Tamanho do texto

Para visitar a Gruta Azul, é preciso se deitar num pequeno barco a remo

A Gruta Azul é o principal ponto turístico da ilha italiana de Capri, que se tornou conhecido na primeira metade do século XIX, após a visita do artista alemão August Kopisch. Mas ela não arranca suspiros só por sua beleza única: também é preciso prender a respiração na hora de se deitar nos barcos utilizados para entrar nela.

Leia também: 3 países em uma só viagem: quais as vantagens de um cruzeiro pelo Mediterrâneo?

Momento em que Ana Belen Charry está prestes a entrar na Gruta Azul
Reprodução/Instagram/anabelencharry
Ana Belen Charry, finalista do MasterChef Colombia, filmou e postou no Instagram o momento da entrada na Gruta Azul

De acordo com o inCampania , o portal de turismo oficial da região da Campania, isso é necessário porque um fenômeno geológico fez com que a Gruta Azul caísse cerca de 20 metros, ficando parcialmente submersa.

Se a ideia soa ousada demais para você, é possível conhecer o local pelas redes sociais. A gruta na Ilha de Capri é queridinha de diversos blogueiros e influenciadores e que mostrar não ter mdeo de deitar no barquinho para desbravar o ponto turístico. 

Uma delas foi a finalista do MasterChef Colombia, Ana Belen Charry, que compartilhou um vídeo seu entrando na gruta no Instagram. Veja o vídeo completo abaixo:

Leia também: Turista se dá mal ao tomar banho de sol em Veneza e leva multa de R$ 1 mil

As belezas por dentro da Gruta Azul

Barco entrando na Gruta Azul
shutterstock
Em seu interior, a Gruta Azul tem uma iluminação de um azul intenso, resultado da luz filtrada pela água

Após o sufoco para entrar, quem visita esse ponto da ilha de Capri é recompensado com uma cena memorável. Segundo o inCampania, a caverna parcialmente submersa tem 54 metros de comprimento, 14 metros de largura e 30 metros de altura, e é repleta de estalactites.

Mas o que mais impressiona os turistas, e que dá o nome à caverna, é a iluminação de um azul intenso com reflexos prateados que o seu interior assume quando a luz do sol é filtrada pela água em seu interior.

Além dessas belezas naturais que os turistas podem se surpreender com um pouco de história por lá. Vestígios da civilização romana, que vão de esculturas até decorações no cimento que restou na parte emergida, também ocupam a gruta, formando uma combinação inesperada e imperdível da civilização com a natureza.

Leia também: 8 opções de piscinas naturais no Brasil e no mundo de tirar o fôlego

Se você estiver disposto a se aventurar pela Gruta Azul , o preço da entrada é de 4 euros (cerca de R$ 17,16) + a taxa do barco. A atração e sua bilheteria abrem de segunda a domingo, às 9h - então programe-se para não ficar sem vaga nos barcos.