Tamanho do texto

Turista canadense estava usando apenas traje de banho no Giardini Papadopoli, um jardim público veneziano, o que vai contra às regras

Veneza é repleta de atrações únicas e inesquecíveis. Como em qualquer outro destino, passear pela cidade requer respeito às regras. No entanto, uma turista canadense de 23 anos não fez isso ao tomar banho de sol no Giardini Papadopoli, um jardim público veneziano, e se deu muito mal. 

Leia também: Passageira tem atitude incomum durante decolagem e é expulsa da aeronave

Placa proibindo banho de sol em cidade da região do Veneto, na Itália
shutterstock
Ao tomar banho de sol num jardim público de Veneza, a turista infringiu as regras da campanha #EnjoyRespectVenezia

Segundo o tabloide britânico The Express , a turista, que estava apenas com seu traje de banho, pagou caro pelo banho de sol em público. O preço da sanção foi de 250 euros, ou cerca de R$ 1 mil.

Pode parecer uma medida drástica, mas o ocorrido é uma consequência da campanha   #EnjoyRespectVenezia . Trata-se de uma iniciativa das autoridades venezianas para evitar que o número crescente de turistas cause danos a uma das mais icônicas cidades turísticas da itália, que é inclusive considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

De acordo com o site, com essa iniciativa, o conselho municipal de Veneza  declarou que é "proibido andar em áreas públicas com trajes de banho ou sem camisa", regra na qual se enquadra a turista que recebeu a multa.

Leia também: Trem turístico interdita vagão a céu aberto para evitar selfies perigosas

Muito além do banho de sol: outras restrições do turismo em Veneza

Homem repreendendo, apontando o dedo para a frente
shutterstock
Outras atitudes que infringem regras da campanha #EnjoyRespectVenezia vão de vadear nas pontes a se sentar em vitrines

Embora o alvo da vez tenha sido uma turista usando seus trajes de banho em público, as restrições aos turistas que visitam Veneza não se limitam às vestimentas. Também é proibido, segundo o Express , fazer piquiniques em locais públicos, "sentar-se ou deitar-se nas escadarias das pontes ou na entrada de pontos turísticos e nas vitrines das lojas".

A campanha #EnjoyRespectVenezi a também distribui multas que variam de 25 euros (cerca de R$ 108) a 500 euros (aproximadamente R$ 2,1 mil) para quem se aventurar a jogar lixo pela cidade, pular nos canais ou vadear nas pontes.

Leia também: Passageira é barrada em voo por causa de traje "inapropriado"

Ou seja, da próxima vez que você estiver pensando em passar as férias em Veneza, lembre-se de não tomar um banho de sol em público e de não infringir as regras citadas nos parágrafos anteriores se quiser ter um passeio tranquilo.