Nova York é um dos destinos norte-americanos preferido dos brasileiros. Além da oportunidade de fazer compras, os turistas podem visitar a Broadway e ainda ver a “Big Apple” de um angulo muito atraente: o topo de edifícios, observatórios e rofftops. 

Leia também: Primeira vez em NY? Dicas para não passar perrengue

empire state arrow-options
shutterstock
Empire State Building é um ícone de Nova York, mas não é, nem de longe, o único ponto para se observar a cidade do alto

E qual o primeiro nome que vem à mente quando pensamos em edifícios em Nova York ? Empire State Building. O arranha-céu de 102 andares ganhará uma repaginação e, juntando ao novo deque de observação em Hudson Yards, o Edge que abrirá em março, o turista brasileiro terá uma lista de novas atrações e experiências clássicas para ver Nova York do alto. 

Confira abaixo os 27 melhores lugares para admirar a cidade de cima: 

ARRANHA-CÉUS

• Edge (Hudson Yards): o mais alto deque de observação do Ocidente será inaugurado no dia 11 de março, com uma altura recorde de 344 metros. Os visitantes terão vistas panorâmicas do rio Hudson e da paisagem urbana de Nova York, além de caminhar por um piso de vidro. Espaços internos nos 100º e 101º andares contarão com bares, restaurantes e área para eventos.

• Empire State Building: completamente remodelado, o edifício ganhou um museu interativo no segundo andar e um observatório renovado no 102º andar, com uma vista 360º proporcionada por uma grande janela que vai do chão ao teto.

• One World Observatory: fazendo aniversário de cinco anos, o edifício perderá a alcunha de mais alto edifício no hemisfério ocidental, posto que o Edge assumirá. Porém, ainda assim é uma ótima opção de visita. Três níveis de janelas que vão do chão ao teto, um café, um bar, passeios interativos guiados e muito mais fazem com que a experiência seja imperdível. 

• Top of the Rock Observation Deck: com três níveis de observação, o edifício oferece vistas de 360º da cidade, incluindo o Central Park. Poucos andares abaixo, o  Bar SixtyFive, ao lado do renomado Rainbow Room, conta com opções saborosas para jantar com belas paisagens e um menu sazonal.

CULTURA

Não são só edifícios que tem vista panorâmica da cidade de Nova York. Outros locais podem mesclar cultura e vistas deslumbrantes. Confira abaixo cinco opções abaixo:

• High Line: a passarela elevada com 2,2 quilômetros de extensão percorre a parte oeste de Manhattan e foi erguida sobre uma antiga linha de trem. O trecho mais recente, conhecido como High Line Plinth, exibe obras de arte distribuídas em meio a uma vista estonteante, incluindo Brick House, de Simone Leigh, em exposição até 20 de setembro de 2020.

• The Metropolitan Museum of Art: celebrando o 150º aniversário, o museu tem um terraço que também possui obras de arte e vista do Central Park. A sucursal deste icônico museu – o The Met Cloisters – foca em obras da Idade Média em um monastério de estilo francês sobre o Fort Tryon Park, contando ainda com vistas do rio Hudson, do parque e do bairro de Inwood, no extremo norte de Manhattan. 

• New Museum: localizado em Bowery, a dica é apreciar arte contemporânea e vistas de Lower Manhattan aproveitando o terraço e as amplas janelas que vão do chão até o teto do Sky Room. Como o Sky Room não abre durante a semana, a dica é ir até os bares e restaurantes de hotéis da região para ‘comes e bebes’ após uma visita ao museu: Roof at Public Hotel, cloudM (citizenM New York Bowery) e Last Light (Sister City).

• Riverside Church Bell Tower: o mais alto campanário da América do Norte organiza tours e conta com vistas panorâmicas da cidade e uma visita à histórica igreja Morningside Heights.

• Whitney Museum of American Art: com mais de 1.200 metros quadrados de espaço para exposições e terraços, do museu dá para avistar o rio Hudson, o High Line, o Meatpacking District e o World Trade Center.

DRINQUES COM VISTA

Aos amantes dos bons drinks, que tal apreciar os rooftops dos hotéis? O bom é que dá para combinar hospedagem com bar e ótimas paisagens. Confira cinco opções: 

• Harriet’s Rooftop: localizado em Brooklyn Heights, o 1 Hotel Brooklyn Bridge serve coquetéis e tem uma gastronomia criativa, além de contar com uma piscina no rooftop e vistas impagáveis de Lower Manhattan e da Brooklyn Bridge. 

• Williamsburg: há vários bares e restaurantes na área. Alguns deles ficam a menos de cinco minutos de caminhada um do outro como são os casos do Lemon’s no Wythe Hotel; The Roof no Williamsburg Hotel; Summerly no The Hoxton, Williamsburg e Westlight no William Vale.

• Bebendo e apreciando o pôr do sol? Essa é uma boa opção para quem visitar o bar rooftop do Boro Hotel e o Savanna Rooftop (Z NYC Hotel), possibilitando contemplar a cidade de cima. 

