Geisy Arruda, Fábio Porchat e Valesca já visitaram a cidade
Reprodução/Instagram
Geisy Arruda, Fábio Porchat e Valesca já visitaram a cidade


Abaixo da linha do mar, repleto de canais e perfeito para andar de bicicleta, Amsterdam, ou Amsterdã, chama a atenção de viajantes e famosos que adoram arte, uma boa cerveja e querem experimentar a liberdade do país, que libera até o uso de maconha recreativa. Famosos como Valesca Popozuda, Geisy Arruda e Fábio Porchat já visitaram a cidade e o país das tulipas. 


Com vida noturna agitada, museus de arte e muita modernidade, Amsterdam reúne diversas atividades diferentes para quem quer aproveitar tudo de um local só. Para visitar a cidade ou qualquer outro ponto da Holanda (Países Baixos), a melhor época é nos meses quentes do hemisfério norte. De março a outubro, quando há a primavera até o fim do verão. 

Como chegar em Amsterdam?

Amsterdam pode ser acessado de trem ou avião
Divulgação
Amsterdam pode ser acessado de trem ou avião


Para chegar até o país, é possível pegar um avião saindo do Brasil e aterrissar direto na cidade, ou pegar um trem, ou avião saindo de algum país da Europa, caso esteja fazendo um tour pelo continente. Saindo de Paris, o preço da passagem de trem é de 25 euros, ou R$ 153.

Se a preferência é ir direto ao país, a passagem saindo de São Paulo para Amsterdam sai na média de R$ 2,5 mil, com ou sem conexão. Agora, saindo de Recife, a passagem sai na média de R$ 4 mil.

Você viu?

Onde se hospedar em Amsterdam?

Uma boa ideia para conhecer Amsterdam é por meio de um cruzeiro luxuoso
shutterstock
Uma boa ideia para conhecer Amsterdam é por meio de um cruzeiro luxuoso


Com arquitetura icônica e cortada pelos canais da cidade, há diversos estilos de hotéis e locais para ficar. Se a preferência é por viver o dia a dia do destino e uma hospedagem mais barata, opte por um Airbnb. O preço médio diário é de R$ 306. Hotéis de três estrelas saem na média diária de R$ 535 e os de cinco estrelas, com mais conforto, saem a R$ 1545. 

O que fazer em Amsterdam?

Esqueça moinhos de vento e tulipas: no inverno, Amsterdã é a cidade da patinação no gelo - e você não vai se adorar
shutterstock
Esqueça moinhos de vento e tulipas: no inverno, Amsterdã é a cidade da patinação no gelo - e você não vai se adorar


Famoso pelos canais e principalmente pelas bicicletas, um belo passeio pedalando deve ser feito pelo menos uma vez ao visitar Amsterdam. Outro passeio com um ponto de vista diferente da cidade é fazer um tour de barco pelos canais.

Se adora cerveja, uma visita obrigatória é nos museus e  fábricas de cervejas da Heineken e Amstel. O museu tem uma experiência que faz o viajante sentir o sabor da cerveja, participar de gincanas e conhecer mais sobre a produção da cerveja. 

Para os que adoram história, Amsterdam é ideal. A cidade reúne museus históricos e contemporâneos, como o de Van Gogh, que conta a história do pintor, quadros e autorretratos. O Rijksmuseum é um dos principais museus de arte da Europa, com quadros de Rembrandt, Vermeer e outros artistas holandeses. 

A Casa de Anne Frank também é um passeio obrigatório, o anexo na rua Prinsengracht 263, onde a menina e família viveram escondidos do regime nazista por dois anos, se tornou memória viva dos horrores da Segunda Guerra Mundial. 

Os cafés de Amsterdam também são famosos, já que muitos são locais permitidos para fumar maconha e utilizar produtos derivados da erva. Além da maconha, a prostituição é legal na Holanda e o bairro mais famoso de prostituição é o Amsterdam Red Light District, que reúne locais de prostituição legalizados e sex shops. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários