A reabertura das fronteiras argentinas reaqueceu o turismo brasileiro
iStock
A reabertura das fronteiras argentinas reaqueceu o turismo brasileiro


A reabertura das fronteiras argentinas com países vizinhos a partir de outubro, sem necessidade de isolamento para os vacinados, impulsionou o setor do turismo no Brasil. A Argentina é o principal destino dos brasileiros em número absoluto, e o aumento já deve ser percebido no próximo mês. Em um dia de anúncio do governo argentino, a busca por passagens para Buenos Aires, de acordo com a plataforma Kayak, subiu 92% em comparação com a semana anterior para o período entre 01/10 e 31/12.

A alta demanda fez com que os preços das passagens baixassem 26%, se comparados aos últimos sete dias. O tíquete médio sai por R$ 2.657. Já um levantamento feito pela Decolar mostrou que os viajantes brasileiros para Argentina cresceu mais de 38% nesta terça-feira (21) em relação à terça anterior. Os destinos mais procurados são Buenos Aires, Bariloche, Mar del Plata, Córdoba, Rosário, Ushuaia, Tucumã, El Calafate, El Palomar e Puerto Iguazú, com saídas de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Brasília, principalmente. Para embarcar em outubro, as passagens saem a partir de R$ 1.371.


Em entrevista ao Extra, Magda Nassar, presidente nacional da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV), disse que “a reabertura das fronteiras é fundamental. É uma excelente notícia. Com essa flexibilização, já vemos um acréscimo da procura por pacotes curtos, de feriados e férias. Por ser um destino muito próximo, os pacotes costumam ser de quatro dias para Buenos Aires, e essas exigências podem atrapalhar um pouco. Mas em outubro, já veremos esse aumento”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários