Tamanho do texto

O comportamento adequado numa viagem de navio requer atenção redobrada aos detalhes, principalmente para sua segurança e da sua família

Quando for embarcar numa viagem de navio , lembre-se de que as circunstâncias em alto mar são bastante diferentes daquelas encontradas a bordo de um avião ou na estrada.

Três amigos tirando uma selfie a bordo de um navio
shutterstock
Uma viagem de navio ideal requer algumas precauções um tanto diferentes das adotadas em outras viagens

Seja num iate, num cruzeiro, numa lancha ou em qualquer outra embarcação, uma viagem de navio requer que você preste atenção redobrada na segurança enquanto, ao mesmo tempo, deve respeitar os outros passageiros que estão para embarcar.

Como fazer uma viagem de navio sem complicações

Portanto, estas cinco dicas da Agência O Globo serão fundamentais para tornar sua viagem de cruzeiro , de lancha ou de barco mais prazerosa e segura.

1. Preste atenção à vestimenta

Casal vestido com trajes formais a bordo de um barco
shutterstock
Essa dica vale principalmente em uma viagem de cruzeiro, já que é comum serem realizadas festas de gala no barco

Principalmente se viajar a bordo de cruzeiros marítimos , fique sempre atento ao dress code, ou seja, às roupas que for usar. Isso porque a primeira ou a segunda noite a bordo costuma ser a Noite do Comandante, um evento de gala. Um traje esporte fino deve bastar, mas é melhor deixar o chinelo no quarto.

2. Respeite os horários estabelecidos

Mulher olhando assustada para o relógio
shutterstock
Quando estiver na sua viagem de navio, fique atento aos horários, seja do jantar ou dos passeios em terra firme

Os horários imperam no funcionamento de um navio. Os jantares, por exemplo costumam ser em turnos, e a sua mesa será sempre a mesma, então não se atrase nem esqueça onde deve se sentar.

“Há uma lógica operacional por trás disso. Portanto, sentar em mesas que não a sua e descumprir horários é um desrespeito não apenas com a tripulação, mas com os demais hóspedes”, ressalta Francisco Ancona à Agência O Globo.

3. E não se atrase nos passeios em terra firme

Não se desligue do relógio também nas excursões em terra durante sua viagem de cruzeiro. “Às vezes, o ônibus fica esperando um ou dois passageiros que se atrasam para sair ou estendem o tempo dentro de lojas ou num um café”, comenta Ancona.

Leia também: 3 países em uma só viagem: quais as vantagens de um cruzeiro pelo Mediterrâneo?

4. Fique de olho nas crianças

Mulher com a filha olhando por entre o balaustrado de um barco
shutterstock
Fique de olho nas crianças, seja em cruzeiros marítimos ou a bordo de outras embarcações, para evitar imprevistos

Pais que viajam com os filhos em cruzeiros marítimos devem atentar para as áreas que não são próprias para os pequenos, como o cassino, e que são exclusivas para adultos, como algumas piscinas e bares. Além disso, é importante manter as crianças por perto para evitar quaisquer acidentes ou problemas maiores do tipo.

5. Não falte ao treinamento de segurança

Boia amarrada à balaustrada do barco
shutterstock
A segurança numa viagem de navio é primordial, então faltar no treinamento deve ficar fora de cogitação

Falando em evitar acidentes, o  treinamento de segurança serve justamente para isso. Por mais tedioso que ele possa ser, ou por mais que você já saiba as instruções, é sempre bom comparecer para revisar tudo na mente.

Seguindo essas dicas, você tornará sua viagem de navio mais simples, tranquila, segura e proveitosa para todos que estão à sua volta - seja sua família, seus amigos, os tripulantes ou os outros passageiros.