Tamanho do texto

A senhora de 74 anos sempre foi aventureira e, no ano passado, embarcou nessa aventura com o neto, que está registrando tudo nas redes sociais

Nathanel Creson, um jovem sueco de 26 anos, decidiu fazer uma viagem diferente: ele chamou a avó israelense Edna, de 74 anos, para mergulhar em um mochilão pela Ásia. Ela prontamente aceitou o convite, e agora o rapaz registra toda a experiência nas redes sociais e no site do projeto batizado de "The Gran Adventure". 

Leia também: Confira sete destinos turísticos para viajar com os seus avós

Em mochilão pela Ásia, Edna (à esquerda) e Nathanel (à direita) são um exemplo de relacionamento entre avó e neto
Reprodução/Instagram/TheGranAdventure
Em mochilão pela Ásia, Edna (à esquerda) e Nathanel (à direita) são um exemplo de relacionamento entre avó e neto

O roteiro do mochilão pela Ásia , que começou no final do ano passado, inclui composto por países como China, Coreia do Sul, Japão, Filipinas, Taiwan e Índia, e, até agora, a dupla já conheceu a Grande Muralha da China, escalou montanhas, tirou fotos na fronteira da Coreia do Sul com a Coreia do Norte e até entrou em cavernas com lava fervente. Atualmente, avó e neto estão visitando as Filipinas.

Para documentar as aventuras e experiências, Nathanel publica um vídeo no estilo “vlog” por semana, à medida que consegue ter acesso à internet nos lugares que visita. O objetivo deles nessa jornada é inspirar tanto pessoas jovens como senhores e senhoras  idosos a construírem laços, explorando o mundo.


Segundo informações do veículo britânico “Metro”, avó e neto ficam hospedados em hostels, e, segundo o rapaz, a senhora é para lá de aventureira aventureira. Ele conta que ela sempre participou das viagens em família (até mesmo antes de o projeto surgir) e já realizou aventuras semelhantes viajando sozinha para continentes diferentes.

Leia também: Aos 93 anos, senhora faz mochilão no Quênia por uma causa social

O jovem conta que o planejamento do mochilão levou cerca de três meses, mas, como os planos foram mudando no meio do caminho, eles têm feito alterações no roteiro periodicamente. Por exemplo: durante a passagem pela China, eles fizeram amizade com pessoas de Taiwan, o que os fez adicionar um novo destino ao roteiro original. E, mesmo com a viagem chegando ao fim agora, eles ainda não compraram as passagens para a Índia, que é o último destino previsto para a viagem.


Para o neto, o lugar favorito que eles visitaram até agora foi a China, por ter sido um “desafio cultural” conhecer uma cultura com uma língua da qual ele não conhecia sequer uma palavra. Já a avó curtiu mais as Filipinas por se interessar pela natureza, com as ilhas, o clima tropical e os cocos frescos do local.

Em mochilão pela Ásia com a avó, neto compartilha dicas para viajar com idosos:


  • "Deixe seu ego em casa e lembre-se de que a viagem não é sobre você. Leve as coisas com calma e comuniquem-se o máximo possível";
  • "Você provavelmente terá de planejar tudo, então seja firme nas decisões que faz, mas não tenha medo de incluir o companheiro nas decisões";
  • "Lembre-se de que nem tudo sairá como planejado, então esteja aberto a mudanças";
  • "Se a viagem tem o propósito de aproximar uma pessoa da outra, escolha um destino que permita que isso aconteça e planeje atividades que ambas as partes possam aproveitar";
  • "Não vai ser fácil, mas, no final, tenho certeza de que você não se arrependerá da aventura";

Leia também: Veja 9 dicas para viajar com idosos sem preocupação e com muita diversão

Seja para fazer um mochilão pela Ásia ou para visitar qualquer lugar do mundo, Nathanel afirma que a experiência de viajar com idosos é enriquecedora, mesmo com todos os cuidados enumerados por ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.