Tamanho do texto

Colunistas do Turismo, Gisella e Fernando contam detalhes de como foi conhecer ilha que abriga cidades cheias de cultura e atividades interessantes

Esta semana vamos te levar para um lugar pouco conhecido da Malásia: o estado de Penang. Ele fica ao norte do país e conta com muitas atividades para os turistas. Temos que confessar que nunca tínhamos ouvido falar desse lugar antes de entrarmos em contato com o consulado malaio para solicitar algumas indicações.

Gisella e Fernando contam como foi a aventura que viajar pela Malásia e conhecer Penang
Arquivo pessoal
Gisella e Fernando contam como foi a aventura que viajar pela Malásia e conhecer Penang


Leia também: Passeio em Ubatuba: aposte nas trilhas e descubra praias paradisíacas

Partimos de Singapura em uma viagem de ônibus para a Malásia , mas não recomendamos para ninguém por ser muito longa e cansativa. O preço da passagem acaba compensando, porém, sem dúvida, um voo seria muito mais vantajoso para ligar Singapura a capital Kuala Lumpur.

Quando fizemos essa reunião no consulado, nossa ideia era ir somente para a capital do país, mas a sugestão do simpático cônsul foi para visitarmos o estado de Penang , a maior e mais povoada ilha desse país do sudeste asiático. Ficamos muito entusiasmados e colocamos no planejamento.

Lugar estruturado

Chegando lá, passamos um dia na capital Kuala Lumpur , depois pegamos estrada rumo ao norte, em uma longa viagem que levou mais de 4 horas. Não estávamos sozinhos nesse passeio, o cônsul que conhecemos em São Paulo nos colocou em contato com uma pessoa muito simpática, o Joeson.

Esse rapaz é da região de Penang e nos mostrou tudo o que a cidade tem a oferecer. O tour já começou saindo de Kuala Lumpur. Nesse trajeto já percebemos como o país é bem estruturado em termos de estrada, sendo muito seguro e viável fazer viagens longas por ali.

O lugar é cheio de atrações culturais e arte
Arquivo pessoal
O lugar é cheio de atrações culturais e arte


Logo que chegamos, já ficamos impressionados com a estrutura e o tamanho do estado, que tem aproximadamente 1,5 milhão de habitantes, o que é muito considerando que a região metropolitana tem 2 milhões de habitantes.

Penang é o segundo menor estado do país e o oitavo mais povoado. O interessante de lá é o contraste que existe, no mesmo local que ficam pequenos comércios e barraquinhas de comida de rua estão lojas e shoppings atuais e modernos.

Cavernas de Batu Caves

Nosso passeio começou nas cavernas de Batu Caves , localizada no estado de Selangor . Uma montanha enorme, cheia de verde e repleta de história com mais de 400 milhões de anos. A subida para visitar o templo Hindu precisa ser feita a pé e são 272 degraus até o topo. No início da escadaria fica uma estátua imponente do Deus Murugan, de 42,7 metros de altura.

Batu Caves Templo, Malásia
Arquivo pessoal
Batu Caves Templo, Malásia


Esse templo nos chamou a atenção por suas cores e arquitetura. Assim que subimos as escadas, nos deparamos com uma caverna enorme, com muitos devotos hindus em peregrinações.

Leia também: Histórias de um viajante: um dia para escalar maior montanha do Sudeste da Ásia

É um local bem úmido e com pouca iluminação, mas repleto de espiritualidade. Um buraco no teto da caverna faz a luz natural entrar e deixa o lugar ainda mais bonito. Os macacos fazem parte de todo o passeio e é preciso muito cuidado com eles, pois são muito espertos e tiram da sua mão qualquer coisa, mesmo não sendo comida.

George Town, patrimônio da humanidade 

Após esse passeio, nós seguimos até George Town , a principal cidade do estado de Penang. Um lugar simplesmente apaixonante que foi transformado em patrimônio da humanidade, em 2008, pela Unesco. A cidade é repleta de arte e cultura de rua para todos os gostos.

Uma das coisas mais legais que fizeram em George Town foi se perder de bicicleta
Arquivo pessoal
Uma das coisas mais legais que fizeram em George Town foi se perder de bicicleta


Os turistas e os locais podem desfrutar de restaurantes variados pela cidade. Alugar uma bicicleta e se perder em George Town foi umas das melhores atividades que fizemos.

Perrengues na viagem

Também passamos por alguns perrengues. Estávamos viajando já havia algum tempo e era preciso lavar a roupa da mala. Andamos muito por uma manhã inteira num calor de rachar e não achávamos nenhuma lavanderia. Todas as que tínhamos visto pela internet não existiam mais.

Continuamos andando de um lado para o outro percebemos que a cidade não tem tratamento de esgoto . Foi um momento um pouco desagradável. Nós caminhamos alguns quarteirões pelo centro e era possível ver que o esgoto fica a céu aberto, entre as casas e as ruas.  

Jantar animado

Como já estava anoitecendo, nós resolvemos procurar um local interessante para jantar. Nosso amigo Joeson nos levou para conhecer o Lok Lok . Um tradicional “founde” da Malásia. A ideia é trocar experiências, portanto, nada de procurar uma mesa só para nós.

Os viajantes tiveram um jantar animado com pessoas desconhecidas de outros países
Arquivo pessoal
Os viajantes tiveram um jantar animado com pessoas desconhecidas de outros países


Sentamos em uma que já tinham algumas pessoas e fomos muito bem recebidos. Experimentamos deliciosos frutos do mar e durante todo o jantar ouvimos histórias inesquecíveis.

Chew Jetty, a cidade flutuante

Nosso passeio por George Town continua em Chew Jetty , a cidade flutuante. Vamos confessar que a gente não conseguia entender direito o que era essa cidade flutuante até chegarmos lá. Logo na entrada tem uma placa dizendo que é proibido o acesso de bicicletas ou motos e assim que entramos percebemos o quão estreita era essa via de madeira.

Chew Jetty, a cidade flutuante
Arquivo pessoal
Chew Jetty, a cidade flutuante


Casas e comércio se confundem e podemos notar que as casas ficam ao fundo e a lojinha de cada morador logo à frente. Os pescadores moram na cidade flutuante e fazem dela a marina para seus barcos.

Templo Budista Kek Lok Si

Para terminar o nosso passeio, nós fomos conhecer o Templo Budista Kek Lok Si , que dizem ser o maior da Malásia, e fica no topo de uma montanha com vista para a cidade. A vista é de encher os olhos e o templo é maravilhoso.

Kek Lok Si Templo é uma belo lugar que traz muita tranquilidade e paz
Arquivo pessoal
Kek Lok Si Templo é uma belo lugar que traz muita tranquilidade e paz


Leia também: 10 prédios mais altos do mundo que valem a pena conhecer

Nossa passagem por Penang, na Malásia, nos deixou encantados com o lugar. Aprendemos sobre a cultura, hábitos, arte, gastronomia, religião e ainda levamos amigos, como o Joeson, para a vida.