Tamanho do texto

A casa mal assombrada é uma espécie de jogo que mistura sobrevivência e escape; turistas têm 45 minutos para fugir, mas a maioria não passa dos 30

Existem atrações turísticas que são apenas para os fortes. Na cidade de Nottingham, na Inglaterra, um jovem de 25 anos decidiu transformar um flat em uma casa mal assombrada, com a temática de um hospital psiquiátrico. O local é aberto para turistas que devem “sobreviver” por 45 minutos e tentar escapar do “Nottingham Asylum”, como é chamada a atração.

Leia também: Descubra cenário de calabouços, esqueletos e ruínas em Nápoles

A casa mal assombrada mistura elementos de sobrevivência e escape; a maioria dos turistas não aguenta nem 30 minutos
Reprodução
A casa mal assombrada mistura elementos de sobrevivência e escape; a maioria dos turistas não aguenta nem 30 minutos


O criador da “ casa mal assombrada ” é Thomas Kolodzeij que contou ao jornal local “Nottingham Post” que soube o que queria fazer com o flat que herdou depois de cinco minutos no lugar. Ele demorou dois meses para fazer a transformação. Inaugurada em abril, a atração já recebeu entre 70 e 80 grupos, segundo Thomas, que se inspirou em ambientes similares que visitou na Polônia e Ucrânia, “mas eles não dão tanto medo quanto o que eu criei”.

Falando sobre a casa, ele diz que conta com uma equipe de atores e que está constantemente buscando inspiração para criar novos sustos e incrementar a decoração mal assombrada.

Leia também: Adrenalina na viagem! Confira os 5 melhores destinos para os aventureiros

Regras e reações à casa mal assombrada


Para quem quiser se arriscar no “Nottingham Asylum”, o preço do ingresso começa em £50 para duas pessoas (quase R$ 260) e pode chegar a £115 (mais de R$ 590) para grupos de até seis pessoas.

É necessário ter mais de 16 anos para entrar e pessoas com problemas cardíacos, asma, hipertensão, transtornos mentais, epilepsia, claustrofobia e mulheres grávidas não podem participar.

Entre outras regras da atração está a proibição de tirar fotos e filmar, fumar, se separar do grupo, agredir os atores e destruir ou depredar os ambientes do flat . Além disso, como a experiência é muito intensa, os turistas são avisados da palavra de segurança, “stop” (pare, em inglês), que deve ser pronunciada alto e claramente. O jogo é então interrompido e o participante removido, em alguns casos é permitido retornar, mas em nenhum a interrupção leva ao reembolso do ingresso.

Leia também: Terror: confira os 10 destinos turísticos mais aterrorizantes do mundo

“O jogo, que é um misto de sobrevivência e escape , dura 45 minutos, mas a maioria das pessoas não passa dos 30. Tivemos um grupo de quatro pessoas que se trancou num quarto minúsculo, de um metro quadrado, e ficou lá até dar o tempo e os atores terem ido embora”, conta Thomas. Ele diz que a maioria dos visitantes da casa mal assombrada são fãs de filmes de terror e que ele ainda não recebeu nenhum turista estrangeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.