• TWA Hotel: localizado no JFK Airport, no Queens, o hotel tem piscina infinity e um bar no rooftop que os visitantes podem ver aviões decolando e aterrissando na pista vizinha. 

• Em Manhattan também existem boas opções de rooftops. O Equinox Hotel Hudson Yards, um terraço aberto no restaurante Eletric Lemon onde os hóspedes podem aproveitar uma piscina de frente para o Vessel; o Hendricks Rooftop no Hotel Hendricks, que inclui espaços abertos e cobertos para coquetéis; o Manhatta, um restaurante no 60º andar comandado por Danny Meyer no Financial District; e o rooftop Moxy East Village, um espaço relaxante com decoração eclética a ser inaugurado ainda no primeiro semestre.  

PARA OS VICIADOS EM COMPRAS

Quem não gostaria de unir compras e boas vistas? Em Nova York essa é uma oportunidade real. Veja cinco opções para quem curte essa ideia. 

• Empire Outlets : único destino de compras de outlets em Nova York, o Empire oferece vistas incríveis de Lower Manhattan, a partir de um espaço multinível e um terraço sustentável em St. George, Staten Island.  

• The Shops at Hudson Yards: um dos lugares mais badalados da cidade, conta com vistas de locais como Vessel, Shed e da praça que fica em frente à loja de departamentos Neiman Marcus. Os restaurantes no quinto e sexto andar do prédio também oferecem ótima paisagem.

• Nordstrom NYC Flagship: recém inaugurada, a loja situada na Broadway com a 57th Street, oferece sete pisos de vestuário, produtos de beleza, itens para casa, restaurantes, cafés e bares. O Broadway Bar tem vista panorâmica da Broadway.

• The Shops at Columbus Circle: compras, gastronomia e jazz estão presentes no mesmo lugar. O quarto andar conta com restaurantes que levam a chancela Michelin e oferecem vistas da Columbus Circle e da região sudoeste do Central Park.

PERSPECTIVA VERDE

Curtir espaços verdes na cidade de Nova York já é, por si só, um passeio alternativo. E quando essas “fazendas urbanas” ficam nas alturas, a visitação é quase obrigatória. Confira cinco opções para você curtir.

•  Brooklyn Grange: as chamadas “fazendas urbanas” localizadas em Brooklyn Navy Yard, Sunset Park (ambas no Brooklyn) e em Long Island City (Queens) oferecem aos visitantes mercados com verduras, legumes e frutas de produtores locais, workshops, aulas de ioga e muito mais. 

• Governors Island: aberta de maio a outubro, a ilha é como um retiro natural para fugir da agitação da cidade. Distante sete minutos de ferry, com partida do Battery Maritime Building, os turistas podem escalar as pequenas colinas da ilha para desfrutar as vistas da Estátua da Liberdade e de Lower Manhattan. 

• Green-Wood Cemetery: talvez um pouco mórbido, o cemitério é um dos primeiros espaços “verdes” da cidade. Por lá o visitante tem a disposição uma programação e passeios com vistas do porto de Nova York e de Lower Manhattan, apreciadas de Sunset Park (Brooklyn).

• Javits Center: com terraço verde de 280 metros quadrados, que inclui jardins, produção de mel e até mesmo abelhas, o local tem uma das melhores vistas que a cidade oferece de Hudson Yards. 

• State of Liberty Museum: um dos locais mais icônicos de Nova York, o museu merece uma visita ao acervo e ao terraço verde, que oferece uma ótima vista de Lower Manhattan e de Liberty Island, incluindo, claro, a Estátua da Liberdade. 

SOB MEDIDA PARA OS AVENTUREIROS

Para quem busca aventura, praticar esportes radicais nas alturas é uma boa ideia em Nova York. Confira duas opções de sentir a adrenalina na Big Apple.

• Bronx Zoo Treetop Adventure Climb & Zipline: nessa área o turista pode fazer arvorimo ou tirolesa sobre o Bronx River e fugir um pouco da “selva de concreto”.

•  Roosevelt Island Tramway: com preço idêntico a um passe de metrô em Nova York (2,50 dólares*, equivalente a R$ 10), oferece vistas espetaculares de Manhattan e do Queens, quando os passageiros emergem de Nova York e depois vão embora pelo East River para chegar a Roosevelt Island. 

• Luna Park: o parque de diversões mais famoso de Coney Island tem passeios para viajantes de todas as idades e níveis de adrenalina. Há novidades previstas para 2020, como arvorismo e tirolesa. Seja na Wonder Wheel ou na montanha-russa Cyclone, tente ficar de olhos bem abertos para ver o Oceano Atlântico e o Brooklyn lá de cima.  

Leia também: 10 passeios em Nova York com entrada gratuita

• Ponto natural mais alto de Nova York, o Todt Hill em Staten Island é acessível pela Linha Amarela do Greenbelt – uma trilha de 12 km indicada para praticantes de caminhadas e amantes da natureza.

*valores pesquisados em 18 de fevereiro com o dólar a R$ 4,36

    Veja Também

      Mostrar mais