Depois de 10 anos juntos e sempre viajando, casamos no dia 23 de abril. Nosso sonho de viagem para lua de mel sempre foi conhecer Maldivas, mas por que não aproveitar para emendar nossa viagem e conhecer lugares diferentes e que nunca tínhamos visitado antes? Que tal viajar para a Ásia?

Conheça as melhores cidades para compras, na Europa ou na Ásia

undefined
Arquivo pessoal
Gisella e Fernando no avião rumo a primeira parada da viagem pela Ásia


Aproveitando essa ótima desculpa da lua de mel , vamos juntar o útil ao agradável: organizar nossa primeira viagem para a Ásia e ainda produzir um programa de TV.

Queremos dividir com todos os casais os melhores lugares, os melhores passeios e claro, os melhores destino para se conhecer a dois. Queremos mostrar isso de duas perspectivas diferentes: uma luxuosa e uma de baixo orçamento . Isso porque existem diversas maneiras de visitar o mesmo lugar, e um destino nunca pode ser descartado por achar que pode ser custoso, mas ao mesmo tempo ocasiões especiais pedem um certo requinte e alto padrão, como uma lua de mel, por exemplo. Achamos que para uma oportunidade única na vida vale a pena experimentar experiências que nem sempre custam pouco!

Mas por que um programa de TV? Somos produtores audiovisual e adoramos viajar. O Fernando adora captar as melhores imagens e a Gisella adora fotografar. Assim, fizemos um projeto interessante e mostramos para algumas emissoras. E deu certo!

Muitas pessoas só falam o lado bom fácil das viagens, mas nós queremos mostrar todas as etapas e que nem tudo são flores e tudo tem uma sequência para que, no final, dê tudo certo. Nossa viagem precisa começar e acontecer de alguma forma.

Planeje sua viagem

Primeira coisa a fazer é o planejamento de tempo. Para isso é preciso escolher os destinos. Maldivas estava fácil por ser escolhida para ser nossa lua de mel. A data estava fechada, portanto era preciso se basear nesse tempo. Depois de muitos estudos entre facilidades para transportes e conexões entre um país e outro, decidimos: Emirados Árabes (Abu Dhabi / Dubai), Maldivas, China (Hong Kong), Vietnã (Ho Chi Minh), Singapura, Malásia (Kuala Lumpur e Penang) e por fim Tailândia (Bangkok, Chiang Rai e Chiang Mai). Ufa!!! Só isso?  Parece loucura, mas precisamos organizar tudo, e com um bom planejamento, não tem como dar errado. Tempo de viagem? Dois meses.

Sete razões para conhecer o Camboja

Agências de viagem, consulados e parceiros

Claro que uma viagem assim pode custar muito caro, mesmo ficando só em hotéis baratos, afinal são dois meses fora de casa. Para solucionar esse problema, começamos a construir nossa rede de parcerias, para que, além de viabilizarmos o básico, pudéssemos desfrutar de bons diferenciais em cada destino. Nossa primeira parceira foi a agência de viagem Teresa Perez, onde fomos a princípio falar de nossa lua de mel, a qual eles nos atenderam com muito carinho e dedicação para organizar essa viagem, e tudo acabou se transformando em inúmeras possibilidades nos outros destinos.  

undefined
Arquivo pessoal
Nossos passaportes, bilhetes e uma das câmeras que levamos para a viagem para Ásia

Assim que decidimos os países, entramos em contato com os consulados e algumas companhias aéreas para parcerias. A data já estava definida, então precisávamos correr. Ainda precisávamos sentar com a roteirista do programa e analisar as possibilidade de temas, afinal conheceríamos lugares e pessoas especiais durante toda a viagem e era preciso ter certeza que não nos esqueceríamos de nada para falar de cada lugar.

Vistos e vacinas

Outro ponto muito importante que muitas vezes as pessoas esquecem é saber quais dos destinos exigem vistos e vacinas especiais para entrar nos país. E fica a dica: Emirados Árabes precisa de emissão de visto, que varia de acordo com o que você fará por lá e quanto tempo pretende ficar. O  Vietnã também exige visto, mas ambos os países oferecem tudo online para a emissão. Abaixo deixaremos as informações de como emitir esses vistos. Para as vacinas, é obrigatório o comprovante internacional para a vacina de febre amarela para as Maldivas e Tailândia .

Os consulados começaram a nos dar retornos sobre quais parcerias e que tipo de apoio conseguiríamos com eles. Alguns foram fáceis de contatar e falar, outros nem tanto. Era preciso explicar o projeto, fazer reuniões presenciais em cada um deles e torcer para que nossa ideia fosse interessante para eles. No fim, tivemos um ótimo apoio dos consulados da Tailândia, Malásia e Vietnã!

Passagens e peso das malas

Com tudo isso feito e organizado, era preciso ainda comprar as passagens entre os países da Ásia. Achamos algumas companhias aéreas bem em conta para trechos curtos no meio da viagem. Um cuidado essencial é se preparar com o peso das mala s. Para chegar e sair do Brasil podemos ter dois volumes por pessoa de ate 32kg, e ainda a mala de mão que pode ser de 10Kg. Já para esses voos mais curtos pela Ásia, as companhias normalmente aceitam um volume por pessoa que varia entre 20 e 25kg e pagando a bagagem separada. Dependendo da companhia e do voo, você não tem direito a despacho de bagagem sem pagar por quilo.

Então como fazer uma mala de até 25kg para ficar 60 dias fora de casa? Eis a questão. Para os homens isso é uma tarefa um pouco mais fácil. Já para as mulheres, o sofrimento para conseguir essa obra de arte não é quase impossível. Roupas de cores básicas e tecidos que não amassam fazem uma grande diferença na hora de preparar a mala. Outra dica legal para arrumar uma mala para tanto tempo é conseguir fazer várias combinações com peças diferentes, assim não cansa tanto. E atingir esse peso só é possível se nenhum dos destinos for inverno, pois casacos pesam e fazem volume.

Toda a parte higiênica nós pensamos para utilizar por semana, ou seja, levamos apenas shampoo, condicionador e sabonete para os sete primeiros dias. Basta encontrar qualquer mercado local e comprar semanalmente. Isso ajuda e muito a deixar a mala mais leve. Existem aqueles estojos especiais para viagem que são muito bons para isso. Muitas vezes tem menos de 100ml e pode ser levado a bordo em vez de despachar. Os calçados precisam ser algo básico e geral. Tênis, chinelo e algum calçado mais social para algum jantar.

Não podemos esquecer, claro, de todo o equipamento de filmagem, afinal, após nossa lua de mel de 8 dias, o objetivo principal da viagem é a produção de um programa de TV e geração de conteúdo para o blog e redes sociais. Mas de equipamentos, o Fernando entende, então conseguimos montar um kit bem pequeno e que garantisse a qualidade das imagens!

undefined
Arquivo pessoal
Momento de organizar nossos equipamentos antes de partir para a Ásia

Serão horas e horas de aeroporto, voos, taxis, ônibus, muitas noites em hotéis, várias refeições e ainda muita roupa para lavar. Tudo isso vai valer muito a pena. Temos certeza que essa experiência vai ser única e vamos dividir com vocês cada detalhe dessa, ou melhor, dessas viagens!

Acompanhe com a gente essa grande viagem pela Ásia que tem tudo para ser, no mínimo, muito interessante!

_______________________________________________________________________

* Gisella e Fernando De Borthole são autores do site Sonho & Destino e escrevem semanalmente no iG Turismo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários