Tamanho do texto

A diária do resort escolhido pelo casal custa R$ 2.618*, isso sem incluir eventuais taxas de serviços que o hotel cobra; veja detalhes do local e mais sobre esse destino paradisíaco

Agatha Moreira e Rodrigo Simas estão juntos desde 2018, quando oficializaram o namoro em uma festa de réveillon, e a dupla está mais unida do que nunca. Os dois contam com mais de 11 milhões de seguidores em suas contas no Instagram e não deixam de atualizar seus fãs sobre suas viagens, uma das mais recentes sendo para comemorar o aniversário de Agatha, e também celebrar o primeiro ano de namoro.

Agatha Moreira e Rodrigo Simas arrow-options
Reprodução/Instagram/@agathaamoreiraa
Agatha Moreira e Rodrigo Simas durante dias de férias nas Maldivas

O destino escolhido para essas datas tão especiais foram as Ilhas Maldivas, que ficam no Oceano Índico. Logo após comemorar a virada do ano em Fernando de Noronha, o casal viajou para a ilha de Dhidhoofinolhu, e se hospedou no resort de luxo Lux South Ari Atoll.

Leia também: Sem tempo para folia: confira 10 destinos para fugir do carnaval

Para chegar no local, é necessário fazer uma viagem que dura cerca de 30 minutos do aeroporto internacional de Malé até a ilha, e essa viagem é feita de hidroavião.

O resort é famoso por impressionar seus hóspedes com acomodações deslumbrantes, como suas Villas, que impressionam com seu visual moderno, porém sem abandonar um design natural.

Além das acomodações, a variedade de atividades que o resort te oferece é capaz de deixar nenhum turista parado. A lista inclui: mergulhar com snorkel nas águas cristalinas da ilha, nadar com tubarões-baleia, praticar windsurfe, canoagem, esportes radicais como flyboarding e hoverboarding , além do sistema de entretenimento que o hotel oferece na ilha.


O local também conta com 8 restaurantes e 5 bares, capazes de agradar todos os gostos.

Parece um sonho, não? Só que esse sonho tem um custo, e não é um dos mais baratos. A diária do resort custa R$ 2.618*,  isso sem incluir eventuais taxas de serviços que o hotel cobra.

Leia também: Veja o que fazer em Cancún, cenário da nova novela "Salve-se Quem Puder" 

Malvidas ao nosso alcance e o que mais fazer por lá

Apesar do preço alto assustar, existem opções mais baratas para quem não deseja gastar muito dinheiro em hospedagem. Hotéis em Malé, capital do país, contam com diárias em volta dos R$ 300,00*, porém sem as mesmas mordomias que os resorts oferecem.

Foto da capital das Ilhas Maldivas, Male arrow-options
shutterstock
Malé, Capital das Maldivas, é uma cidade grande em um local exuberante.


Malé é uma cidade pequena, com um pouco menos de 7km², o que torna fácil explorar a cidade a pé. Se for explorar a cidade, vale a pena visitar o mercado de peixes, conhecido por ser um ótimo local para conhecer mais sobre a cultura dos habitantes da região, o Museu Nacional das Maldivas, que apesar de ter sido vandalizado em 2012, continua com uma vasta exposição de obras do seu rico acervo, e por fim a mesquita de Hukuru Miskiiy, que foi construída em 1656 e foi adicionada na lista provisória do patrimônio mundial da UNESCO em 2008.

Praia nas Ilhas Maldivas arrow-options
shutterstock
As praias das ilhas Maldivas são todas de uma beleza gigantesca. Areia branca e mar azul é quase uma marca registrada do país.

Porém, se sua ideia é explorar as praias paradisíacas do país, você terá que pegar um barco para acessar outras ilhas públicas. O país conta com um sistema de transporte público e privado, porém tome atenção quanto ao preço e ao horário de funcionamento desse serviço. Algumas ilhas públicas com praias acessíveis são: Thulusdoo, Maafushi, Ukulhas, Huraa e Mathiveri. Opção é o que não falta.

Leia também: África com crianças: como planejar um safári em família?

A moeda utilizada no país são as rúpias maldivas, mas a grande maioria dos estabelecimentos locais também aceitam o dólar americano. Também existem algumas casas de câmbios pelo país, quais você pode trocar dinheiro internacional pela moeda local.

*Preços consultados em 03/02/2020.