A Torre Eiffel é o ponto mais visitado em Paris
Reprodução/freepik
A Torre Eiffel é o ponto mais visitado em Paris


A França decidiu, nesta segunda-feira (24), que não permitirá a entrada de pessoas vacinadas com a vacina Sputnik V contra a Covid-19. A Espanha já havia adotado a mesma postura frente ao imunizante russo. Apenas vacinas autorizadas pela Agência Europeia serão reconhecidas pelo  "passapote de vacinação" que deve ser implementado a partir de 1º de julho.

"Está descartado que ele viaje para a França com uma vacina de cuja proteção não temos certeza", justificou Clément Beaune, secretário de Estado francês para Assuntos Europeus em entrevista ao canal BFMTV, referindo-se também à vacina chinesa Sinopharm.

"A vacina neste caso não será suficiente, seja da China, do Chile ou da Hungria... Porque queremos ter certeza de que as pessoas que vierem para a França estarão bem protegidas", acrescentou, segundo informações do jornal argentino Clarín.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários