Havana (Cuba)
Guillaume Baviere
Havana (Cuba)


Vicente Vérez, diretor do Instituto Finlay de Vacinas, que faz pesquisas com imunizantes contra o novo coronavírus no país, confirmou que Cuba pretende vacinar estrangeiros. "Os turistas terão a opção, se quiserem, de se vacinar em Cuba também", explicou em entrevista ao TelesurTV, canal com sede na Venezuela. 

Até o momento, três vacinas estão em testes clínicos. Uma delas, a Soberana 2, está na fase dois e tem a previsão de ser aprovada em 22 de abril. Segundo estimativas do governo cubano, o país pretende produzir 100 milhões de doses da vacina ainda este ano. A meta é vacinar toda a população cubana (pouco mais de 11 milhões pessoas) ainda em 2021.

Além disso, Cuba ainda pretende exportar o imunizante e já fez propostas para Vietnã, Irã, Venezuela e Índia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários