejo Domrémy, que mais tarde foi renomeado de Domrémy-la-Pucelle (donzela de Orléans) em sua homenagem e existe até hoje. A vila está localizada no departamento dos Vosges, no Grande Leste, e possui uma população pequena. Por lá, a casa onde Joana D'Arc morou continua intacta e pode ser visitada.

5- Cosme e Damião / Ibeji

Também chamados de erês (crianças) nas religiões afro-brasileiras, Cosme e Damião eram médicos que curavam doentes sem receber pagamentos. Por esse motivo, ganharam notoriedade por volta dos anos 300 d.C.

Acredita-se que os gêmeos nasceram na região que antes era conhecida como Egeia, localizada na região da Ásia Menor e que hoje é conhecida como Ayas, uma comuna italiana. Essa área fica no Golfo do İskenderun, uma baía na parte oriental do Mar Mediterrânea localizada na costa sul turca.

6- Nossa Senhora de Fátima

Uma das santas mais populares e cultuadas por religiões cristãs, a aparição de Nossa Senhora de Fátima ocorreu há mais de 100 séculos para três crianças na cidade de Fátima, em Portugal. A região, que fica a 130 km de Lisboa, ficou popular depois das aparições e dos testemunhos das crianças, que ficaram conhecidas como Os Três Pastorinhos.

No século 12, a vila foi elevada ao patamar de cidade graças ao desenvolvimento econômico e turístico relacionado à construção do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, que recebe celebrações religiosas e cerca de 6 milhões de devotos todos os anos. Outras instalações, como capelas e mosteiros, surgiram para manter viva a imagem da santa, como a Capelinha das Aparições, cujas missas têm até transmissão on-line.

7- Santa Bárbara de Nicomédia / Iansã

No século 3, Bárbara era filha única de um habitante da nobreza em Nicomédia, situada na região da antiga Bitínia, que a trancafiou em uma torre para “protegê-la da corrupção da sociedade”. Após se recusar a seguir a religião da Roma Antiga, ela foi torturada e sentenciada à morte.

Não há informações que atestem que a tal torre ainda continua erguida. No entanto, a região em que toda história aconteceu está na moderna Turquia, mais especificamente na cidade de İzmit, situada à beira do mar de Mármara.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários